Ex-manicure, Kerolyn Soares é a nova top model brasileira

Natural do Mato Grosso do Sul, ela fez 21 desfiles na temporada de 2020 internacional
Gilberto Júnior

Kerolyn Soares para a Givenchy Foto: Peter White / Getty Images

Na manhã desta terça-feira, logo depois de riscar a passarela da Chanel pela segunda vez, a modelo Kerolyn Soares , de 23 anos, se encontrava em êxtase. Meio sem acreditar no que estava acontecendo, ela seguiu para seu último compromisso da temporada: a apresentação da Lacoste. “Fiz 21 desfiles ao todo, entre Milão e Paris”, contou, toda orgulhosa. “Quando penso em  tudo que fiz para chegar até aqui… Lutei tanto e continuo correndo atrás diariamente. Graças a Deus, estou sendo muito bem recompensada e estou trabalhando lindamente.” E está mesmo. Nos lançamentos para o verão 2020 internacionais, brilhou na Versace, Max Mara, Missoni, Lanvin e Jil Sander, além de abrir os desfiles da Nina Ricci e da poderosa Hermès. “Também fiquei feliz de estar novamente no casting da Saint Laurent. Tenho uma identificação com a marca.”

Natural do Mato Grosso do Sul, Kerolyn agora é apontada como a nova top model brasileira. Mas antes de triunfar na  indústria da moda, trabalhou como manicure em sua cidade natal, Naviraí, para ajudar a família. “Foram dois anos fazendo unha de casa em casa. Era um jeito de dividir as despesas com meus pais. Estou nesse ramo por mim e por eles, quero dar uma vida melhor para a gente”, disse ela, que começou a chamar a atenção em fevereiro, ao desfilar para a Prada. “Hoje, consigo ajudar meus pais. Aliás, meu namorado vai morar comigo aqui na Europa. Ele chega no começo de outubro. Só tenho motivos para agradecer.” Entre seus grandes incentivadores, a modelo cita os agentes Anderson Meyer e Luiz Pretti, da Another Agency.

“Estou realmente orgulhosa desse feito. Em Milão, fiz 10 desfiles e meus bookers falaram que seria mais complicado em Paris. Mas fiz 11 na capital francesa. Ou seja: bati meu próprio recorde.”

Kerolyn Soares, de 23 anos, é a nova sensação das passarelas. Na temporada de verão 2020 internacional, foi vista em 21 passarelas, entre elas a grife Hermès (foto) Foto: Victor VIRGILE / Gamma-Rapho via Getty Images
Kerolyn Soares para a Versace Foto: Vittorio Zunino Celotto / Getty Images
Kerolyn Soares para Saint Laurent Foto: Stephane Cardinale – Corbis / Corbis via Getty Images
Kerolyn Soares para a Chanel Foto: Rindoff/Charriau / Getty Images
Kerolyn Soares para a Nina Ricci Foto: Victor VIRGILE / Gamma-Rapho via Getty Images

The Spring-Summer Ready-to-Wear 2020 Show – CHANEL

Todos os looks da nova coleção de roupas prontas para vestir da Virginie Viard, apresentada no Grand Palais in Paris.

Soundtracks :
Stereolab : Come And Play In The Milky Night
(Tim Gane, Laetitia Sadier)
Duophonic / Warp Records / Domino Publishing Co Ltd.

Stereolab : Neon Beanbag (Atlas mix)
(Tim Gane, Laetitia Sadier)
4AD / Domino Publishing Co Ltd.

Leon Ware : French Waltz
(Leon Ware)
Universal Music / Sony ATV

Stereolab : Percolator
(Tim Gane, Laetitia Sadier, Sean O Hagan)
Duophonic / Warp Records / Domino Publishing Co Ltd

Stereolab: French Disko
(Tim Gane, Laeticia Sadier)
Duophonic / Warp Records / Domino Publishing Co Ltd / Universal Music Publishing

Harry teme pela vida de Meghan Markle: “Medo que a história se repita”

Em carta, príncipe afirmou que processou tablóide por assédio a duquesa de Sussex
MARIE CLAIRE

Meghan e Harry em visita à África do Sul (Foto: Getty Images)

Em carta divulgada nesta terça (1º), príncipe Harry afirmou que sente medo do assédio da imprensa e dos paparazzi em cima de Meghan Markle, com medo de que se repita o que aconteceu com sua mãe, a princesa Diana (1961-1997). 

Na publicação, ele faz uma comparação com o acidente que vitimou sua mãe, na qual o carro em que ela estava bateu em um túnel de Paris fugindo da perseguição de fotógrafos. “Não posso nem começar a descrever como foi doloroso”.

“Meu maior medo é que a história se repita. Vi o que acontece quando alguém que amo não é tratado como uma pessoa comum. Perdi minha mãe e vejo que minha mulher está sendo vítima da mesma coisa. Minha mulher se tornou uma das mais recentes vítimas da imprensa britânica de tablóides que realiza campanha contra indidívuos sem pensar nas consequências. Uma campanha implacável que se intensificou ao longo do ano passado, durante a gravidez e ao criar nosso filho recém-nascido”.

Ele, que processou a coorporação Associated Newspapers e o Mail por causa de assédio, contou na carta que os procedimentos de segurança de Meghan foram vazados e publicados pela imprensa. “Sou testemunha silenciosa do sofrimento particular [sobre sua mulher]. Chega um momento na vida que a única coisa a fazer é ir de frente a esse comportamento, pois ele destrói vidas e pessoas”.

A carta termina com o príncipe Harry agradecendo o povo britânico pelo apoio a diquesa de Sussex. “Embora não possa parecer, nós precisamos muito disso”.

Carrefour adquire participação em fintech para oferecer contas digitais

Por meio da fintech Ewally, o Carrefour vai oferecer uma conta digital que permitirá aos clientes pagar contas, transferir dinheiro, realizar cobranças e recargas de celular e bilhete de transporte
Por Flavia Alemi – O Estado de S. Paulo

O Carrefour pretende firmar parcerias com startups a fim de agilizar sua transformação digital

O Carrefour Brasil anunciou nesta terça-feira,1, a compra de 49% da fintech Ewally, com o objetivo de oferecer aos clientes uma conta digital administrada por meio de aplicativo. O valor da transação não foi revelado e está acordada uma opção de compra do controle pelo Carrefour após três anos.

Segundo o presidente executivo do Banco Carrefour, Carlos Mauad, a Ewally possui uma arquitetura que permite customizar as contas digitais, de modo que elas cheguem aos clientes com a cara do Carrefour. “A previsão é que até o final do ano já estejamos rodando um piloto nos nossos pontos de venda”, afirmou Mauad ao Broadcast.

Por meio da Ewally, o Carrefour vai oferecer uma conta digital que permitirá aos clientes pagar contas, transferir dinheiro, realizar cobranças e recargas de celular e bilhete de transporte. De acordo com Mauad, a plataforma é mais inclusiva do que o cartão Carrefour: por não oferecer crédito, não há necessidade de análise nos órgãos de proteção ao crédito.

“Os descontos e promoções que oferecemos aos nossos clientes que têm o cartão de crédito Carrefour serão estendidos a quem tiver a conta digital”, disse Mauad.

A aquisição da participação na fintech faz parte do plano do Carrefour de firmar parcerias com startups a fim de agilizar a transformação digital da companhia. Além da Ewally, o Carrefour tem contratos com a Rappi, na logística, e com a Cyber Cook, para criação de conteúdo.

“Queremos empurrar essa agenda no sentido de aprender como o cliente vai utilizar a plataforma de pagamento. O principal, agora, é ensinar esses clientes e tocá-los ao ponto de criar a digitalização”, afirmou a presidente executiva do Carrefour E-Business Brasil, Paula Cardoso.

No comunicado ao mercado sobre a operação, Mauad fala do potencial de alcance do produto. “Atualmente, um a cada três brasileiros ainda é desbancarizado, o que significa mais de 45 milhões de pessoas. Esse grupo movimenta, anualmente, cerca de R$ 800 bilhões e é essa fatia da população que queremos alcançar com esta solução inclusiva”.

Marco van Rijt for Telegraph Luxury with Nora Attal

Photography: Marco van Rijt. Styling: Sophie Warburton. Hair: Josefin Gligic. Makeup: Regina Törnwall. Casting: Megan McCluskie. Model: Nora Attal.

Em áudio vazado, Zuckerberg diz que poderia ter sido demitido do Facebook

Fundador da rede social defende sua posição de controle absoluto da companhia

Zuckerberg diz que poderia ter sido demitido do Facebook 

Se não concentrasse tanto poder dentro da companhia, Mark Zuckerberg já teria sido demitido do Facebook em diferentes ocasiões. Quem admite isso é o próprio fundador da rede social em áudio vazado, obtido pelo site The Verge. Segundo a publicação, a gravação foi feita em julho durante um encontro em formato de perguntas e respostas entre Zuckerberg e seus funcionários. 

“Uma das coisas de que tive sorte construindo essa companhia é que tenho controle de votação. Isso é algo que foquei desde o começo. E foi importante porque, sem isso, houve diversos pontos onde eu teria sido demitido. Certeza, certeza…”, disse ele. Zuckerberg defendia aos funcionários sua posição de manter controle absoluto da empresa. 

Entre os momentos de possíveis de demissões citados por ele estão quando o Yahoo! fez uma oferta para comprar a companhia em 2006 por US$ 1 bilhão. Zuckerberg disse que se não tivesse poder de votação, o conselho da empresa da época teria demitido ele e optado pela venda – segundo ele, a venda frustrada fez os executivos no comando abandonarem a empresa. 

Outro momento decisivo foi em julho de 2018, quando o Facebook perdeu US$ 120 bilhões em valor de mercado, registrando a maior perda em dia único da história de empresas de capital aberto nos EUA. 

O argumento do executivo é de que a companhia pode focar em estratégias de longo prazo, que ignoram as pressões do conselho e de acionistas a cada resultado financeiro trimestral, o que, segundo ele, é o que acontece com muitas empresas de capital aberto. Para Zuckerberg, essa estrutura permitiu que a empresa se tornasse o gigante que é atualmente. 

Após o o escândalo da Cambridge Analytica, surgiram rumores de que uma ala dos membros do conselho queria remover poderes do executivo, o que não aconteceu.  

Ignorar audiências 

No áudio, de cerca de duas horas, Zuckerberg tocou em diferentes temas, como sua ausência em audiências com congressistas de diferentes países, a vontade de políticos americanos de desmembrar a empresa, o crescimento do TikTok e o lançamento da moeda digital libra.

Sobre as audiências, ele disse: “Não vou a todas as audiências ao redor do mundo. Muitas pessoas diferentes querem fazer isso. Quando os problemas surgiram no ano passado por conta da Cambridge Analytica, fui às audiências nos EUA e na União Europeia. Não faz sentido para mim ir a audiências em cada país que quer que eu apareça e, francamente, não tem jurisdição para exigir isso. Mas as pessoas usarão a minha posição e a da companhia para nos criticar… Temos que lidar com isso”, disse.   

Zuckerberg demonstrou insatisfação sobre um possível processo de desmembramento da companhia. “Se [a senadora Elizabeth Warren] for eleita presidente, aposto que teremos um desafio legal, e apostaria também que venceríamos. Isso é um saco para a gente? Sim. Eu não quero encarar um grande processo contra nosso próprio governo”, disse. 

Em relação ao crescimento do TikTok, o executivo citou o novo app da empresa, Lasso, que se apresenta como arma do Facebook contra o aplicativo chinês. Zuckerberg disse que a estratégia será ganhar mercados onde o TikTok ainda não decolou para depois encarar o rival em mercados onde é popular. 

Zuck gostou do vazamento

Após a publicação da reportagem, Zuckerberg compartilhou o link para a reportagem, o que aparentemente demonstra que o vazamento não desagradou o fundador da rede social. “Você pode ver uma versão sem filtros do que falo para os funcionários”, disse.  

Aves de Rapina: veja primeiro trailer do filme de Arlequina após rompimento com o Coringa

Margot Robbie volta ao papel da personagem em novo filme
Carla Menezes – O Estado De S.Paulo

Aves de Rapina | Arlequina quer emancipação no primeiro trailer do filme

A Warner Brothers divulgou nesta terça-feira, 1º, o primeiro trailer de Aves de Rapina: Arlequina e sua Emancipação Fantabulosa. O filme dará continuidade à história de Harley Quinn, a Arlequina (Margot Robbie), e mostrará como a personagem lida com o término de seu relacionamento com o Coringa.

No trailer, é possível ver Harley Quinn vivendo os altos e baixos de um fim de relacionamento e questionando o propósito da existência de uma arlequina: “A função do arlequim é servir. Ele não é nada sem um amo. E ninguém dá a mínima para o que somos além disso”, diz ela nos primeiros segundos do vídeo.

Quando Harley Quinn monta uma equipe formada por Canário Negro, Renee Montoya e Caçadora, ela parece ganhar uma nova vida. Elas se juntam para proteger uma jovem do mafioso Roman Sionis, o Máscara Negra (Ewan McGregor).

Margot Robbie (Eu, Tonya) volta a interpretar a Arlequina. O elenco também conta com Ewan McGregor (Moulin Rouge), Mary Elizabeth Winstead, Rosie Perez e Jurnee Smollett-Bell. O longa é dirigido por Cathy Yan (Dead Pigs) e chega aos cinemas em 6 de fevereiro de 2020.

Marvel, Pixar e clássicos: Amazon fecha acordo com Disney e incorpora títulos da empresa ao catálogo

Entre os filmes e séries que chegam ao Prime Video, estão ‘Vingadores: Ultimato’, ‘American Horror Story’ e a nova versão de ‘O Rei Leão’; confira a lista
Thaís Ferraz – O Estado De S.Paulo

Cena do filme ‘Vingadores: Ultimato’, com Robert Downey Jr. Foto: Marvel

A Amazon vai incorporar dezenas de produções da Disney ao catálogo do seu serviço de streaming, o Prime Video. O anúncio foi feito nesta terça-feira, 1, e o período do acordo está limitado a um ano.

Entre os títulos que entrarão no catálogo da Amazon, estão sucessos recentes de bilheteria, como Vingadores: Ultimato e Capitã Marvel, além de novas versões de clássicos da Disney em live-action, como O Rei Leão e Aladdin.

Títulos da Pixar também estão no acordo. O Prime Video contará, por exemplo, com Os Incríveis e Vida de Inseto. Algumas séries também chegarão ao catálogo: entre elas, estão Grey’s Anatomy, American Horror Story e How I Met Your Mother.

As produções entram no catálogo a partir desta terça-feira e ficarão disponíveis até setembro de 2020. Com a previsão da chegada da plataforma Disney+ à América Latina, provavelmente no segundo semestre de 2020, a empresa deve deixar de licenciar os títulos a terceiros.

Confira a lista de títulos da Disney que chegarão ao Amazon Prime Video

  • Capitã Marvel;
  • Vingadores: Ultimato;
  • Homem de Ferro;
  • Thor: O Mundo Sombrio;
  • Doutor Estranho;
  • Guardiões da Galáxia Vol. 2;
  • O Rei Leão;
  • Aladdin;
  • O Retorno de Mary Poppins;
  • O Quebra-Nozes e os Quatro Reinos;
  • A Bela e a Fera;
  • Malévola;
  • Malévola: Dona do Mal;
  • WiFi Ralph – Quebrando a Internet;
  • Operação Big Hero;
  • Enrolados;
  • Toy Story 1 a 4;
  • Zootopia;
  • Moana;
  • A Princesa e o Sapo;
  • Lilo & Stitch;
  • Grey’s Anatomy (todas as temporadas);
  • The Walking Dead (todas as temporadas);
  • American Horror Story (todas as temporadas);
  • How I Met Your Mother (todas as temporadas).

Rapper Skepta e Adele estão namorando, diz The Sun

Rapper Skepta e Adele

De acordo com o The Sun , o rapper Skepta e Adele estiveram em uma série de encontros recentemente após o divórcio da cantora com Simon Konecki. Aparentemente, os amigos estão “esperando e prevendo” que eles acabarão se tornando um “ótimo casal”. Por enquanto, eles estão testando as coisas, mas a publicação relata que eles estão se vendo desde que Adele se separou de seu ex-marido em abril. Mais recentemente, os dois foram vistos comemorando o aniversário de 37 anos de Skepta em 19 de setembro na experiência Crystal Maze em Londres.

“Adele e Skepta estão lá muito depois do término de ambos os relacionamentos. Eles têm um vínculo estreito e há definitivamente uma conexão especial “, disse uma fonte à publicação. Os dois são nativos de Tottenham, sul de Londres. Eles se conhecem há alguns anos – na verdade, Skeppy disse anteriormente que era ela quem o impedia de parar de tocar música.

Adele tem um filho, Angelo, 6, enquanto Skepta tornou-se pai há cerca de um ano. O rapper, cujo nome verdadeiro é Joseph Junior Adenuga Jr., já disse em 2016 que conversava há tempos com Adele.