Rússia adia aplicação de lei de software local que ameaçaria presença da Apple no país

Scroll down to content

Agora, só em 2021

Em novembro passado, o MacMagazine trouxe uma matéria sobre uma lei (então) recentemente aprovada pelo governo da Rússia que obrigaria todas as fabricantes estrangeiras de aparelhos eletrônicos a vender seus produtos com software local pré-instalado.

À época, a legislação — que ameaçaria a presença da Apple no país, considerando a posição firme da empresa de vender seus produtos apenas com aplicativos próprios — estava marcada para começar a valer em julho deste ano; agora, para o alívio (temporário) da Maçã, ela foi prorrogada.

De acordo com o AppleInsider, os legisladores russos resolveram adiar o início da aplicação da lei ao menos até 31 de janeiro de 2021. Não há razão divulgada para a decisão, mas especula-se que ela tenha a ver com a pandemia do Coronavírus (COVID-19), que está em sua fase mais drástica na Rússia e colocou quase todo o país sob quarentena; como a produção de dispositivos e software locais está interrompida, não faria sentido começar a aplicar agora uma lei que tem como objetivo fomentar exatamente esses elementos.

De qualquer forma, o abacaxi ainda existe: a não ser que uma mudança de planos muito drástica ocorra até o início do ano que vem, a Apple — bem como todas as outras fabricantes estrangeiras — terá de tomar uma decisão bem complicada, entre ceder às exigências do governo russo ou retirar-se do país. Como estamos falando de um mercado relativamente grande, importante para a Maçã, certamente não será uma escolha fácil.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: