Livro Alinhavos – O futuro do planeta está no seu guarda-roupa fala sobre moda sustentável para crianças

POR BRUNA RIBEIRO

Da autora Alessandra Ponce Rocha, com ilustrações de Camila Sampaio, o livro Alinhavos – O futuro do planeta está no seu guarda-roupa (Panda Books) fala sobre moda sustentável para crianças.

Também estilista e consultora de moda, Alessandra mostra como o consumo de roupas deve ser equilibrado e responsável em nossas vidas. A obra traz informações curiosas, como que a produção de uma camiseta básica gasta 2.700 litros de água. Se for uma calça jeans, o número salta para 11 mil litros.

Ainda segundo o livro, a produção da indústria da moda quadruplicou em 20 anos. Atualmente produz 80 bilhões de peças por ano. O Brasil é o quarto maior produtor de confecção do mundo.

Por que falar no assunto?

Segundo Alessandra, moda e sustentabilidade parecem dois conceitos que não combinam, já que a moda nos dá a ideia de algo passageiro e descartável. “Mas nós só precisamos ser seletivos na hora da escolha. Não podemos nos esquecer que os recursos naturais são esgotáveis e precisamos fazer bom uso deles para que as futuras gerações não sofram.”

Para isso o livro sugere atividades, como convidar os amigos da escola para participar de iniciativas sustentáveis, como troca de roupas ou uma grande festa em que os colegas usem roupas emprestadas.

Criança, a alma do negócio

O livro me lembrou um documentário muito interessante, chamado Criança, a alma do negócio, da produtora Maria Farinha Filmes. Você pode assistir neste link.

A película mostra como as crianças são alvo de publicidade e as consequências devastadoras do incentivo ao consumismo exacerbado, como conflito familiar, sexualização precoce e até obesidade.

Trabalho infantil e escravo

Outro tema importante de citarmos quando falamos da indústria da moda é a exploração do trabalho infantil e do trabalho escravo na cadeia produtiva – comum em microempresas familiares marcadas pela informalidade. Em São Paulo, os mais atingidos são imigrantes.

Se quiser saber mais sobre o tema, leia a matéria Trabalho infantil na indústria têxtil de São Paulo atinge principalmente migrantes, publicada no projeto Rede Peteca – Chega de Trabalho Infantil.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.