Camila Cabello lança ‘Easy’, quarta música divulgada pela cantora em pouco mais de um mês

Música é mais uma do projeto ‘Romance’. ‘Escrevi essa música sobre o tipo de amor que faz você se amar mais’, explicou.

Camila Cabello lança ‘Easy’ — Foto: Reprodução/Instagram

Camila Cabello segue sua temporada de lançamentos musicais e divulgou, nesta sexta-feira (11), mais uma faixa. Desta vez, Camila lançou o áudio da música “Easy”.

Antes dela, desde o início de setembro, já vieram “Cry for me”, “Liar” e “Shameless”. Todas integram o projeto “Romance”.

“Escrevi essa música sobre o tipo de amor que faz você se amar mais. Eu acredito que antes de você se abrir para alguém, você sempre fica com medo de que, uma vez que percebam todas as coisas que você não gosta em si, todas as coisas que te deixam insegura, não vão mais gostar de você. E quando alguém consegue ver todas essas coisas e te ama apesar de todas elas, e por causa delas, isso faz você se sentir completamente verdadeiro por quem você é e se amar por quem você é também. Espero que gostem”, explicou Camila ao lançar “Easy”.

Sarah Diouf, designer de Beyoncé aposta em moda feita na África para criar empregos

Sarah Diouf ganhou atenção internacional após cantora usar os modelos da Tangoro em suas últimas férias e no videoclipe de ‘Spirit’.
Por Reuters

Sarah Diouf — Foto: Reprodução/Instagram

Levada à fama no mundo da moda por Beyoncé, uma estilista africana planeja expandir sua produção no Senegal e treinar profissionais locais para transformar o sucesso de sua marca em novos empregos.

As criações da Tongoro, de Sarah Diouf, ganharam atenção internacional depois que Beyoncé usou seus vestidos estampados e calças de boca larga de férias na Itália no ano passado, quase triplicando as vendas.

A jovem, de 31 anos, foi então convidada a fazer um modelo personalizado para a cantora, que usou uma crianção Tongoro e seus dançarinos usaram jóias da marca em seu videoclipe “Spirit”, para o filme “O Rei Leão”.

Beyoncé veste modelo criado por Sarah Diouf em clipe de “Spirit” — Foto: Reprodução/Instagram
Beyoncé veste modelo criado por Sarah Diouf em clipe de “Spirit” — Foto: Reprodução/Instagram

Contudo, a crescente demanda por moda “Made in Africa” ​​ainda não beneficiou muitas pessoas em seu país, disse Diouf, que emprega apenas sete profissionais de costura até agora. Com mais treinamento local e vendas online, ela acha que a incipiente indústria de moda do Senegal pode crescer.

“Temos muito talento, mas acho que precisamos de um pouco mais de estrutura para levá-la a um nível mais alto”, disse Diouf em uma entrevista na capital senegalesa, Dakar.

Jane Fonda, de 81 anos, é presa em protesto pelo clima nos EUA

Atriz de 81 anos foi algemada e levada por viatura em Washington. Ela está entre os 16 ativistas detidos em protesto para exigir medidas contra o aquecimento global em frente ao Capitólio.

Jane Fonda é presa em protesto de ativistas ambientais em Washington, nos EUA, nesta sexta-feira (11) — Foto: Arlo Hemphill via REUTERS

A atriz Jane Fonda, de 81 anos, foi uma das 16 pessoas detidas em um protesto de ativistas ambientais em Washington, nos EUA, nesta sexta-feira (11).

Vídeos nas redes sociais mostram a atriz sendo algemada e levada em uma viatura policial. O protesto do grupo Oil Change International exigia medidas contra o aquecimento global.

Alega-se que Fonda exigia ações urgentes sobre um Green New Deal quando foi presa. Companheiros manifestantes aplaudiram quando ela foi levada embora e gritaram: ‘Nós te amamos Jane’

“Hoje, a polícia do Capitólio dos EUA prendeu 16 pessoas por protestarem ilegalmente na entrada leste do Capitólio”, disse uma porta-voz da polícia à imprensa dos EUA.

O perfil oficial da atriz no Twitter compartilhou imagens do protesto e da prisão, publicadas pelo grupo ativista “Fire Drill Fridays”, do qual Jane Fonda participa.

Fonda foi levada pela polícia na sexta-feira. As mãos dela pareciam amarradas. Recentemente, ela falou sobre a crise climática e prometeu protestar toda sexta-feira “faça chuva ou faça sol”
Jane Fonda presa em frente ao Capitólio, em Washington DC
Fonda afastou as mãos atrás das costas enquanto era levada para um carro

Mercado de computadores cresce no 3º trimestre, mas Apple perde espaço

Mesmo após atualizações nas linhas mais populares do Mac

Duas firmas de análise, a Gartner e a Canalys, divulgaram nos últimos dias seus relatórios de vendas globais de computadores no terceiro trimestre deste ano. Embora os números variem um pouco entre os dois levantamentos (já que a maioria das empresas não divulga dados precisos de vendas), a situação pintada por ambos é a mesma: as pessoas estão comprando mais máquinas — mas não necessariamente da Apple.

O relatório da Gartner mostra que a Maçã manteve o quarto lugar no mercado, com 5,1 milhões de computadores comercializados no período — uma queda em relação aos 5,3 milhões de Macs vendidos no mesmo período do ano passado. Com isso, a participação da Apple no segmento caiu de 7,9% para 7,5%; o mercado de PCs no geral, por sua vez, cresceu 1,1%.

Gartner sobre mercado global de computadores, terceiro trimestre de 2019

LenovoHP e Dell ocuparam o pódio do levantamento da Gartner, com a chinesa levando a medalha de ouro. As três viram crescimento nas suas vendas na comparação ano-a-ano, assim como a Acer, quinta colocada — ou seja, a Maçã foi a única que viu uma retração nas próprias vendas entre as cinco maiores empresas do segmento.

A Canalys, por sua vez, pintou um cenário parecido — mas com uma diferença importante: pelos números levantados por eles, a Apple também cresceu na comparação ano-a-ano. Segundo a firma, a Maçã vendeu quase 5,4 milhões de Macs no terceiro trimestre, contra pouco menos de 5,3 milhões no mesmo período do ano anterior. Isso não impediu a gigante de perder mercado, entretanto: como o mercado total de PCs cresceu num ritmo maior, a fatia da Apple caiu de 7,8% para 7,6%.

Canalys sobre mercado global de computadores, terceiro trimestre de 2019

As notícias são particularmente significativas para a Maçã porque suas duas linhas de portáteis, que representam boa parte das vendas de Macs, foram atualizadas (ainda que com poucas novidades) há poucos meses. Em outros tempos, os novos MacBooks fariam a Apple dar um salto nas vendas e conquistar números melhores, mas é possível que os consumidores não estejam mais interessados assim no que a Maçã tenha a oferecer em termos de computação — o que, naturalmente, é um abacaxi que Tim Cook e sua turma terão de descascar.

Resta saber como esse cenário ficará quando saírem os resultados do trimestre atual — especialmente considerando o prospecto do lançamento do novo Mac Pro e de um (suposto) MacBook Pro de 16 polegadas.

Opiniões?

VIA MACRUMORSAPPLEINSIDER

Harry Styles lança ‘Lights Up’; veja clipe

Músico volta com inédita após dois anos do último lançamento.

Harry Styles lançou nesta sexta (11) o single “Lights up” após dois anos do lançamento de seu primeiro álbum homônimo.

A música, pop com referências de R&B, veio acompanhada de um clipe quente: Harry está cercado de corpos, femininos e masculinos, à beira da praia.

Esta é a primeira música de seu segundo álbum, ainda sem data de lançamento.

Mantra é a cor do ano de 2020 da Suvinil

Verde azulado emana estado meditativo e convida as pessoas a olharem para dentro de si
POR PAULA JACOB | FOTOS RENATO NAVARRO/DIVULGAÇÃO

Quais são seus desejos e anseios para o próximo ano? Com essa pergunta, a Suvinil norteia toda a sua pesquisa de tendências para 2020 e lança o Mantra como a cor do ano. A proposta desse verde azulado é o reencontro de nós com nosso eu interior. O estado meditativo, o autoconhecimento e o mergulho interior profundo são algumas das definições possíveis da tonalidade. “O Mantra é uma cor que traz a gente para onde precisamos estar”, resume Ana Kreutzer, consultora da Suvinil à frente do Suvinil Revela, hub de pesquisa de tendências da empresa.

Todas as transformações sociais – o avanço da tecnologia e o resgate do contato físico e com a natureza – estão levando a humanidade a repensar os modos de consumo, convivência e descompressão. Ao lado do Mantra, outras duas cores exclusivas são lançadas, como subtons e carregam a mesma proposta: Horizonte e Contemplação.

“Estamos entrando em 2020 repensando nossos valores, buscando novas formas de nos relacionar com o mundo e de equilibrar nosso bem-estar à tecnologia que nos cerca. Estamos em constante estado de mudança e, ao ressignificar nossas vidas, procuramos nos expressar por meio dos simbolismos que contemplam o nosso estilo e os nossos desejos. O estudo Suvinil Revela 2020 faz um mergulho profundo nesse movimento, trazendo a inspiração dos tons para a década que está por vir”, afirma Juliana Hosken, diretora de Marketing da Suvinil.

Com 6 milhões de posts sobre finanças desde 2018, Twitter torna-se o fórum oficial da área

Pesquisa mostra que rede social virou lugar de discussão do mundo financeiro, sendo que 20% dos usuários do País têm investimentos em títulos ou ações
Fernanda Guimarães, O Estado de S.Paulo

Twitter é a rede em que usuários mais falam do mercado financeiro 

O sentimento de que o Twitter virou um fórum para o mundo das finanças no Brasil acaba de ser provado com dados. A rede social fez uma pesquisa no País e identificou que 20% dos usuários do País têm investimentos em títulos ou ações. De janeiro de 2018 a julho de 2019 foram 6 milhões de tweets sobre finanças. O Twitter não abre o número de usuários no Brasil, mas globalmente a plataforma possui 139 milhões de pessoas ativas todos os dias. 

A pesquisa mostrou que, desses usuários com investimentos em títulos ou ações, 64% são homens, com renda mensal média de R$ 7.940, o que é 112% maior do que a renda média dos brasileiros. Deles, 50% são casados e 57% têm ensino superior. Em relação às faixas etárias, 29% tem entre 18 e 24 anos, 34% entre 25 e 34 anos, 19% entre 35 e 44 anos e 14% com mais de 45 anos. Os mais jovens também já fazem parte do grupo: 4% desse grupo tem entre 16 e 18 anos.

Essa foi a primeira pesquisa voltada ao universo de finanças realizada pelo Twitter Brasil. A pesquisa não abordou especificamente o “FinTwit”, ou melhor #FinTwit, oriundo das iniciais de “Financial Twitter”, que vem se expandindo rapidamente no Brasil.

Das conversas sobre finanças, 4,4 milhões das postagens foram sobre bancos, sendo que 55% dessas mensagens mencionavam os nomes dessas instituições financeiras, handles – o @ do banco -, ou hashtags de campanha. Segundo Camilla Guimarães, responsável pela área de pesquisa do Twitter no Brasil, o engajamento dos usuários do Twitter vem também na esteira do surgimento de fintechs, bancos digitais e os grandes bancos buscando entender o cenário. Apesar da chegada desses concorrentes, 63% das conversas são sobre os bancos.

Trending topics

Lucas Andrade, da área de pesquisa do Twitter no Brasil, afirma que é possível identificar o público mais aberto às opções digitais, bem como o fato de os clientes quererem resolver seus problemas de forma independente, ou seja, com autonomia. Com relação aos bancos, levantamento também indicou que, além de independência e eficiência, é importante para os usuários, segurança de dados, experiência e cultura – no sentido de patrocínios culturais – e economia: 70% dos usuários dizem que tarifas baixas são um dos fatores mais importantes na hora de escolher um banco para abrir uma conta.

Segundo Guimarães, os usuários do Twitter que falam sobre seus bancos acabam interagindo mais sobre questões que envolvem a prestação de serviços. A pesquisa mostrou ainda que 85% dos usuários do Twitter disseram que ações de marketing dos bancos geram percepção mais positiva. Já 60% responderam que percepções mais positivas influenciam na decisão de escolher em qual banco abrir uma conta.

Em relação à satisfação, 54% disseram estar satisfeito em relação ao seu banco principal, 33% não estão satisfeitos nem insatisfeitos e 13%, contudo, afirmam estar insatisfeitos.