Como a top model Grace Elizabeth se prepara a passarela| Diary of a Model | Vogue

A modelo Grace Elizabeth chegou a Milão, recém-noiva e pronta para passear no desfile de moda Moschino Primavera Verão 2020. Grace começa o dia de folga olhando o teto por 15 minutos, depois sai para comer e pratica sua caminhada antes do grande show.

iPhone 11 Pro nos bastidores – Primeira olhada no novo sistema de câmera tripla – Apple

O fotógrafo Justin Bettman cria cenas elaboradas e detalhadas em locais inesperados. Confira o processo por trás da produção, pois Justin cria uma imagem maior usando o sistema de três câmeras do iPhone 11 Pro.

Nos EUA, iPhone 11 chega às lojas com fãs e presença de Tim Cook

Demanda por aparelhos já não é mais a mesma de anos anteriores; na China, lojas em Xangai e Pequim também somavam apenas dezenas de clientes

Ryan Romero foi de Las Vegas a Nova York para comprar o novo iPhone 11

Anunciado com alarde há pouco mais de uma semana, o novo iPhone 11 chegou às lojas dos EUA e diversos outros países nesta sexta-feira, 20. Na maior parte dos lugares, as filas não chamaram a mesma atenção que em outros anos, quando pessoas dormiam na porta das Apple Stores para conseguir um novo celular. 

Nos Estados Unidos, um cenário com dezenas de fãs se repetiu em diversos Estados. A diferença ficou por conta da nova loja da Apple em Nova York, inaugurada nesta sexta-feira, com a presença do presidente executivo da empresa, Tim Cook. O estabelecimento fica na tradicional Quinta Avenida, a poucos passos do Central Park – e pode-se dizer que era mais que só comprar um produto: era como esperar por uma celebridade na fila.

O primeiro da fila foi Ryan Romero, 24 anos e morador de Las Vegas. “Quando eu saí da loja, comecei a chorar. É algo que você não pode saber como é até experimentar um lançamento da Apple”, disse ele ao jornal americano USA Today. Ele chegou à fila à meia noite, com mais ou menos outras 50 pessoas. A Apple não forneceu estimativas de filas. 

Consumidores na nova loja da Apple em Nova York, a poucos metros do Central Park
Consumidores na nova loja da Apple em Nova York, a poucos metros do Central Park

Na China, poucas filas

As filas nas lojas de Xangai e Pequim, que somavam poucas dezenas de clientes, contrastavam fortemente com os anos anteriores, quando centenas costumavam esperar horas fora das lojas da Apple para serem as primeiras a comprar seus últimos produtos.

O desempenho de vendas da última linha de dispositivos da gigante da tecnologia norte-americana está sendo observado de perto no maior mercado de smartphones do mundo, onde a Apple vem perdendo espaço para concorrentes com aparelhos mais baratos e cheios de recursos nos últimos anos.

Mas grande parte do alarde na China foi online, onde as pré-vendas do iPhone 11, com preços entre US$ 700 e US$ 1.450, começaram na semana passada.

Analistas disseram que a Apple teve um começo de ciclo melhor do que o último um ano atrás. O site de comércio eletrônico chinês JD.com disse que as pré-vendas do primeiro dia do iPhone 11 aumentaram 480% em comparação com as vendas comparáveis do iPhone XR no ano passado.

O lançamento do iPhone 11 nas lojas na China ocorreu um dia depois que a fabricante chinesa de smartphones Huawei anunciou novos smartphones que eram mais compactos, com câmeras mais sensíveis e telas melhores que as do iPhone mais recente, apesar de minimizar as preocupações sobre a falta de acesso aos aplicativos populares do Google.

A Huawei viu um aumento no apoio dos consumidores chineses depois que a marca foi envolvida em uma guerra comercial entre os Estados Unidos e a China, que por sua vez consumiu a participação de mercado da Apple no país. / COM REUTERS

Fotos: depois de quase três anos, Apple Fifth Avenue é reaberta com presença de Tim Cook

Senhoras e senhores, finalmente: depois de quase três anos, a loja mais icônica da Maçã está, novamente, com as portas do seu famoso cubo de vidro abertas para o grande público.

Cook foi ao Twitter celebrar a reinauguração e compartilhar algumas fotos (atenção para a primeira com o rapaz tirando selfies com um smartphone Android)

Apenas como uma breve recapitulação dos últimos 974 dias, a Apple Fifth Avenue, em Nova York, fechou para reformas em 20 de janeiro de 2017, mudando-se temporariamente para um espaço logo atrás da loja principal — onde, anteriormente, funcionava a famosa loja de brinquedos FAO Schwarz. De lá para cá, muita coisa aconteceu: o cubo de vidro foi removido, surgiram imagens de uma maquete da reforma e discutimos rumores, não concretizados, de que o cubo viraria um estúdio da rádio Beats1.

Nova Apple Fifth Avenue

Bom, isso tudo está no passado — o que importa é que agora a loja já está entre nós. A nova vice-presidente sênior de varejo da Maçã, Deirdre O’Brien, já tinha exposto alguns detalhes sobre a nova Apple Fifth Avenue na última keynote da empresa; hoje, entretanto, podemos admirar a beleza interna do novo espaço por meio de várias fotos divulgadas oficialmente pela gigante de Cupertino.

Nova Apple Fifth Avenue
Nova Apple Fifth Avenue

Como podemos ver pelas imagens, a Apple (e o estúdio de arquitetura Foster+Partners, parceiro tradicional da Maçã) fez uma renovação radical na área interna da loja. O aspecto de calabouço, com luzes artificiais e tons cinzentos saiu, e no lugar dele chegou um espaço arejado — ainda que totalmente subterrâneo — com dezenas de pequenas claraboias (algumas das quais, na praça acima da loja, são integradas a bonitos bancos circulares).

Nova Apple Fifth Avenue

Um detalhe muito legal está nesses anéis de luz integrados às partes internas das claraboias. Dotados de uma espécie de tecnologia True Tone própria, eles podem ajustar a temperatura de cor da luz emitida de acordo com a luz solar (ou falta dela), criando um ambiente sempre banhado em tons quentes e aconchegantes.

Além disso, a loja quase dobrou de tamanho e seu pé-direito foi significativamente aumentado, ampliando ainda mais a sensação de leveza — efeito potencializado pela presença de vegetação interna, que tem se tornado comum em Apple Stores recentes.

Nova Apple Fifth Avenue

O espaço conta com o tradicional telão para as sessões Today at Apple, duas Boardrooms para reuniões internas e uma sala chamada de Experience Room, que parece com uma sala de estar real e serve para demonstrar a integração dos produtos e serviços da Apple — e, atualmente, ela é focada numa demonstração prática do funcionamento dos HomePods.

Nova Apple Fifth Avenue
Experience Room | Foto: The Verge

O cubo de vidro em si permanece o mesmo, mas a escadaria central, quanta diferença: sai a famosa construção em vidro e chega, no lugar dela, uma nova (e belíssima) estrutura em aço inoxidável, com 43 degraus flutuantes que se integram ao guarda-corpo em peça única de vidro e ao alçapão central, com um elevador.

Nova Apple Fifth Avenue
Nova Apple Fifth Avenue
Fotos: The Verge

Vale notar que a reforma adicionou duas entradas adicionais à loja, nas laterais, para evitar as tradicionais filas nos portões do cubo; ambas contam com escadarias esculpidas em pedra, como temos visto em outras Apple Stores recentes.

Nova Apple Fifth Avenue
Nova Apple Fifth Avenue
Fotos: 9to5Mac

Por ser tradicionalmente a loja mais visitada da Apple no mundo, a Maçã montou uma verdadeira operação de guerra para garantir que todos os clientes sejam atendidos, seja na área de vendas ou na de suporte técnico. Segundo a empresa, a nova Apple Fifth Avenue tem 900(!) funcionários, que falam mais de 30 idiomas; os balcões do Genius Grove, agora, estendem-se por toda a loja, para que sempre haja espaço para consultas.

