Arquiteto australiano Marshall Blecher desenha parques em ilhas artificiais para porto de Copenhague

As ilhas serão ancoradas no solo do porto, e serão feitas com elementos reciclados
FOTOS: DIVULGAÇÃO / MIR

O arquiteto australiano Marshall Blecher e o estúdio dinamarquês Studio Fokstrot planejam construir parques bem diferentes: o projeto prevê a construção de um grupo de ilhas artificiais no porto de Copenhague, que terão foco em sustentabilidade e servirão como um espaço para relaxar, fazer piqueniques e até pescar!

As ilhas do “parquipélago” serão feitas de aço, materiais reciclados flutuantes e madeira aprovada pela ONG ambiental Conselho de Manejo Florestal. A ideia é que, além de ser um espaço para os habitantes da cidade, as ilhas também sejam um abrigo para espécies de animais como gaivotas e patos, além de algas e moluscos que poderão se fixar na parte submersa das ilhas.

Os parques flutuantes terão grama e árvores locais, e serão acessíveis por barcos, caiaques ou até mesmo a nado. O projeto é uma expansão de um protótipo bem sucedido de ilha artificial desenvolvida em 2018 por Blecher. O protótipo já foi usado para abrigar exposições de fotografia, palestras e piqueniques. Muito bacana, não?

Um comentário sobre “Arquiteto australiano Marshall Blecher desenha parques em ilhas artificiais para porto de Copenhague

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.