Philosophy di Lorenzo Serafini | Spring Summer 2020 | Full Show

Philosophy | Spring Summer 2020 by Lorenzo Serafini | Full Fashion Show in High Definition. (Widescreen – Exclusive Video/1080p – Multi-Camera/Detailed – MFW/Milan Fashion Week)

Paddy Conn – It’s The American Dream/Hollywood Love Affair
Pete Masitti – Keep Our Love Alive

Nessy | Spring Summer 2020 | Full Show

Nessy | Spring Summer 2020 | Full Fashion Show in High Definition. (Widescreen – Exclusive Video/1080p – Miami Swim Week)

Um tour pelo elegante escritório Le Brassus de Audemars Piguet

O fabricante de relógios mecânicos contratou recentemente a empresa de arquitetura e design de interiores Studio Banana para projetar seu novo escritório em Le Brassus, na Suíça.

audemars-piguet-office-1
Communal space

“Como uma das únicas marcas de relojoaria de última geração de propriedade familiar desde 1875, a Audemars Piguet é líder em alta relojoaria, combinando uma tradição profundamente enraizada e a mais recente tecnologia de ponta. Para apoiar o crescimento da empresa, fomos encarregados de conceber um ambiente de trabalho de vanguarda perto de sua cidade natal, Le Brassus, no coração do Vallée de Joux, nas montanhas suíças do Jura.

O desafio foi duplo. Por um lado, o espaço deveria servir como campo de teste para novas maneiras de trabalhar, refletindo o legado e o apego da marca à região. Por outro lado, o mesmo local era para hospedar equipes diversas com requisitos funcionais muito diferentes.

Utilizando a analogia de uma vila, imaginamos um ambiente de trabalho cujo layout, sistema de circulação e expressão espacial lembram o contexto rural de Le Brassus. Esse conceito foi explorado não apenas como um enredo, mas aplicado em vários níveis, como o layout, a aparência e o nome ou o nome de diferentes áreas. O resultado é um lugar que reforça o sentimento de pertencimento e conexão com o ambiente, evitando uma imitação literal do vernáculo.

Em colaboração com Audemars Piguet, criamos um ambiente de trabalho resiliente e voltado para o futuro, facilitando o desenvolvimento de novas dinâmicas de trabalho para o futuro da empresa. Projetado para promover o teste rápido e inteligente de diversos fluxos de trabalho, criamos uma ampla gama de espaços de colaboração e reunião adaptáveis ​​a diferentes atividades e mentalidades; e introduzimos alguns pontos icônicos que atuam como espaços catalisadores, quebrando silos e melhorando a interação entre equipes.

A natureza temporária desse espaço e sua concepção como campo de teste significavam que havia uma forte necessidade de criar um ambiente experimental flexível o suficiente para se adaptar rapidamente às novas formas de trabalho. A acomodação de equipes tão diferentes como TI, P&D ou Controle de Qualidade também nos levou a pensar em estratégias que geram um senso de comunidade transversal, não apenas através da implementação de uma ampla gama de espaços sociais e de colaboração, mas também através de uma aparência unificada e sentir-se relacionado às origens da marca.

Para dividir o espaço de trabalho de plano aberto em grupos de equipes menores e criar uma sensação de vizinhança e comunidade, todos os espaços fechados, de salas de colaboração a cantos de concentração, foram concebidos como pequenas casas, de modo que todo o local se assemelha a uma pequena escala Vila. Estrategicamente distribuídos pelos espaços catalisadores, eles têm a particularidade de serem girados 15 graus (30 minutos em termos de relojoaria) em relação à estrutura retangular do edifício, um arranjo que facilita o fluxo natural dos colaboradores entre as diferentes áreas e consolida a sensação de estar em uma vila, onde nem tudo é distribuído ortogonalmente.

A analogia entre a vila e o local de trabalho permitiu-nos tematizar algumas áreas e salas específicas. Nós nos inspiramos em certas características encontradas no contexto circundante de Le Brassus, que depois aplicamos à maneira como concebemos alguns dos espaços. Para citar alguns, as escadas sociais ascendentes se tornaram o Téléski (teleférico), a sala polivalente toda branca é o Patinoire (pista de gelo), o aconchegante canto da cozinha com café é o Épicerie (supermercado) e o pátio central é o Praça da aldeia. Essa forte história e estratégia de nomes memoráveis ​​se tornaram uma segunda natureza entre os usuários do espaço, que agora se orgulham de trabalhar na Vila Audemars Piguet ”, diz Studio Banana.

audemars-piguet-office-2
Collaborative space
audemars-piguet-office-3
Collaborative space
audemars-piguet-office-10
Collaborative space / workstations
audemars-piguet-office-4
Phone booths
audemars-piguet-office-6
Cafeteria
audemars-piguet-office-7
Lounge
audemars-piguet-office-9
Lockrooms
audemars-piguet-office-8
Bathroom
audemars-piguet-office-5
Outdoor patio

Beyoncé divulga trailer com novos trechos de ‘Black Is King’, seu próximo trabalho

Nas imagens, é possível ver que haverá participações de Naomi Campbell e Lupita Nyong’o

Beyoncé no trailer de ‘Black Is King’ – Reprodução

Os fãs de Beyoncé, 38, estão tendo um domingo feliz. É que a cantora liberou um trailer de “Black Is King”, o álbum visual que ela está produzindo para a Disney Plus, com estreia marcada para o próximo dia 31. Como a plataforma de streaming ainda não chegou ao Brasil, não há previsão de estreia por aqui.No trailer, é possível ver novos trechos do trabalho, inclusive com a participação de outros famosos, como a modelo Naomi Campbell, a atriz Lupita Nyong’o, o cantor Jay-Z (marido de Beyoncé) e a cantora Kelly Rowland, ex-parceira dela no Destiny’s Child. A mãe dela, Tina Knowles, também aparece.

Lupita Nyong'o e Naomi Campbell no trailer de 'Black Is King'
Lupita Nyong’o e Naomi Campbell no trailer de ‘Black Is King’ – Reprodução

Em junho, um teaser já havia mostrado as primeiras imagens de “Black Is King” no site da cantora. Em comunicado distribuído à época, a experiência foi definida como “uma memória celebratória para o mundo da experiência negra”.”Este filme é a história de eras que informam e reconstroem o presente, a reunião de culturas e crenças geracionais compartilhadas”, dizia o texto. “É a história de como as pessoas deixaram os mais debilitados receberem um presente extraordiário e um futuro com propósito.”

O álbum visual, produzido, roteirizado e dirigido pela própria Beyoncé, teve influências do trabalho da cantora na versão mais recente de “O Rei Leão” (2019), no qual ela dublou a personagem Nala. A ideia é atualizar as lições do filme “para os jovens reis e rainhas de hoje que ainda estão procurando suas próprias coroas”.”Essas lições atemporais são reveladas e refletidas por meio de vozes negras da atualidade, agora assentadas em seu próprio poder”, continua. O filme é “uma afirmação de um grande propósito, com visual exuberante que celebra a resiliência e a cultura negras e destaca a beleza da tradição e a excelência negra”.Além de participar do “O Rei Leão” como dubladora, Beyoncé também produziu na época o álbum “The Gift”, que foi lançado em conjunto com o longa e tinha participações, entre outros, de Childish Gambino, Kendrick Lamar e Pharrell, além do marido dela, Jay-Z, e da filha Blue Ivy Carter.

Naomi Campbell – Vogue Spain July 2020 By Nadine Ijewere

Naomi   —   Vogue Spain July 2020   —   www.vogue.es
Photography: Nadine Ijewere Model: Naomi Campbell Styling: Nathan Klein Hair: Lorenzo Barcella Make-Up: Fran Cooper Manicure: Tracy Clemens

Kate Winslet será homenageada no Festival de Cinema de Toronto

Devido ao coronavírus, a 45ª edição do Tiff ocorrerá de 10 a 19 de setembro em um formato híbrido que combinará eventos presenciais e virtuais
AFP

A atriz Kate Winslet 

A atriz britânica Kate Winslet será homenageada com o Tribute Actor Award no Festival Internacional de Cinema de Toronto, anunciaram os organizadores na quinta-feira, 16. 

O Toronto International Film Festival ou  Tiff será realizado virtualmente no dia 15 de setembro. O maior evento do gênero na América do Norte será reduzido pela metade, devido à pandemia. 

“A presença brilhante e comovente de Kate nas telas continua a cativar, divertir e inspirar o público e os atores”, disse Joana Vicente, diretora-executiva e codiretora do Tiff. 

Desde seu primeiro filme, Heavenly Creatures (Amizades sem limites), que a ajudou a lançá-la ao estrelato, Mildred Pierce (Alma em Suplício)The Reader (O Leitor) e seu inesquecível trabalho em Titanic, a presença de Winslet  na tela é tão poderosa e corajosa quanto as mulheres que ela escolhe representar”, disse Vicente. 

Winslet, que ganhou o Oscar de melhor atriz em 2009 por seu papel em O Leitor, é “uma das melhores e mais respeitadas atrizes de sua geração”, concluiu Vicente. 

O Tribute Award é concedido a atores, diretores e outros profissionais do cinema por suas contribuições excepcionais à indústria. 

Devido ao coronavírus, a 45ª edição do Tiff ocorrerá de 10 a 19 de setembro em um formato híbrido que combinará eventos presenciais e virtuais.

‘A conta vem, e não só para aqueles que causaram o dano’, diz Gisele Bündchen sobre política brasileira ambiental

Gisele Bündchen Foto: Nino Muñoz
Gisele Bündchen Foto: Nino Muñoz

Gisele Bündchen queria festejar seus 40 anos, amanhã, com a família e os amigos, plantando árvores na Amazônia. A intenção era reflorestar a região que vem sofrendo com o desmatamento — em junho, um recorde foi quebrado na série histórica do mês, com 1.034,4 km² devastados, área quase do tamanho da cidade do Rio. “Queria chamar a atenção para a importância de preservamos o que já temos. Com a pandemia, isso não será possível”, conta a übermodel. Para a data não passar em branco, celebrará o aniversário em casa com o marido, o jogador de futebol americano Tom Brady, e os filhos, Benjamin e Vivian Lake. “Vou ter um bolinho.”

Da Flórida, onde vive, Gisele ficou pensando em como realizar seu desejo apesar da crise sanitária. Decidiu unir forças com o Instituto Socioambiental (ISA) para colocar em prática o plano de plantar 40 mil árvores. “Minha vontade é retribuir, de alguma forma, à mãe Terra por ter me nutrido todos esses anos. Desde que nascemos, ela nos provê tudo o precisamos: o ar que respiramos, a comida que comemos, as casas em que vivemos”, diz. “ Imagina que incrível se cada um plantasse uma árvore para celebrar o seu aniversário! Poderíamos regenerar o mundo.”

Em entrevista à ELA, a gaúcha, com fortuna estimada em 400 milhões de dólares, fala sobre sua conexão com a natureza, o título de “má brasileira” que ganhou da atual ministra da Agricultura e a relação com os filhos. Confira os melhores trechos da conversa, realizada por e-mail.

Como é chegar aos 40 anos como uma das figuras mais conhecidas do brasil e do mundo?
Meu coração está cheio de gratidão. Tenho refletido bastante sobre o momento em que vivemos, quais são os meus sonhos e o que quero realizar nessa nova fase que se inicia em minha vida. Esses últimos 40 anos me trouxeram muitos aprendizados. Sinto-me mais segura e tenho clareza do meu propósito.

Envelhecer é um drama para uma modelo?
O corpo não responde da mesma forma, envelhecer também mexe com a nossa vaidade. As rugas fazem parte e, hoje, existem mil artifícios para ajudar a manter a aparência um pouco mais jovem. Só não dá para ficar querendo ter a mesma cara que você tinha no passado. É importante aceitar as transformações.

Você já declarou que se arrependeu de ter colocado silicone. Faria uma plástica hoje, aos 40?
Tudo na vida nos ensina algo e, nessa situação, aprendi que não vale a pena fazer algo por me sentir pressionada e querer agradar aos outros. Eu me arrependi e não sei se faria plástica novamente. Não tenho essa necessidade. Mas nunca sabemos como nos sentiremos no futuro e se fará algum sentido para mim.

Quais são os objetivos do projeto “Viva a Vida”?
Vou começar plantando 40 mil árvores na Amazônia Legal para celebrar o meu aniversário. Familiares e amigos queriam me presentear, então, pedi a eles que me ajudassem. Para facilitar as doações, criei uma plataforma on-line (www.vivaavida.gift). Assim, outras pessoas também podem participar.

Gisele Bündchen Foto: Nino Muñoz

Como funcionará?
Fiz uma parceria com o ISA, com o qual tive uma história no início da minha atuação como defensora da natureza, apoiando, em 2006, o projeto Y Ikatu Xingu. (Segundo explicou, por e-mail, Patricia Bündchen, gêmea de Gisele, o Instituto faz o plantio com semeadura direta no solo, com uma mistura de sementes nativas. Estas sementes são coletadas pela Rede de Sementes do Xingu, projeto que acabou de ganhar um prêmio internacional. O ISA é quem fica responsável pela execução e acompanhamento dessas áreas plantadas.)

Como defensora do meio ambiente, você já foi muito atacada — inclusive por agentes do governo. Como foi ser chamada de “má brasileira” pela atual ministra da Agricultura, Tereza Cristina?
Não levo para o lado pessoal. Sou uma pessoa íntegra e sempre carreguei o nome do meu país com muito amor e carinho. Tive a oportunidade de me comunicar com a ministra e esclarecer essa situação. Entendo a importância do agronegócio para o Brasil, mas também entendo que não é preciso derrubar mais nenhuma árvore para que tenhamos progresso. Por mais incrível que seja o poder de regeneração da natureza, leva dezenas de anos para recuperar aquilo que é destruído em minutos. O que precisamos combater é o desmatamento ilegal, a grilagem e as invasões de terra. A sociedade precisa estar atenta e vigilante, porque a floresta tem um papel fundamental no equilíbrio do clima, no regime de chuvas e, consequentemente, na vida de todos nós.

Gisele Bündchen Foto: Nino Muñoz

O que você tem achado das políticas do governo Bolsonaro em relação ao meio ambiente?
Espero que nossos governantes se engajem mais no combate ao desmatamento. Sem a natureza, não teremos o tão almejado “progresso”. Não se pode querer crescer e evoluir destruindo. A conta vem, e não só para aqueles que causaram o dano. Vem para a sociedade inteira.

Você doou R$ 1 milhão a comunidades vulneráveis para apoiar ações emergenciais durante a pandemia de Covid-19. Por que encabeça ações como essa?
Faço as coisas quando sinto no meu coração. Senti que precisava fazer algo para ajudar naquele momento e fiquei feliz em ver que outras pessoas, e também empresas, se uniram à iniciativa. Toda forma é válida. O importante é olharmos para o lado e cuidarmos uns dos outros.

Por causa do trabalho do seu marido, vocês se mudaram para a Flórida. Foi difícil deixar Boston?
Boston foi muito acolhedora conosco e estará sempre em nossos corações. Meus filhos nasceram lá e fizemos amizades especiais. Vamos sentir saudades. Mas a vida é assim, a única certeza que temos é de que tudo muda. A mudança para a Flórida tem sido muito boa, pois aqui é bem mais quente e temos sol quase todos os dias. Adoro um solzinho, sempre me deixa feliz!

Gisele Bündchen Foto: Nino Muñoz

Como tem sido a vida durante a quarentena?
Nesses meses de reclusão, procurei me manter ativa. Gosto de levantar antes do nascer do sol para meditar e malhar. Isso me dá mais energia. Embora ainda não tenha saído para trabalhar fora, passo muito tempo envolvida com novos projetos, mas também tenho tentado alocar mais tempo para a família. No início da pandemia, percebi que estava vendo muitas notícias que só me faziam mal, então mudei a tática. Passei a consumir conteúdo positivo e ter conversas inspiradoras. No começo, o ensino em casa para as crianças também foi desafiador. Por mais que os professores passem o conteúdo, os pais têm que se envolver muito mais.

A relação com os filhos mudou agora que eles estão maiores? está mais durona ou mais calma?
Quando necessário, sou bem durona; mas, no geral, sou manteiga derretida. O Benjamin teve uma fase mais agarrado a mim. Agora, está mais com o pai. Vivian foi sempre independente.

Você e Brady estão casados há mais de uma década. Como é manter uma relação por tanto tempo?
Qualquer relacionamento tem seus desafios, mas acredito que o segredo está na comunicação. É importante se comunicar de forma clara e amorosa com seu parceiro.

Gisele Bündchen Foto: Nino Muñoz

No passado, disse que seus filhos achavam que você era comissária de bordo por viajar muito. Eles sabem que a mãe é uma das maiores modelos do mundo?
Sempre deixamos muito claro para eles que o trabalho do papai e da mamãe não era mais especial do que qualquer outro. A diferença é que era mais público. Ensinamos a eles que todos nós somos únicos e temos algo especial para contribuir.

Há quase dois anos, você lançou uma biografia reveladora. contou que pensou em suicídio. O que colheu sendo tão sincera?
Recebi feedbacks muito positivos em relação ao fato de ter exposto minhas vulnerabilidades. Até hoje, muitas pessoas comentam que o livro as ajudou bastante. Isso já fez tudo valer a pena para mim.

Vamos rever você um dia nas passarelas?
Fechei com chave de ouro esse ciclo. Mas a gente não deve dizer nunca. Não sabemos o que o futuro nos reserva, não é?

Photographer Sy Thierno for Numéro Russia with Ophelie Guillermand

Photography: Sy Thierno. Casting Director: Barbara Blanchard. Styling: Celine Bourreau and Raphaël De Castro. Hair: Simon Chossier. Makeup: Odile Jimenez. Photo assistant: Steven Bastos. Styling assistant: Eni Cosie. Scouting Location: Celine Bourreau – Domaine des Royaux. Model: Ophelie Guillermand At Elite Paris.

Godzilla vs. Kong | Personagens se enfrentam em primeira imagem oficial do longa

Arte foi revelada em caixa de colecionável
CAMILA SOUSA

Now that is what I’m talking about! #GodzillaVsKong

Godzilla vs. Kong, longa que reunirá dois dos maiores monstros do cinema, teve sua primeira imagem oficial divulgada. A arte é da embalagem de um dos colecionáveis do filme e mostra um pouco de como será o grande encontro.

Segundo a sinopse oficial de Godzilla vs Kong, em um tempo em que monstros andam pela Terra, a luta da humanidade pelo seu futuro coloca Godzilla e Kong em uma rota de colisão que mostrará as duas forças mais poderosas da natureza se chocando em uma espetacular batalha que sempre será lembrada. Enquanto a Monarch embarca em uma missão perigosa em um terreno desconhecido e descobre pistas sobre a origem dos Titãs, uma conspiração dos humanos ameaça varrer as criaturas, boas e ruins, da face da Terra para sempre.

Antes previsto para novembro deste ano, o longa teve seu lançamento adiado para 21 de maio de 2021.