A inauguração

A Apple Fifth Avenue reabriu oficialmente as portas hoje, às 8h da manhã no horário local. O timing foi oportuno — centenas de clientes, afinal, formaram filas para comprar seus novos iPhones e Apple Watches no primeiro dia de vendas (e conhecer o novo espaço, naturalmente).

Tim Cook foi o mestre de cerimônias da manhã: o CEO da Maçã cumprimentou pessoas na fila, tirou selfies, participou da contagem regressiva e abriu as portas da nova loja, integrando-se aos empregados da Apple Store para receber os clientes e distribuir high fives aos recém-chegados. Quem também esteve por lá, naturalmente, foi Deirdre O’Brien, chefona de varejo da empresa.

O próprio Cook foi ao Twitter celebrar a reinauguração e compartilhar algumas fotos (atenção para a primeira com o rapaz tirando selfies com um smartphone Android):

O cubo está de volta! Nossa loja na Quinta Avenida sempre foi um lugar especial para a Apple e visitantes do mundo inteiro. Nós amamos Nova York!

A Apple Fifth Avenue, como anteriormente, ficará aberta 24 horas por dia durante os 365 dias do ano — e vocês já podem voltar a considerar uma visitinha à Big Apple. Boa viagem! 😀 [MacMagazine]

Demi Moore relata experiência de quase morte por overdose: “Estava flutuando acima do meu corpo”

A atriz teve uma overdose e foi para a reabilitação após se separar do ex-marido, Ashton Kutcher, em 2012

Inside Out: A Memoir: Demi Moore

Demi Moore está cheia de histórias para contar na sua autobiografia, Inside Out. Em mais um trecho do livro, agora a atriz relata que teve uma experiência de quase morte em 2012, quando teve uma overdose após se separar do ex-marido, Ashton Kutcher.

Na ocasião, Demi convulsionou por conta de uma overdose por inalar óxido nitroso e fumar maconha sintética durante uma festa que ela mesma estava dando em sua mansão em Los Angeles

“Tudo ficou embaçado e eu podia ver a mim mesma de cima. Eu estava flutuando acima do meu corpo, em cores rodopiando, e parecia que essa talvez fosse minha chance: eu podia deixar a dor e vergonha da minha vida para trás”, relatou a atriz, segundo trechos divulgados pelo portal Radar Online na última sexta-feira (20).

Até então, a protagonista do filme clássico Ghost nunca havia falado publicamente sobre sua overdose ou até mesmo sobre a festa. Mas ela não está poupando detalhes de nenhum momento da sua vida na nova autobiografia.

“Eu fiz o que outras pessoas estavam fazendo: dei um trago de óxido nitroso, e quando o baseado chegou até mim no sofá da minha sala de estar, eu fumei um pouco de maconha sintética (se chamava Diablo, apropriadamente)”, escreveu ela em suas memórias.

Quando ela começou a convulsionar, seus amigos chamaram a ambulância. Segundo registros da época, quando os paramédicos chegaram eles pensaram que ela estivesse morrendo de câncer porque ela estava muito magra.

Demi foi “ressuscitada” e levada ao hospital. Logo em seguida, ela entrou na reabilitação após seus três filhos e Bruce Willis, seu ex-marido antes de Ashton, cortarem seu dinheiro. Desde então, Demi está limpa.

Casamento com Ashton Kutcher
Em seu livro, Demi também entra em detalhes a respeito do seu casamento com Ashton Kutcher e tudo que a prejudicou dentro do relacionamento com o ator, que é 15 anos mais novo que ela.

A atriz revelou que passou por duas noitadas de sexo a três com o ex-marido, que depois foram usadas para justificar as traições dele. Segundo o Radar Online, Demi relata que aceitou a proposta de ménage a trois para satisfazer o marido e provar “quão divertida e jovem ela poderia ser”, mas que a decisão foi “um erro”.

Ashton traiu Demi com duas mulheres diferentes, Brittney Jones e Sara Leal, e alegou que as duas noites de sexo a três foram o que o instigou a praticar a traição. A atriz também alega que ele a fez voltar a beber novamente após 20 anos sóbria.

Os dois foram casados de 2005 a 2012, quando se separaram. Demi Moore continua solteira, enquanto Ashton Kutcher se casou novamente em 2015, com a atriz Mila Kunis, com quem tem dois filhos.

Luca Meneghel for Vogue Portugal with Nana Skovgaard

Photography: Luca Meneghel. Styling: Michele Bagnara. Hair & Makeup: Luciano Chiarello. Model: Nana Skovgaard.

Pequim inaugura maior terminal de aeroporto do mundo em formato de estrela-do-mar

A obra de US$ 11,5 bilhões pretende desafogar o tráfego aéreo
POR MARIANE REGHIN | FOTOS GETTY IMAGES

O Aeroporto Internacional de Pequim-Daxing (PKX) está sendo inaugurado hoje em Pequim, na China. Considerado o maior terminal de aeroporto do mundo, a construção única tem 700 mil m², o que equivale a 90 campos de futebol, e inicia suas operações nesta sexta-feira (20/09) ao receber o voo da China Southern Airlines, realizado no maior avião do mundo, Airbus A380.

Chamado de “estrela-do-mar”, devido ao formato do terminal, o aeroporto custou US$ 11,5 bilhões e levou cinco anos para ser construído. O projeto com design futurista e curvas sinuosas é assinado pela arquiteta iraquiana-britânica Zaha Hadid, primeira mulher a receber o Pritzker, a maior premiação da arquitetura.

A tecnologia está presente no atendimento do terminal que oferece robôs para orientarem os passageiros. O PKX tem a meta inicial de receber 45 milhões de passageiros anuais, chegando a 72 milhões em 2025.

Armani apresenta linha primavera leve e arejada em Milão

Estilista selecionou cores suaves e cortes folgados para a coleção exibida na Semana da Moda italiana
MARIE-LOUISE GUMUCHIAN – REUTERS

Modelos apresentam criações da Emporio Armani durante a Semana da Moda de Milão, na Itália. Foto: Matteo Bazzi/EPA/EFE

O estilista italiano Giorgio Armani escolheu uma silhueta leve e arejada para a linha Emporio Armani que exibiu na Semana da Moda de Milão, nesta quinta-feira, 19. Ele selecionou cores suaves e cortes folgados para a coleção de primavera da marca.

O profissional veterano, chamado afetuosamente de ‘Rei Giorgio’ na Itália, batizou a coleção primavera/verão 2020 de Ar, sublinhando o visual das roupas.

Tons suaves de rosa, azul, cinza e bege dominaram a passarela, em que as modelos desfilaram sob uma iluminação de céu azul com jaquetas e calças enrugadas, estas retas ou na altura do tornozelo.

As calças apareceram listradas, em seda e com risca de giz, e às vezes também com transparências, e as jaquetas eram de gola redonda, wrap around ou atadas no pescoço. Os guarda-pós e blazers eram brilhantes ou com tule bordado, e os tops cortados ou longos e soltos.

Cortes folgados marcaram as criações de Giorgio Armani na Semana da Moda de Milão.
Cortes folgados marcaram as criações de Giorgio Armani na Semana da Moda de Milão. Foto: Tiziana FABI/AFP

O estilista de 85 anos, conhecido por seus desenhos simples e elegantes, apresentou uma variedade de vestidos de tule que também eram leves e arejados. As modelos ainda vestiram macacões e cintos prateados grandes.

“A cidade é o horizonte, a atitude é descontraidamente feminina”, dizia o catálogo. “Uma coleção na qual as linhas limpas vêm de um jogo de subtrações… o equilíbrio de cores e superfícies suaves que são gastas, enrugadas, atenuadas ou trabalhadas criam uma sintaxe de estilo vaporoso e imaterial.”

Vestidos e macacões leves da Emporio Armani fazem partes da coleção primavera/verão 2020 que foi intitulada de 'Ar'.
Vestidos e macacões leves da Emporio Armani fazem partes da coleção primavera/verão 2020 que foi intitulada de ‘Ar’. Foto: Alessandro Garofalo/Reuters

Embora a paleta de cores fosse sobretudo neutra, houve rompantes de verde ácido e azul brilhante pontuando a apresentação, que ainda incluiu trajes de verão folgados e calças para homens, às vezes sem camisa.

Para a moda noite, a iluminação da passarela escureceu e as modelos desfilaram em vestidos prateados cintilantes adornados com lantejoulas e cristais reluzentes. Tops prateados metálicos foram combinados com calças leves com transparências.

Cores neutras também foram a marca do desfile da Armani na Semana da Moda de Milão.
Cores neutras também foram a marca do desfile da Armani na Semana da Moda de Milão. Foto: Alessandro Garofalo/Reuters

As modelos usaram chapéus e óculos escuros e carregaram bolsas de plexiglas. Os calçados consistiram em uma gama de sapatilhas enfeitadas com brilhos e sandálias, além de tênis prateados chamativos, alguns até o joelho.

Tons suaves de rosa, azul, cinza e bege dominaram a passarela.
Tons suaves de rosa, azul, cinza e bege dominaram a passarela. Foto: Alessandro Garofalo/Reuters

A Semana da Moda de Milão é a terceira etapa da temporada de um mês de desfiles primavera/verão 2020, que começou em Nova York e inclui Londres e Paris.

Os desfiles de Milão, que incluíram apresentações de outros pesos pesados da moda como Gucci, Versace e Dolce & Gabbana, vão até segunda-feira, 23.

Toni, filha de Chris Cornell lança música ‘Far Away Places’ produzida e gravada com ele antes de morte trágica

Canção composta pela adolescente em 2015 foi produzida e gravada pelo pai dela em seu estúdio em Miami. Ouça!
MONET-NET

O músico Chris Cornell (1964-2017) com a filha Toni Cornell (Foto: Instagram)

A filha de 15 anos do músico Chris Cornell (1964-2017) lançou uma música inédita produzida e gravada com o pai dela antes de sua morte trágica, por suicídio, em maio de 2017. Toni Cornell contou ao site da revista People ter escrito a canção ‘Far Away Places’ quando tinha 12 anos. Depois, a música foi produzida pelo pai dela no estúdio dele em Miami.

A música foi divulgada no YouTube e pode ser ouvida ao final do texto. Segundo Toni, ela e o pai trabalharam juntos na música, mas não chegaram a apresentá-la em público.

Toni Cornell, filha do músico Chris Cornell (1964-2017) (Foto: Instagram)

Com ambições de construir uma carreira na indústria musical, Toni ainda era criança quando se apresentou ao lado do pai em 2015, em um show solo de Chris Cornell no Beacon Theater de Nova York. Os dois apresentaram juntos a canção ‘Redemption Song’.

Logo após à morte de seu pai, Toni fez uma homenagem ao pai durante o programa de TV ‘Good Morning America’, cantando ‘Hallelujah’, clássico do músico Leonard Cohen. Já no Dia dos Pais de 2018 ela divulgou no YouTube uma gravação antiga feita por ela e o pai de um cover de ‘Nothing Compares 2 U’, do Prince.

Chris Cornell tinha 52 quando foi encontrado sem vida em hotel no qual estava hospedado na cidade de Detroit, no estado norte-americano de Michigan. De seu segundo casamento, além de Toni ele deixou o filho Christopher (14 anos). Ele também era pai de Lilian Jean (19 anos), de seu primeiro casamento.

Ouça a canção divulgada por Toni Cornell: