Saiba tudo sobre a 43.ª edição da Mostra Internacional de Cinema

Valores dos ingressos, data de abertura das vendas e filmes exibidos

ctv-ic6-wasp-network
Cena do filme ‘Wasp Network’, com Penélope Cruz, Wagner Moura e Gael García Bernal Foto: RT Features

Mostra Internacional de Cinema de 2019 irá exibir cerca de 300 filmes inéditos. Entre os dias 17 e 30 de outubro, 34 salas de 28 locais de exibição, entre salas de cinema, espaços culturais, CEUS e museus recebem a programação do evento. O Caderno 2 preparou um guia com todas as informações da 43.ª edição da Mostra. Confira:

Quando acontece?

A Mostra começa em 17 de outubro e segue até o dia 30. Mas, como nas outras edições, há uma semana extra de programação, conhecida como repescagem, que traz novas sessões. Em 2019, essa semana acontece entre os dias 31 de outubro e 7 de novembro.

Como comprar ingressos para a Mostra Internacional de Cinema?

Os pacotes de ingressos e as entradas permanentes para o evento começarão a ser vendidos neste sábadodia 12a partir das 11h. Os pacotes de ingressos podem ser comprados na Central da Mostra, nos pontos de exibição e online, no site veloxtickets.com. Confira os endereços:

Central da Mostra

  • Endereço: Av. Paulista, 2073 (Conjunto Nacional)
  • Informações: A partir do dia 07/10, das 12h às 18h
  • Vendas de pacotes: De 12 a 30/10, das 11h às 21h

Estande da Mostra para troca de ingressos

  • Endereço: Shopping Frei Caneca, rua Frei Caneca, 569 (3º andar).
  • Trocas: De 17 a 30/10, das 12h às 21h

Quanto custam os ingressos?

O valor varia de acordo com o pacote. São cinco opções:

  • Ingressos avulsos: R$ 20 (de segunda a quinta) e R$ 24 (de sexta a domingo)
  • Pacote com 20 ingressos: R$ 220
  • Pacote com 40 ingressos: R$ 374
  • Permanente especial (de segunda a sexta, até 17h55): R$ 117
  • Permanente integral (acesso total, em todos os dias e horários): R$ 500

Obs.: Os ingressos avulsos estarão disponíveis no dia de cada sessão, somente nas salas de exibição.

ctv-1nx-48848112606 9f1e63e531 c
Mario Mazzilli, Laís Bodanzky, Alexandre Youssef, Renata de Almeida, Daniso Santos de Miranda e Claudiney Ferreira em coletiva de imprensa da Mostra de Cinema de São Paulo 2019 Foto: Mario Miranda Filho/Agência Foto

Quem são os homenageados? 

O diretor palestino Elia Suleiman recebe o Prêmio Humanidade; seu trabalho mais recente, O Paraíso Deve Ser Aqui, foi premiado no Festival de Cannes e compõe a programação da Mostra. 

O diretor israelense Amos Gitai recebe o prêmio Leon Cakoff. Dois de seus longas, Berlim-Jerusalém (1989) e Kadosh – Laços Sagrados (1999) terão sessões especiais em homenagem aos seus aniversários de lançamento. 

Quais filmes são os destaques desta edição?

Os filmes brasileiros representam 20% da programação. Entre eles, está A Vida Invisível, de Karim Aïnouz, premiado em Cannes e indicado pela Academia Brasileira de Cinema para concorrer a uma vaga no Oscar de filme estrangeiro. Como o longa de Aïnouz, outros 11 filmes indicados por seus países para tentar concorrer ao Oscar integram a programação. Entre eles, Parasita, do sul-coreano Bong Joon-ho, que venceu a Palma de Ouro em Cannes, e mais títulos que fizeram sensação na Croisette. O Paraíso Deve Ser Aqui, do palestino Elia Suleiman, e Papicha, de Mounia Meddour, da Argélia.

Confira a lista de destaques:

  • Parasita, de Bong Joon-ho
  • Wasp Network, de Olivier Assayas
  • Dois Papas, de Fernando Meirelles
  •  A Vida Invisível, de Karim Aïnouz
  •  The Great Green Wall, com produção de Fernando Meirelles
  • A Linha, de Ricardo Laganaro (filme em realidade virtual premiado no Festival de Veneza)
  • O Gabinete do Dr. Caligari, de Robert Wiene, com acompanhamento da Orquestra Jazz Sinfônica, em homenagem ao centenário do filme, na semana da repescagem. 
Cena do filme A Vida Invisível de Eurídice Gusmão, de Karim Aïnouz
Cena do filme A Vida Invisível de Eurídice Gusmão, de Karim Aïnouz Foto: Bruno Machado

Onde acontece a Mostra Internacional de Cinema?

A programação da 43ª Mostra Internacional de Cinema ocorrerá em 34 salas de 28 locais de exibição:

Circuito pago:

  • Auditório Ibirapuera – Oscar Niemeyer
  • Cinearte (Salas 1 e 2)
  • Cinemateca Brasileira
  • Sala BNDES
  • Cinesala
  • CineSesc
  • Espaço Itaú de Cinema – Augusta (Salas 1 e 4)
  • Espaço Itaú de Cinema – Frei Caneca (Salas 1, 2, 3, 4, 5)
  • Instituto Moreira Salles (IMS Paulista)
  • Itaú Cultural
  • MIS
  • Petra Belas Artes (Sala Villa-Lobos)
  • Reserva Cultural (sala 1)
  • Spcine Olido
  • Spcine Paulo Emilio – CCSP
  • Spcine Lima Barreto – CCSP

Circuito gratuito: 

  • Instituto CPFL (sala Umuarama)
  • SESC Belenzinho
  • SESC Campo Limpo
  • SESC Osasco – Tenda
  • Theatro Municipal de São Paulo
  • MASP (Vão Livre)
  • CEU Aricanduva
  • CEU Caminho do Mar
  • CEU Meninos
  • CEU Vila Atlântica
  • CEU Jaçanã
  • Centro de Formação Cultural da Cidade Tiradentes

É possível assistir aos filmes depois da Mostra?

Para quem não é de São Paulo, é possível conferir alguns dos filmes na itinerância que o Sesc promoverá pelo interior. Entre os dias 9 de novembro e 8 de dezembro, 12 cidades receberão a programação, que conta com 10 filmes: Araraquara, Bauru, Campinas, Jundiaí, Piracicaba, Ribeirão Preto, Rio Preto, Santos, São Carlos, São José dos Campos, Sorocaba e Presidente Prudente.

O Instituto CPFL de Campinas terá sessões simultâneas à programação do evento entre os dias 21 e 30/10, com exceção do dia 25/10. A entrada é franca. 

Além disso, dez filmes que compõem a Mostra também estarão disponíveis na plataforma de streaming Spcine Play. Os títulos escolhidos são Viúva do Silêncio, de Praveen Morchhale, Você Tem a Noite, de Ivan Salatic, Rua do Deserto, 143, de Hassen Ferhani, Hálito Azul e Surdina, ambos de Rodrigo Areias, Oleg, de Juris Kursietis, Uma Colônia, de Geneviève Dulude-de Celles, Apenas 6.5, de Saeed Roustayi, O Carcereiro, de Nima Javidi, e Cartas para Paul Morrissey, de Armand Rovira.

Quem vem para a Mostra?

Dezenas de diretores, atores e produtores, brasileiros e estrangeiros, confirmaram presença no evento. Entre eles, estão Leonardo Sbaraglia e Olivier Assayas (respectivamente ator e diretor de Wasp Network), Willem Dafoe, ator de O FarolFernanda Montenegro, Sebastián Borensztein, diretor de A Odisseia dos Tolos, eJuan Minujín, ator de Dois Papas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.