Creamy, marca de skincare brasileira tem 100 mil pessoas na lista de espera para seus produtos

Scroll down to content

Com pouco mais de seis meses de existência a Creamy virou febre entre as beauty junkies
SOFIA FERREIRA (@SOFIACSF)

Marca brasileira de skincare é hit entre as beauty junkies (Foto: Reprodução Instagram @freshlengths)

Se você ama beleza e consome o assunto em suas redes sociais, é muito provável que já tenha se deparado com essa nova marca de skincare brasileira. Lançada em novembro do ano passado e com um catálogo de (apenas!) dois produtos, a Creamy se tornou assunto quente entre as beauty junkies por suas fórmulas superconcisas a preços mais acessíveis. “A Creamy é uma marca jovem, e das embalagens às fórmulas minimalistas busca mostrar para nosso consumidor que cuidar da pele é, além de necessário, simples e divertido”, explica Gabriel Beleze, nome à frente da marca e também fundador da Skelt Cosmetics.

À base de alfa-hidroxiácidos, os produtos são desenvolvidos no Brasil e vendidos exclusivamente no e-commerce próprio. “Como dermatologista eu sentia a dificuldade de achar no mercado nacional opções que fossem eficientes e com boas concentrações de ácidos a preços justos”, explica Luiz Romancini, médico dermatologista e cofundador da marca. “Muitas vezes eu acabava recorrendo a fórmulas manipuladas como alternativa às comerciais, mas quando trabalhamos com ativos instáveis como os ácidos, por exemplo, esses produtos acabam tendo sua qualidade comprometida se a manipulação não for perfeita”, explica o médico. “Na Creamy conseguimos criar fórmulas com altas concentrações de ativos a preços acessíveis, deixando de lado fragrâncias e ingredientes sensoriais”, completa.

Creamy (Foto:  Reprodução Instagram @creamyskincare)
Creme 10% AHA Ácido Glicólico + Niacinamida (Foto: Reprodução Instagram @creamyskincare)


Creme 10% AHA Ácido Glicólico + Niacinamida (R$ 61) promete hidratar profundamente a cútis e auxilia na uniformização de tonalidades e textura. O ácido glicólico induz a produção de colágeno pelas camadas mais profundas da pele e a niacinamida age no controle do brilho e oleosidade. Já o Gel 7% AHA Ácido Mandélico + Alfa-arbutim (R$ 63) é composto por dois ativos clareadores que tratam manchas e esfoliam superficialmente a pele dando um boost no brilho e firmeza. Mesmo que recomendados para todos os tipos de pele, as mais sensibilizadas devem ter cuidado extra durante o uso. 

Creamy (Foto: Reprodução Instagram @creamyskincare)
Gel 7% AHA Ácido Mandélico + Alfa-arbutim (Foto: Reprodução Instagram @creamyskincare)

“O ácido glicólico é o ácido mais estudado na dermatologia. Ele é comprovadamente muito eficaz na estimulação da produção de colágeno e aumenta a densidade da pele. Já o ácido mandélico é um ativo recém-chegado no mercado brasileiro, mas extremamente potente para tratamento de manchas de acne e melasma, por exemplo” explica Luiz sobre a escolha dos ingredientes. Os produtos são veganos, não testados em animais e a marca tem o selo EuReciclo para compensação ambiental das embalagens. 

Em decorrência da pandemia, os produtos estão esgotados na plataforma de venda, mas a expectativa é que, até o fim do próximo mês, os estoques sejam repostos. A fila de espera no e-commerce já soma mais de 100 mil pessoas e até o fim do ano a marca pretende lançar mais quatro produtos. Uma internacionalização da Creamy também está entre os planos dos fundadores.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: