Tenet | Personagens manipulam o fluxo do tempo em trailer

Prévia foi lançada no jogo online Fortnite
NICOLAOS GARÓFALO

O trailer de Tenet, novo filme de Christopher Nolan, foi lançado no jogo online Fortnite. Minutos depois, a Warner, estúdio responsável pela produção e distribuição do longa, liberou a prévia em alta definição em seu canal oficial no YouTube – assista abaixo.

Tenet mostra uma organização capaz de inverter o fluxo do tempo e que usa esse poder para salvar pessoas de perigos eminentes. Liderado por John David Washington, o elenco conta ainda com Robert Pattinson (Crepúsculo), Elizabeth Debicki (Guardiões da Galáxia Vol. 2), Kenneth Branagh (Dunkirk), Aaron Taylor-Johnson (Vingadores: Era de Ultron), Dimple Kapadia (O Que o Coração Deseja) e Clémence Poésy (Harry Potter).

Tenet ainda tem lançamento no Brasil marcado para 16 de julho.

Por Dentro do Ateliê – Urbano Iglesias

Vive e trabalha em Rio de Janeiro, RJ.

Figura 1: Sem título | 2018 | Escultura Ferro | 80 x 25 cm

Urbano Iglesias desenvolve esculturas em ferro e madeira em diversos formatos, buscando uma atmosfera de tensão e equilíbrio. Inspirado em Alexander Calder, cria desenhos espaciais numa dinâmica de interação.

Podemos observar em seu trabalho um desejo para o desvio da forma, onde um ondulado vermelho penetra e interage com as linhas rígidas e marcantes do ferro em sua matéria bruta. Urbano cria campos relacionais das formas.

Figura 2: Sem Título | 2018 | Ferro e base de madeira | 90 x 17 x 17 cm

As produções da artista transcorrem por diversas mídias, como performance, fotografia, Após sua formação em arquitetura pela UFRJ, mudou-se para Portugal, onde teve um convívio muito grande com a arte da azulejaria. Isto possibilitou que, mais tarde, desenvolvesse murais em azulejos pintados em diversas estações do metrô do Rio de Janeiro. Seus murais fazem parte do cotidiano carioca e suas esculturas transitam por este olhar e pelos modos de relação com a cidade.

Figura 3:  Sem Título | 2018 | Ferro e madeira | 115 x 40 x 30 cm

Suas esculturas partem de um desenho preciso e estudos de maquetes feitas pelo artista para depois serem levadas à serralheria, constitui de corte, dobras, envergaduras e pintura. Urbano provoca e tensiona as inter-relações dos materiais: ferro e madeira. Num jogo de flexibilidade da rigidez das linhas e esferas, uma combinação de equilíbrio dos elementos, pesos e medidas numa atmosfera em linhas prolongadas em suspensão.

Vídeo do projeto #PorDentrodoAteliê. O arquiteto e artista visual Urbano Iglesias fala sobre seus processos e influências de trabalho, tendo como principal referência os trabalhos de Alexander Calder. 

VISITE A PÁGINA DO ARTISTA

Nora En Pure @ home stream II

Nora En Pure @ home stream II

1. [00:03] Nora En Pure – All I Need [ENORMOUS TUNES]

2. [03:27] Nora En Pure – Dry Sobbing [ENORMOUS TUNES]

3. [08:18] Alex Breitling – Tuquan [PURIFIED]

4. [12:40] Gambitt – Into Your Head (Djimboh Remix) [IMMERSED]

5. [16:15] Stylo & Space Motion – The Last Siren [TIMELESS MOMENT]

6. [21:40] Township Rebellion – Infinite Meadow [STIL VOR TALENT]

7. [26:45] ID – ID

8. [31:20] Nora En Pure & Lika Morgan – In The Air Tonight (Nora En Pure Remix)

9. [37:25] Henri – Heavenly [ENORMOUS CHILLS]

10. [43:08] Che-Yung – Before [PURIFIED]

11. [45:55] ID – ID

12. [50:30] D-Formation – Inner [BEATFREAK]

13. [54:53] Alex Breitling – Moonlight [PURIFIED]

Liga da Justiça | Snyder Cut ganha novos cartazes focados nos heróis

Versão do diretor finalmente será lançada no HBO Max em 2021
GABRIEL AVILA

Para celebrar o anúncio de que a versão do diretor Zack Snyder para o filme da Liga da Justiça será lançado no HBO Max, o streaming divulgou novos pôsteres da produção. Chamada de Snyder Cut (Corte do Snyder em tradução livre), a produção chegará à plataforma em 2021 com alterações em relação ao longa de 2017. Confira abaixo os cartazes inéditos:

Por conta do suicídio de sua filha, Zack Snyder abandonou o projeto em 2016. Joss Whedon, diretor dos dois primeiros filmes Vingadores, assumiu as filmagens depois da saída, mas a reação negativa em torno do longa estimulou os rumores em torno da versão original, já que muito material planejado pelo cineasta não entrou na versão final, além do tom ser inconsistente. O filme foi lançado em novembro de 2017 e arrecadou cerca de US$ 657 milhões no mundo, enquanto esteve em cartaz.

Desde então surgiu a campanha Release The Snyder Cut, que pedia pela mitológica versão do diretor. Não só o público mais fiel apoiou, mas também os atores, como Gal Gadot (Mulher-Maravilha) e Jason Momoa (Aquaman). Recentemente a campanha foi divulgada pelos fãs em cartazes ao redor da Califórnia, financiados pelos próprios seguidores. Comovidos pelo suicídio da filha de Snyder, que o afastou do projeto da DC, o movimento ajudou a arrecadar mais de US$ 100 mil para prevenção do suicídio, com fãs se mobilizando pela causa.

Chás com inspiração feminista ajudam a empoderar mulheres em situação de vulnerabilidade

The Feminist Tea, marca criada por duas irmãs, busca inspiração em figuras como Simone de Beauvoir e Michelle Obama para exaltar o autocuidado e a importância da independência econômica de mulheres

The Feminist Tea Foto: Divulgação

Em dezembro de 2019, a Assembleia Geral da ONU decidiu criar o Dia Internacional do Chá, uma maneira de incentivar a produção e o consumo sustentáveis da segunda bebida mais consumida no mundo (só perde para a água) e que é responsável por gerar renda e empregos nas áreas rurais de países em desenvolvimento.

Neste primeiro Dia Internacional do Chá (21 de maio) é importante notar que, oficialmente, só é considerado chá o líquido que vem de uma planta chamada camellia sinensis. Aquilo que, no Brasil, chamamos de “chá de hortelã” ou “chá de camomila” são, na verdade, “infusões” ou “tisanas”. Mas, por que essa explicação toda? Porque duas mulheres brasileiras lideram um projeto que une sustentabilidade, infusões e feminismo: a The Feminist Tea.

Laís e Nara Trajano são irmãs e cultivavam o hábito de tomar chá juntas e ler um oráculo que Laís carregava consigo. Era uma pausa no meio do dia para se cuidarem e pensarem em si. A partir dessa experiência e de seus estudos sobre o feminismo, a dupla decidiu criar um negócio social, que gerasse renda para mulheres em situação de vulnerabilidade e também proporcionasse um momento de auto-cuidado e inspiração. Assim nasceu, há dois anos, a marca cuja cadeia de produção é toda formada por mulheres e que, trabalhando ao lado de quatro ongs, gera trabalho e renda para 60 outras mulheres.

– Em 2015, eu fiz um trabalho voluntário com mulheres infectadas pelo HIV na Tanzânia e no Quênia. Lá pude entender que, mesmo que as realidades sejam diferentes, há dores que todas nós mulheres compartilhamos e elas são geradas pelo patriarcado. O mundo é cruel com as mulheres e isso nos une – conta Laís, que é formada em Administração. A irmã Nara vem da área de Marketing. – Usamos ervas brasileiras, criamos um produto sustentável, acreditamos no comércio justo e no empoderamento das mulheres. E ter independência financeira é importante para que elas tenham essa liberdade. 

A The Feminist Tea tem blends em homenagem a feministas históricas como Simone de Beauvoir (para relaxar: leva hortelã, camomila, alecrim, sálvia, maracujá, salsa e canela) e Frida Kahlo (para o estômago: leva carqueja, boldo, maçã, alecrim, anis estrelado e estévia) e mulheres que são inspirações atuais como Michelle Obama (para gripes e resfriados, com laranja, canela, gengibre, limão, hortelã, capim-cidreira, cravo da Índia e mel) e Beyoncé (antioxidante, com pêssego, maçã, laranja amarga, mate tostado). Cada embalagem traz um oráculo, com uma frase ou mensagem feminista que podem servir de inspiração para as mulheres.

– Nós fazemos uma curadoria. Temos mais de 700 frases salvas em diversas categorias. Começamos com citações de feministas históricas, mas como acreditamos que não existe transformação sem informação, incluímos também dicas, dados e fatos históricos. Por exemplo, muitas mulheres não conhecem os seus direitos, então o oráculo muitas vezes traz uma lei – explica Laís, lembrando que a mensagem já teve efeito. – Recebemos vários feedbacks, mas tem um que eu gosto muito. Uma mãe que, depois de experimentar os chás e ler o oráculo dados pela filha, disse que também era feminista porque concordava com tudo o que o chá falava.

Dois anos depois de criada, a The Feminist Tea funciona como uma plataforma. As irmãs vendem chás, mas também participam de eventos e são convidadas a falarem sobre o feminismo em empresas, além de divulgarem conhecimento sobre mulheres em seu site e no Instagram @thefeministtea (são quase cem mil seguidores).

Com a pandemia de Covid-19 levando quem pode ao isolamento domiciliar, as mulheres da The Feminist Tea estão em home office, operando com o mínimo necessário para fazer as infusões chegarem as clientes (“Vamos ao correio fazer o envio. Não tem glamour”, diz Laís). Mas elas também iniciaram campanhas para arrecadar alimentos e itens de higiene para mulheres em situação de vulnerabilidade. É como se diz: uma sobre e puxa a outra.

Logo Celina

Diesel Denim Spring/Summer 2020 Campaign

Para Spring/Summer 2020, DIESEL apresenta uma nova campanha atraente de jeans, intitulada “Pop Your Color”.

Ita O’Brien, diretora de movimento e coordenadora de intimidade de cenas picantes de séries de TV diz que tudo é fingimento, menos beijos

Britânica explica como orienta atores em transas como as de ‘Sex Education’ e ‘Normal People’
Clara Balbi

mulher com cabelo grisalho
A diretora de movimento e coordenadora de intimidade Ita O’Brien, por trás de cenas de sexo de ‘Sex Education’ e ‘Normal People’ – Divulgação

SÃO PAULO – “Normal People”, adaptação para a TV do romance homônimo de Sally Rooney, bateu um recorde inusitado ao estrear, no mês passado, na plataforma de streaming Hulu. Segundo os jornais britânicos, ela é a série da BBC com mais tempo de sexo na tela, 41 minutos no total.

Também foi aplaudida pelo realismo das suas cenas picantes. A tal ponto que um compilado de 22 minutos de trechos da série foi parar no site pornográfico PornHub —a produção teve que intervir judicialmente para retirar o vídeo do portal, reportou a revista Variety.

O realismo da coisa se deve em parte à diretora de movimento britânica Ita O’Brien. Uma das mais incensadas da TV hoje, com séries como “Sex Education” no currículo, ela, que ainda é bailarina e atriz, pesquisa há cinco anos como garantir que atores se sintam protegidos ao encenarem transas.

A pesquisa resultou numa cartilha para cenas de sexo e nudez, rapidamente acolhida por agentes de talentos. “Eles contavam que seus atores iam para o set e, no primeiro dia, sem nem mesmo conhecer seu parceiro de cena, eram obrigados a encenar conteúdo íntimo”, diz O’Brien.

Mas as regras só passaram a circular mesmo pouco depois, quando explodiu o MeToo, continua O’Brien. O movimento contra assédio sexual em Hollywood obrigou a indústria a repensar relações de poder dentro e fora dos sets.

Adotando o título de coordenadora de intimidade, O’Brien conta que sua função costuma ter início muito antes das filmagens. O ideal é que ela possa acompanhar etapas como reuniões de equipe, provas de figurino e ensaios.

“Assim, meu trabalho é compreendido logo, em vez de eu entrar no meio do processo com alguém dizendo ‘olha, temos essa cena de sexo e precisamos de ajuda’”, ela diz.

Suas responsabilidades incluem, entre outros, se assegurar de que os atores têm à mão próteses e itens como calcinhas fio-dental e shorts da cor das suas peles —uma das principais orientações da cartilha é que partes sexuais jamais devem se tocar.

Ela também fica em contato constante com o diretor para ajustar intenções e movimentos “de um jeito seguro e reprodutível, o que gera conteúdo íntimo muito melhor”.

O’Brien compara seu trabalho ao de um coreógrafo, ou um orientador de dublês. “É uma dança, em que duas pessoas se movem juntas”, define.

“Ou não. Quando há desequilíbrios, também é muito interessante”, prossegue, citando um episódio de “Sex Education” em que uma garota tenta desesperadamente agradar à namorada na cama.

É tudo uma mentirinha bem encenada, portanto. Menos os beijos, ressalva O’Brien —embora a sua cartilha estabeleça que a regra é não usar a língua.

“A ironia é que, muitas vezes, alguém pode pensar que numa cena de beijo não é preciso uma coordenadora de intimidade. Mas beijar pode ser muito mais íntimo e ameaçador do que uma cena de sexo. Por que é de verdade —os lábios têm que se tocar”, afirma.

“Por isso é muito importante para os atores ter em mente quem são esses personagens e o que esse beijo significa.”

Depois de uma temporada atribulada, em que tanto ela quanto seus pares na área ganharam reconhecimento, O’Brien diz que não sabe quando volta aos sets de filmagem.

Afinal, com a pandemia do novo coronavírus, produções de todo o mundo inteiro têm apostado no fim de beijos e de sexo em cena para poderem retomar suas filmagens.

Um documento vazado da British Film Commission orienta que atores a partir de agora sejam filmados ao lado ou de costas um para o outro para evitar o contágio. Ao voltar às gravações nesta semana, a emissora portuguesa TVI adicionou à sua equipe um profissional de saúde, além de ter implementado testes diários de Covid-19 e espalhado álcool em gel por todo o estúdio.

O’Brien diz, porém, que é possível que ela e seus pares sejam ainda mais requisitados no pós-pandemia. Isso porque, de um lado, eles elaboram protocolos para manter elenco e equipe saudáveis. De outro, podem ajudar diretores a manterem a qualidade da intimidade nas atuações, mesmo sem o toque.

Seja como for, O’Brien conta ter recebido ligações de várias produções. “Para mim, o mais importante é continuar a defender o direito ao ‘não’. E garantir que ninguém seja posto num lugar em que sente que sua saúde pessoal está em risco.”

5 Dicas para Fazer uma Faxina Digital na Quarentena

De vez em quando é preciso limpar seus arquivos e documentos para garantir a agilidade e eficiência do dispositivo. Conheça 5 dicas para colocar em prática!

Este artigo foi criado pela equipe Bitdefender para uso exclusivo do blog Universo Movie Forward

Limpar e organizar as informações em seus dispositivos é fundamental para manter o bom desempenho do sistema. Através de ações básicas você consegue ampliar o espaço disponível na memória do aparelho, além de deixar cada coisa em seu devido lugar.

E, com o aumento do uso de smartphones e notebooks devido à pandemia de Coronavírus, não é de surpreender que os eletrônicos fiquem sobrecarregados.

Então, que tal aproveitar a quarentena para fazer uma faxina digital? Confira abaixo algumas dicas certeiras para manter seus dispositivos leves, eficientes e atualizados.

Separe e descarte corretamente dispositivos antigos

Durante o isolamento social as pessoas costumam ficar 24h por dia dentro de casa e uma atividade interessante para o período é organizar seus objetos e itens de decoração.

Nesse caso, separe seus dispositivos eletrônicos e concentre todas as informações em um único disco rígido ou em um programa de armazenamento em nuvem. Faça backup de arquivos e documentos importantes e transfira para os aparelhos em questão.

Depois, basta formatar os equipamentos antigos e deixá-los separados para efetuar o descarte correto.

Mantenha seus programas atualizados

Essa dica é fundamental para manter o desempenho dos seus dispositivos. Alguns aplicativos e softwares realizam atualizações automaticamente, mas é imprescindível verificar se essa ação está sendo executada para evitar possíveis brechas de segurança em suas contas.

Invista em um antivírus

O antivírus é responsável por manter sua máquina protegida e longe das ameaças virtuais. Portanto, o software Internet Security da Bitdefender é a solução ideal para que seus dados e informações pessoais fiquem sempre a salvo.

Através de ferramentas exclusivas de segurança, o programa consegue localizar os riscos em tempo real, evitando golpes, invasões e ataques de hackers mal-intencionados.

Revise suas configurações de permissão

Cada aplicativo ou programa instalado em um dispositivo necessita de permissões específicas para seu funcionamento. Procure revisar com frequência quais as solicitações de cada item instalado e verifique se deseja realmente manter o software em sua máquina.

Além de liberar espaço na memória do aparelho, você evita o uso de suas informações para ações ilícitas na web, sem correr o risco de ter um vazamento contendo seus dados pessoais.

Atualize senhas

Apesar de ser um tema recorrente, muitos internautas não criam senhas fortes para suas contas.

Então, procure pensar em combinações únicas, usando letras maiúsculas e minúsculas, números e símbolos para seus acessos. Principalmente em programas que contenham informações pessoais, como e-mail, apps de banco, compras, etc.

E, outra dica fundamental, evite o uso de datas comemorativas ou nomes que sejam fáceis de descobrir e atualize suas senhas com frequência. Dessa forma, fica mais fácil inibir a ação dos cibercriminosos.

Tem alguma outra dica para fazer uma faxina digital? Deixe nos comentários!

Imagens: Pexels (Lisa Fotios); Unsplash (Philipp Katzenberger)

Meghan Markle e Harry trocaram presentes em suas Bodas de Algodão

Harry e Meghan Markle || Créditos: Reprodução

Meghan Markle e o príncipe Harry, que comemoraram dois anos de casamento na última terça-feira, trocaram presentes pra lá de modestos entre si porém nem por isso menos especiais, só pra não deixar a data passar em branco. A ex-atriz, por exemplo, escreveu um cartão cheio de elogios para o marido, que também decorou com figurinhas fofas e no qual expressou todo seu amor por ele e, de quebra, aproveitou para colocar em prática sua caligrafia perfeita que já chamou a atenção até da “Vogue” britânica.

Já Harry deu a ela um buquê de rosas e um anel simples, sem muito bling. E a melhor parte é que os dois fizeram isso na intimidade da mansão emprestada de Tyler Perry na qual vivem em Los Angeles atualmente, sem a necessidade de fazer nenhum pronunciamento oficial como era o caso em seus tempos de monarquia ou muita gente por perto controlando seus movimentos. No fim, eles celebraram suas Bodas de Algodão do jeito que sempre desejaram: como um casal comum. (Anderson Antunes)