Uber pode comprar por US$ 2,6 bi o Postmates, serviço de delivery de comida

Scroll down to content

Seguindo com a tentativa de expandir o negócio de entrega de comida, o Uber aposta agora na Postmates para complementar o setor; compra pode custar até US$ 2,6 bilhões

Essa é a seunda vez durante a pandemia que o Uber planeja comprar uma empresa de delivery de comida

Uber fez uma oferta para comprar a empresa de delivery de comida Postmates, informou nesta terça-feira, 30, o jornal americano The New York Times. O acordo pode estar na casa dos US$ 2,6 bilhões e ser fechado ainda nesta semana, em uma negociação que já em andamento. A informação não foi confirmada pelas empresas, mas outro jornal americano, o The Wall Street Journal, também corroborou a transação. 

A empresa de transportes compartilhados já tinha se movimentado para comprar uma empresa do setor de entrega de comidas: o GrubHub, em maio deste ano. Mas as complicações que poderiam surgir em relação a investigações e regulações antitruste —  já que seriam as duas maiores empresas do ramo nos Estados Unidos —  fizeram o negócio não sair do papel. Mais tarde, a GrubHub anunciou a fusão com a Just Eat, empresa europeia de delivery de comida. 

O movimento é parte da tentativa do Uber de impulsionar um segmento de seus negócios que está crescendo durante a pandemia de coronavírus. Com a quarentena e o distanciamento social, as viagens pelo app diminuirtam consideravelmente, mas o Uber Eats tem visto números de pedidos cada vez mais altos, com bares e restaurantes ainda fechados em muitas cidades. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: