Airbnb planeja dar início a processo de IPO ainda neste mês

Scroll down to content

De acordo com o Wall Street Journal, estreia das ações na Bolsa pode acontecer até o fim do ano

Os negócios do Airbnb foram duramente impactados pela pandemia. Em maio, a empresa anunciou a dispensa de um quarto de seus funcionários Foto: Gabby Jones / Bloomberg

NOVA YORK – No início do ano, uma das estreias mais aguardadas nas Bolsas era a do Airbnb, mas no meio do caminho surgiu a pandemia do novo coronavírus. Por restrições de governos, ou mesmo o temor de contaminação, as pessoas pararam de viajar. O setor de turismo entrou em profunda crise, com o futuro ainda incerto, mas, de acordo com o Wall Street Journal, a start-up que reinventou o segmento de hospedagens deve seguir em frente nos planos de abertura de capital.

A companhia planeja entregar a documentação para o IPO (oferta pública inicial de ações, na sigla em inglês) à Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (Securities and Exchange Commission, SEC) ainda neste mês, com potencial para entrada na Bolsa ainda neste ano, informaram fontes ao jornal americano. O Morgan Stanley foi escolhido para liderar a oferta, com participação do Goldman Sachs.

Ainda não há garantias de que o processo seguirá o cronograma, até pelas incertezas sobre o tempo necessário para avaliação pela SEC. Dois modelos para a listagem estão sendo avaliados. O tradicional IPO, com a oferta dos papéis para investidores na Bolsa, ou pela fusão com uma empresa criada especificamente para este fim, em transação conhecida como “special-purpose acquisition company”.

O Airbnb pretende aproveitar a retomada dos IPOs, após a paralisação nas ofertas provocada pelas incertezas trazidas pela pandemia. A gravadora Warner Music Group e a start-up do setor de seguros Lemonade estrearam com sucesso em junho e julho. A start-up de delivery de comida DoorDash e a consultoria de análise de dados Palantir devem ser as próximas.

Mas a operação do Airbnb envolve mais riscos, pelas incertezas sobre o futuro da indústria do turismo. Há três anos, a empresa foi avaliada em mais de US$ 30 bilhões, mas recentemente seu valor de mercado foi estimado em US$ 18 bilhões. Em maio, a companhia informou que iria demitir um quarto de seus funcionários.

A empresa trabalhava com a meta para a entrega da documentação para o IPO em março, segundo disse o diretor executivo Brian Chesky em entrevista em abril, mas o planejamento foi interrompido por causa da pandemia.

Mas nos últimos meses a retomada dos negócios tem sido surpreendente. A procura internacional continua em baixa, mas as pessoas estão viajando para localidades próximas e as reservas estão aumentando. Segundo a empresa, no dia 8 de julho foram realizadas mais de um milhão de reservas. Foi a primeira vez desde 3 de março que a marca foi alcançada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: