“HerShe”: Hershey’s transforma barras de chocolate em plataformas de divulgação de artistas mulheres

Embalagem da barra de chocolate ao leite, transforma a mais tradicional de Hershey’s, em uma galeria de divulgação do trabalho de musicistas, cantoras, ilustradoras, poetisas escritoras e outras mulheres talentosas
Por Soraia Alves

A ação especial da Hershey’s para o Dia Internacional da Mulher usa as barras de chocolate da marca para promover e valorizar o talento feminino. A campanha criada pela BETC/Havas transforma a embalagem da barra de chocolate ao leite, a mais tradicional de Hershey’s, em uma galeria de divulgação do trabalho de musicistas, cantoras, ilustradoras, poetisas escritoras e várias outras mulheres talentosas.

Intitulada “HerShe”, a ação brinca com o nome da marca e as palavras Her e She (pronomes em inglês que significam “dela” e “ela”). Cada área de atuação recebeu um layout diferenciado, totalizando 6 embalagens especiais, distribuídas em 30 mil barras do chocolate.

Para potencializar a divulgação dos talentos, a marca vai publicar os trabalhos das artistas em suas redes sociais e canais digitais. A proposta de compartilhar a audiência de Hershey’s com as mulheres se estende também ao público: outros talentos femininos poderão postar seus trabalhos com a hashtag #HerShe, podendo também serem replicadas nos perfis da marca.

A marca lembra que a valorização do trabalho de mulheres já faz parte de sua cultura, uma vez que a empresa conta com 651 funcionários, sendo 52% do quadro formado por mulheres.: “O Dia da Mulher é marcado pela luta das mulheres por seus direitos. É importante ter isso em mente no momento de compartilhar experiências com as nossas funcionárias para garantir que elas saibam que estão trabalhando em uma empresa que sabe o seu valor e acredita no seu potencial”, comenta Ana Costa, Diretora de RH da Hershey’s.

As 30 mil barras de chocolates Hershey’s com o tema já estão disponíveis para venda em lojas selecionadas. Entre os dias 06 e 08 de março, a marca irá realizar ações de sampling em pontos estratégicos de São Paulo, como os Shoppings Eldorado, Cidade Jardim, Center 3 e diversos restaurantes da Avenida Paulista. 

Sobre as artistas

As 6 artistas cujos trabalhos estão em destaque nas barras de chocolate Hershey’s são:

  • Ana Flávia: é ilustradora e tem como marca registrada as bochechas marcadas em seus desenhos.
  • Bruna Mendez: de Goiânia, Bruna divide seu tempo entre a música e os trabalhos com Publicidade e Propaganda. Participou da ocupação Pulso, numa equipe de 30 músicos e produtores em São Paulo. Antes disso, produziu o EP “pra ela”, com 6 faixas que mesclam as influências que a artista buscou na MPB, bossa nova, samba, baião e rock. Em outubro de 2019, Bruna lançou o álbum “Corpo Possível”.
  • Camila Lordelo: redatora, poetisa e sentidora. De uma peça criada para ela foram surgindo os primeiros pedidos. Com o tempo, elas foram se aumentando, se espalhando, e se tornaram uma família de objetos que contam, mundo afora, tudo o que ela traz dentro de si.
  • LOLE (Alessandra Lemos): Lole já foi diretora de arte em publicidade. Largou tudo para ser artista/ilustradora.
  • Luiza Mussnich: em 2016 lançou “Um Dia o Amor Vai Encontrar Você” pela editoraID Cultural e, em 2017, “Microscópio”, pelo selo Megamíni da editora 7Letras. “Lágrimas Não Caem no espaço”, também pela 7Letras, foi publicado em 2018. O conto “Pêndulo”, da Coleção Identidade, da Amazon Brasil, saiu em 2018. A série “Para Quando Faltarem Palavras”, outro Megamíni, foi lançada em comemoração aos 25 anos da editora.
  • Yzalú: cantora, compositora, violinista e intérprete brasileira. Foi pioneira ao utilizar o violão no rap no Brasil, por meio de releituras de clássicos do rap nacional. É a primeira artista no Brasil e a terceira no mundo a utilizar a sua deficiência física como ferramenta artística. Ela chamou a atenção ao interpretar a música “Mulheres Negras” (2012), composição do rapper Eduardo Taddeo, evidenciando a realidade das mulheres negras no Brasil. A música se tornou um símbolo do feminismo negro no país.

Foto de Harry e Meghan sorrindo é considerada a melhor da história da realeza

By Karol Gomes

A última foto do último evento oficial de Harry e Meghan (Photo by Samir Hussein/WireImage) (Foto: WireImage)

Segue anexo a foto que mais impactou a internet – e o mundo – na última semana: debaixo de um guarda-chuva e olhando nos olhos um do outro, o duque e a duquesa de Sussex, Harry e Meghan Markle, participaram de um de seus últimos compromissos reais em Londres. Se despedindo oficialmente dos compromissos da realeza britânica, os dois eram só sorrisos. 

Harry e Meghan compareceram nos prêmios do Endeavor Fund, que ele criou em 2012 para inspirar e recompensar projetos esportivos e de aventura para veteranos do exército. 

O primeiro evento local ao qual o casal participou desde que anunciou que planejava deixar a realeza, é também um dos compromissos ligados a agenda oficial britânica, como uma “despedida de Sussex”’. Agora eles irão dividir seu tempo entre o Reino Unido e o Canadá, onde já estão morando com seu filho Archie.

Felizmente, o fotógrafo da realeza e entretenimento Samir Hussein, que captura momentos íntimos da família real há 12 anos, estava disponível para fotografar a chegada do casal. Ele disse ao HuffPost UK que voou da Irlanda, onde estava fotografando a viagem do duque e da duquesa de Cambridge, William e Kate Middleton, para fazer registros do casal de Sussex. 

Ao chegar ao evento, suas esperanças de um conjunto decente de fotos não eram particularmente altas, ele explica: “Estava chovendo muito forte, o que pode ser muito complicado ao tirar fotos com flash”. Ele também sabia que o casal estaria sob um guarda-chuva, acrescentando mais um obstáculo para conseguir um ângulo certeiro.

Mal sabia Hussein, que esses elementos se uniriam de maneira espetacular para produzir uma imagem atemporal do casal.

Então, como ele capturou a grande foto? Foi questão de talento e timing: ele descobriu que o casal seria deixado perto da entrada da Mansion House e andaria por apenas 10 metros antes de entrar no evento, o que não proporcionava muito espaço para erro.

“Quando eles chegaram, a linguagem corporal e o carinho um pelo outro foram incríveis”, diz ele. Para o fotógrafo, depois de  intermináveis histórias e debates sobre a renúncia da realeza, o casal finalmente parecia satisfeito e feliz. 

O fotógrafo diz que a fotografia, que apareceu nas primeiras páginas de vários jornais e foi compartilhada em todo o mundo nas mídias sociais, é “provavelmente a foto mais icônica” de sua carreira.

O clique também colaborou para as vendas da grife Victoria Beckham. O modelo azul royal de R$ 8mil  já está esgotado no site.

Trailer oficial da 4° temporada de ‘La Casa de Papel’ é divulgado pela Netflix

Imagens da nova produção também foram disponibilizadas nesta quinta (5)

Imagens de divulgação da 4° parte de ‘La Casa de Papel’ – Tamara Arranz Ramos-Netflix/Divulgação

Os fãs de “La Casa de Papel” já podem comemorar. Imagens e o trailer oficial da 4° parte da produção foram divulgadas nesta quinta-feira (5). Nelas, é possível ter uma ideia do que acontecerá na próxima sequência do seriado da Netflix.

A gangue de assaltantes mais famosa retorna com Álvaro Morte (Professor), Úrsula Corberó (Tóquio), Pedro Alonso (Berlim), Alba Flores (Nairóbi), Itziar Ituño (Raquel Murillo), Miguel Herrán (Rio), Esther Acebo (Estocolmo), Jaime Lorente (Denver), Darko Peric (Helsinki), Hovik Keuchkerian (Bogotá), Rodrigo de la Serna (Palermo), entre outros personagens icônicos.

No trailer é possível ver a dor e sofrimento de Nairóbi após ter sido atacada por disparados de polícias, o que deixa a dúvida se a personagem irá sobreviver. Raquel Murillo pressionada pela Inspetora Sierra (Naywa Nimri) para entregar o plano do amado, Professor. E para completar um novo inimigo colocará o assalto em perigo.

Com data de estreia marcada para dia 3 de abril, a novidade de mais uma temporada de “La Casa de Papel” não deixou muitos telespectadores surpresos. Já no final da 3° parte, ganchos e acontecimentos deram a entender que mais coisas estavam por vir.

O elenco da série esteve na CCXP (Comic Con Experience 2019), em São Paulo, no final do ano passado, e deram algumas pistas sobre a nova temporada.“Os roteiristas vão contra a expectativa do público na quarta temporada. Quem ama Nairóbi vai sofrer”, contou Alba Flores durante painel da Netflix.

Vale lembrar que a série chegou às telas dos brasileiros no Natal de 2017 com um grupo de assaltantes invadindo a Casa da Moeda espanhola e imprimindo bilhões de euros com a intenção de roubá-los. Na terceira e mais recente temporada, a primeira produzida pela Netflix, os anti-heróis estão ricos e preparam um novo crime comandado pelo Professor Berlin (Pedro Alonso). O alvo é o Banco da Espanha.

A renovação para a quarta temporada se deu em junho, antes da estreia da terceira temporada um mês depois. A série, que levou o prêmio Emmy Internacional de melhor drama em 2018, foi inicialmente transmitida pela rede espanhola Antena 3, até que no final de 2017 a Netflix adquiriu seus direitos e ela se tornou a série não anglófona mais vista na plataforma americana.

Nick Blair Exclusively for Fashion Editorials with Pavla Pop

Dress by Jacinta James, Flats by ESSĒN, Bracelet & Rings by Allegra Allure

Photography: Nick Blair. Styling: Sarah Banger at Coco Productions. Hair & Makeup: Ashleigh Carpenter at Viviens Creative Using Kevin Murphy. Model: Pavla Pop at IMG.

Dress & Hat by SIR.
Jacket & Dress by Lee Mathews, Sandals by Nelson Made
Dress & Hat by SIR, Flats by ESSĒN, Bracelet by ALIX YANG
Dress by MATIN, Pants by ANNA QUAN, Bracelet by Oroton
Jacket by Kate Sylvester
Dress by MATIN, Bag by Oroton, Sandals by Nelson Made, Bracelet by ALIX YANG.
Model: Pavla Pop at IMG.

Andreas Ortner for Free People Spring Campaign with Luna Bijl

Photography: Andreas Ortner. Creative Director Doub Hanshaw. Art Director: Zoe Ellis. Styling: Amanda Greyson. Hair & Makeup: Georgios Tsiogkas. Production Manager: Emely Bonner. Model: Luna Bijl.

Apple alerta sobre escassez de iPhones para substituição por conta do Coronavírus

Não quebre o seu iPhone por agora

EQRoy / Shutterstock.com

Ainda que a Apple esteja tentando manter tudo sob controle na medida do possível, os efeitos do surto de Coronavírus (COVID-19) se espalham por todos os aspectos da operação da empresa. Agora, temos a vítima mais recente da epidemia: o serviço de reparos e substituições oferecido pela Maçã e suas parceiras.

De acordo com a Bloomberg, a Apple emitiu um aviso aos funcionários das suas lojas — aos técnicos responsáveis pelos reparos de iPhones, mais especificamente — alertando quanto ao fato de que peças para consertos poderão sofrer com escassez nas próximas semanas ou meses. Além disso, iPhones de substituição (aqueles que são entregues aos usuários quando seus aparelhos apresentam defeitos não-reparáveis) também poderão ficar em falta em algumas localidades.

O comunicado instrui os profissionais a enviar os iPhones de substituição aos usuários por correio, além de oferecer aparelhos por empréstimo durante o tempo de espera — tudo para aliviar a demanda imediata por aparelhos do tipo. A empresa não especificou as razões para a escassez, mas fica claro que o fenômeno é mais uma consequência dos efeitos do Coronavírus.

Não há informações se o comunicado estende-se para as lojas da Apple fora dos Estados Unidos ou para as Apple Premium Resellers e Centros de Serviço Autorizados da empresa. Ainda assim, considerando que o “epicentro” dos reparos da Maçã (suas lojas próprias nos EUA) será afetado… bom, eu diria que não é uma boa ideia quebrar o seu iPhone pelos próximos meses.

Reabertura das lojas na China

Numa nota relacionada, o Bloomberg também informou que praticamente todas as lojas da Apple na China já estão funcionando.

Das 42 Apple Stores existentes no país, 38 já abriram suas portas novamente — ainda que em horários alternativos/limitados, que variam de acordo com cada loja. [MacMagazine]

Apple não mais participará da SXSW 2020, devido ao Coronavírus

O evento acontece em Austin, no Texas

Never Settle Media / Shutterstock.com

Apple anunciou, de ontem para hoje, que não mais participará do evento South by Southwest (SXSW) 2020 — que supostamente ainda acontecerá em Austin (Texas, Estados Unidos), de 13 a 22 de março — devido a preocupações com a disseminação do Coronavírus (COVID-19). A Netflix também acaba de pular fora.

De acordo com informações da Variety, a Maçã pretendia apresentar no evento ao menos três novos projetos do Apple TV+ — incluindo uma estreia preliminar do documentário “Beastie Boys Story”, de Spike Jonze, a série animada “Central Park” e também o projeto “Home”.

Outras empresas que já haviam cancelado suas participações na SXSW 2020 incluem Amazon, Twitter, Facebook, TikTok e Intel. Mesmo assim, os organizadores do evento estão insistindo em sua realização e pior, negando reembolsos a participantes que desejam desistir de comparecer.

Anualmente, a SXSW — um grande festival de cinema, música e tecnologia — atrai mais de 100 mil pessoas de todo o mundo e, se não for mesmo cancelada, será uma exceção entre vários outros eventos de grande porte que foram completamente abortados ou, pelo menos, adiados.

VIA CULT OF MAC

Tem luta, mas tem descontração

O Dia Internacional da Mulher é celebrado neste domingo e representa a incansável busca por direitos iguais. Sem partir do clichê de que “todo dia é dia da mulher”, selecionei três produções que nos apresentam ícones femininos inspiradores e descontraídos das plataformas de streaming. Foco na descontração.

Grace and Frankie (Netflix/ 6 temporadas)

Jane Fonda e Lily Tomlin: sobre a terceira idade. Foto: Justin Stephens/Netflix

Quebrando tabus ao discutir os problemas das mulheres da terceira idade, Jane Fonda e Lily Tomlin formam a dupla de protagonistas dessa comédia dramática. O único spoiler que posso dar é de que a história é contada a partir do momento em que Grace e Frankie descobrem que seus respectivos maridos as deixaram para ficarem juntos e se assumirem gays… aos 70 anos.


Homecoming (Netflix, filme)

Beyoncé é símbolo de representatividade para um número imensurável de mulheres ao redor do mundo. O documentário sobre o show da cantora no festival Coachella de 2018 (e o seu gigantesco impacto cultural) apresenta a mais profunda força da texana. Derivado da produção, Homecoming – The Live Album conta com todas as canções do show e está disponível nas plataformas de streaming de música, como Apple Music, Spotify, Deezer e Tidal.


Keeping Up With The Kardashians (Amazon Prime/8 Temporadas)

Eu sei que serei criticado por incluir a família mais famosa da história dos realities nessa lista, mas quem é que não precisa de um bom e velho entretenimento? É isso que a rotina da família Kardashian/Jenner proporciona. As oito primeiras temporadas chegaram há poucos dias na Amazon Prime e você pode maratonar sem sentir vergonha e me marcar nos stories, ok?


À espera de ‘Chromatic’: os melhores singles de Lady Gaga

1) A melhor dela

Quem nunca imitou os “Gaga oh la la” de Bad Romance durante uma animada sessão de karaokê com os amigos?


2) Baladinha

Yoü And I foi o quarto single do álbum Born This Way. Com uma ótima composição, a música ficou nas top 10 da Billboard Hot 100.


3) Recorde

Born This Way ficou em 1º em quase todos os charts do mundo e é considerada um dos melhores hinos gays por críticos.


4) Faça suas apostas

Poker Face foi uma das canções da cantora que deixaram seu marco na música pop dos anos 2000.


5) Inesquecível

A épica colaboração com Beyoncé em Telephone rendeu um dos melhores vídeos da carreira da artista.


Kylie Minogue

No Brasil. Kylie Minogue volta ao País após 12 anos para se apresentar no festival GRLS, junto com as britânicas do Little Mix. Ouça: bit.ly/kylieaqui.


Rapper Bivolt

Novos hits. Nova artista na área! A rapper Bivolt lançou seu álbum de estreia, homônimo, nesta sexta (6) em todas as plataformas de streaming. Rap, R&B e pop. Experimente!

Murilo Busolin@murilobusolin

Décor do dia: quarto infantil rosa com cabana e parede ilustrada

Clássico, mas com um toque atual, este ambiente decorado para uma menina é lúdico e charmoso na medida
POR AMANDA SEQUIN | FOTO DIVULGAÇÃO

Cabaninha, ilustrações e paredes cor de rosa marcam o décor (Foto: Divulgação)

teto colorido e a meia parede pintada também seguem em alta nos quartos infantis: um exemplo é o projeto decorado pelo escritório francês GCG Architectes, onde os recursos foram utilizados com maestria numa decoração rosa em dois tons distribuída por todo o ambiente. Mais uma prova de que as cores podem (e devem) ser usadas com criatividade para um resultado lúdico! 

O tom mais escuro foi aplicado na parte inferior de duas paredes, mas também surge no rodapé. As paredes também trazem boiseries e ilustrações de bichos – um coelho, um gato e um elefante ocupam a parte em rosa claro. Outros animais também se destacam nos objetos: o lustre central e uma luminária lembram gaiolas de pássaros e o clássico elefante com design de Charles e Ray Eames também figura por ali. Uma cabaninha com estampa geométrica, muitos nichos para brinquedos, um tapete colorido e voilá – temos um quarto lúdico e cheio de personalidade!