Principal feira de celulares, MWC é cancelada por medo do coronavírus

Scroll down to content

Depois da desistência dos principais nomes, Mobile World Congress não acontecerá em 2020

MWC já estava sendo montada na Fira Gran Vía, em Barcelona

O principal evento de telefonia celular do mundo, a Mobile World Congress (MWC), está cancelada por conta das preocupações com o coronavírus – nos últimos meses, mais de 44,6 mil pessoas foram infectadas e mil morreram em decorrência do vírus em todo o mundo. Após a desistência de diversas empresas importantes, a organização da feira, a GSMA, decidiu por não realizar o evento, a 12 dias de seu início na cidade de Barcelona, na Espanha. 

“A GSMA cancelou a MWC 2020 porque as preocupações globais com o coronavírus tornaram impossível realizar o evento”, declarou o presidente executivo da GSMA, John Hoffman, em nota divulgada à imprensa no início da tarde de ontem. 

É a primeira vez em 33 anos que a MWC não irá ocorrer – criada em 1987 de forma itinerante pela GSMA, organização que representa as principais operadoras do mundo, a feira acontece em Barcelona desde 2006. Há ainda edições em Xangai e Los Angeles, com escopo menor. No comunicado, a organização confirmou também que uma nova edição em Barcelona só será realizada em 2021. 

O cancelamento, porém,  parecia ser uma questão de tempo. Desde o começo da semana, o evento vinha sofrendo com baixas importantes, como Sony, LG, Ericsson e Intel. Nesta quarta-feira, antes do anúncio do cancelamento, Facebook e Nokia também tinham desistido de participar. 

A lista inclui também Accedian, Amazon, Amdocs, CommScope, Dali Wireless, F5 Networks, iconectiv, InterDigital, LG, MediaTek, NTT Docomo, Nvidia, Rakuten, Ulefone, Umidigi, Viber,Vivo, Sprint, AT&T, BT, Vodafone, Deutsche Telekom e Cisco.  Poucos nomes de peso haviam confirmado a participação, como as fabricantes chinesas de smartphones Xiaomi e Huawei. 

No ano passado, o MWC teve público de mais de 100 mil pessoas, incluindo funcionários de fabricantes, operadoras e outras empresas do setor. Cerca de 5% dos participantes da feira vem da China. Nos últimos anos, Xiaomi e Huawei tomaram conta dos principais anúncios do evento, que também já foi palco para diversas novidades da Samsung, incluindo vários celulares da família Galaxy S. 

É na feira que acontecem alguns dos principais lançamentos de smartphones do ano, bem como discussões importantes na área de telecomunicações. Em 2020, a expectativa era de que o 5G fosse o principal tema da MWC. A GSMA estima que o evento gere US$ 500 milhões à economia espanhola, bem como 14 mil empregos temporários. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: