Quer trabalhar com moda? Essas são as vagas do futuro

Scroll down to content

De designer de efeitos especiais a gerente de experiência a gerente de experiência com consumidor, site listou as vagas mais em demanda do momento
MARIE CLAIRE

Quer trabalhar com moda? Essas são as vagas do futuro (Foto: Reprodução/Warner Bros)

A indústria da moda sentiu os impactos da crise econômica gerada pelo coronavírus desde antes da covid se tornar um problema global. No início de fevereiro, as semanas de moda internacionais já viam uma queda no número de participantes por conta das restrições de viagem impostas aos turistas e profissionais chineses e cancelamento de desfiles

Poucas semanas depois, com o alastramento do vírus pelo mundo, não apenas os compradores e participantes de feiras especializadas entraram em pausa, como o varejo de turismo congelou com a queda do número de voos e viajantes.  Depois foi a vez de lojas de rua e shopping fecharem, indústrias entrarem em pausa completamente (com até algumas marcas, como a de Kylie e Kendall Jenner sendo acusadas de não pagar pedidos de fornecedores). PUBLICIDADEAds by Teads

Nesse contexto, para quem entra no mercado de trabalho da moda em 2020 o desafio não poderia ser maior. A indústria, no entanto, vem se adaptando e se ajustando aos novos tempos e desafios a curto prazo, investindo com força total em plataformas e soluções digitais — até a Zara anunciou que fecharam mais de mil lojas e concentrar esforços no e-commerce e experiências omnicanal. 

Com isso, uma série de vagas e oportunidades começam a se abrir e se desenvolver. O site Business of Fashion, que tem a sua própria plataforma de carreiras na moda, listou as vagas em moda mais requisitadas do momento. A lista você confere a seguir:

1) Designer de efeitos especiais

Com lojas fechadas e desfiles cancelados, muitas marcas apelaram para as roupas digitais em 3D. Outros até compensaram o desejo pelo consumo de moda na esfera virtual, com o jogo Animal Crossing se tornando um laboratório de roupas digitais, por exemplo. Segundo o Business of Fashion, embora experiência em computação gráfica seja essencial, por conta demandas técnicas da renderização digital, visão criativa é tanto ou mais importante assim como saber sobre iluminação, cenografia, estilo e composição. 

2) Analista de dados 

Enquanto ninguém sabe ao certo responder como será o futuro da indústria, empresas estão confiando em seus dados – no de outros players – para planejar e se preparar para o que vier. Como sobreviver a uma possível segunda onda de lockdowns com lojas fechadas? Como otimizar inventário e campanhas de marketing? Quanto mais a indústria se aprofunda no mundo digital, mais importa a análise de dados.

3) Designer de showroom digital 

Não apenas as reuniões foram para o espaço virtual como também os showrooms. Com a escalada do e-commerce, unida às restrições de viagens durante a pandemia – e possíveis restrições de orçamento para deslocamentos custosos no futuro – a ideia de showrooms virtuais se tornou uma alternativa no mercado B2B, para marcas chegarem aos seus compradores. Até a Balmain montou o seu, imitando o QG da marca em Paris. Já existem empresas que constrõem showrooms digitais, com a londrina Ordre, onde habilidades excepcionais de design digital são essenciais para garantir uma vaga e construir espaços de compras on-line possam oferecer aos compradores uma experiência interativa e elegante que rivaliza com a física, segundo o Business of Fashion.https://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

4) Gerente de experiência de consumidores

Com a transição do offline para o online, muitas empresas se viram com desafios particulares como grade número de pedidos, devoluções, trocas e reclamações. Passar do físico para o digital requer um acompanhamento da experiência do cliente em diversos canais, não apenas no momento da compra. 

Alguma empresas investem também em vendedores, conselheiros e stylists online. O desafio é saber engajar o cliente, antecipar problemas ou resolvê-los com rapidez. Principalmente quando a parte mais operacional do atendimento (como rastreamento de pedidos, trocas), no futuro, passará a ser feito por inteligência artifical, como prevê o BoF. 

5) Especialista em responsabilidade corporativa

Em tempos de “exposeds” nas redes sociais, nenhuma marca fica imune ao cancelamento. A pandemia e principalmente os protestos antirracistas nos Estados Unidos trouxeram uma onda de denúncias de racismo, assédio moral, irresponsabilidade ética e ambiental que fizeram grandes nomes como Adidas e Reformation a terem de pedir desculpas por probelmas estruturais dentro de seus departamentos.

E enquanto os pedidos de desculpas venham com promessas de melhora (e cobrança dos consumidores), um especialista que saiba não apenas abafar crises como garantir que os planos de ação sejam colocados em prática e melhorados será fundamental. Nesse quesito, conhecimentos em governância, sustentabilidades, administração pública são grandes aliados a um entendimento profundo da indústria e seus movimentos e cadeias. https://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

6) Gerente de inventário inteligente

A Covid-19 veio para dinamizar a dinâmica de organização e planejamento de estoque. Depois de meses de lojas fechadas, coleções “puladas”, marcas estão tendo de lidar com uma crise de estoque de produtos e insumos sem vazão. 

Principalmente em um mundo onde as tendências caminham rapidamente, é necessário um especialista que saiba analisar, prever e encontrar formas inteligentes de mover estoque conforme a demanda muda em tempo real. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: