Você sabia que é possível comprar ações de uma bolsa Birkin? Entenda

Scroll down to content

O interesse em comprar ações de objetos colecionáveis e até cavalo de corrida cresceu durante a pandemia. Aqui, saiba melhor como funciona

É possível comprar ações de uma Birken, da Hermès (Foto: Getty Images)

Já imaginou investir em ações de uma Birkin, da Hermès? Sim, isso é possível, e foi o que fez Antonella Carbonaro, consultora de empresas de tecnologia financeira, como contou em entrevista ao jornal “The New York Times”. Depois de juntar dinheiro para adquirir a bolsa em 2018, ela descobriu que existe um mercado para investir em modelos mais exóticos da it-bag, que podem chegar a seis dígitos. Ela vê as ações em uma bolsa como um investimento alternativo, que não é diferente de participações em fundos de private equity

Ela comprou 10 ações em uma Bleu Lézard Birkin que foi avaliada em $61,500 em uma oferta no ano passado. No começo deste ano, ela comprou 25 ações em uma Himalaya Birkin, que foi avaliada em $140 mil em maio. O seu primeiro investimento está subindo 6% em relação ao preço de compra na Rally Rd., um aplicativo que lida com investimentos fracionados em itens colecionáveis. O outro ainda está no período de bloqueio e suas ações não podem ser negociadas. Mas saiba que ela não pode usar, nem tocar ou segurar, no objeto. As ações são negociadas até que o proprietário venda o bem. 

A Rally Rd começou vendendo ações em carros exóticos há anos, mas estendeu seu portfólio para arte, livros, vinhos, whiskey e bolsas Birken. Rob Petrozzo, um dos fundadores e diretor de produtos da empresa, conta que durante a quarentena os investimentos aumentaram, já que as pessoas estão ficando mais em tempo em casa. Ele disse que os investidores existentes na plataforma dobraram o número de itens em que possuíam ações. As ofertas iniciais esgotaram cinco vezes mais rápido do que antes da pandemia, à medida que novos investidores na plataforma começaram a comprar ações mais rapidamente.

E não é só em objetos que é possível investir, mas também em cavalos de corrida. É o que faz a MyRacehorse, que vende ações de cavalos de corrida que são muito menores do que as vendidas pelos consórcios de corrida tradicionais. A empresa firmou parceria com uma importante fazenda de criação, a Spendthrift, para estender a duração dos investimentos. Antes, seu modelo era vender o cavalo quando terminava de correr. Agora, os investidores podem participar das taxas de criação que, muitas vezes, ajudam na vitória nas pistas de corrida.

Mas consultores acreditam que este tipo de investimento pode ser arriscado. “Pode haver potencial de retorno, mas quem sabe?” disse Jack Ablin, diretor de investimentos da Cresset Capital. “Não há liquidez nem controle. Quando você recebe seu dinheiro de volta? Você não sabe”, comentou em relação aos cavalos de corrida. [Vogue]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: