Usuários de WeChat nos EUA crescem mais de 40% depois de ameaça de Trump

Scroll down to content

Depois de fala de Donald Trump sobre banir o app de conversa, aplicativo vê alta e chineses nos EUA temem ficar sem contato com familiares
Por Agências – Reuters

Não estava claro como o governo poderia implementar a proibição do WeChat em meados de setembro

Nos Estados Unidos, os downloads dos aplicativos de conversa WeChat e Signal aumentaram mais de 40% nos últimos dias. O crescimento acontece depois que o presidente Donald Trump ameaçou banir o app da empresa chinesa Tencent, segundo dados da Sensor Tower compartilhados com a agência de notícias Reuters na quinta-feira, 13.

Os usuários do WeChat nos Estados Unidos correram para instalar a plataforma antes que ela pudesse desaparecer das lojas de app nos celulares. Outros, especialmente na China, buscaram alternativas como o Signal, que é criptografado, de propriedade da Signal Foundation sem fins lucrativos.

Os downloads de aplicativos WeChat nos Estados Unidos aumentaram 41% em uma média de seis dias em relação à semana anterior à proibição dos EUA, anunciada na última quinta-feira, de acordo com a Sensor Tower. Os downloads do aplicativo Signal nas lojas de aplicativos dos EUA e China aumentaram separadamente em 30% e 90%.

“Não apenas alternativas como WhatsApp e Telegram estão oficialmente bloqueadas na China, mas o Signal tem uma vantagem inerente por ser bem conhecido por ser fortemente criptografado”, disse Stephanie Chan, estrategista Mobile Insights da Sensor Tower. A Signal não respondeu imediatamente ao pedido de comentário.

Os usuários do WeChat também recorreram a outro aplicativo de chat de propriedade da Tencent, o QQ, já que a proibição não abrangia especificamente este produto. Seus downloads nos Estados Unidos triplicaram na semana passada, mostraram dados da Sensor Tower.

Alguns imigrantes chineses e expatriados temem que a perda de acesso ao popular WeChat possa cortar o contato com a família e amigos na China, onde os aplicativos de mensagens instantâneas mais populares dos EUA, incluindo FacebookWhatsApp e Telegram, foram bloqueados pelo governo chinês.

Não estava claro como o governo poderia implementar a proibição do WeChat em meados de setembro. Ele poderia solicitar que a Apple e a Alphabet, controladora do Google, removessem o WeChat de sua loja de aplicativos ou solicitassem que os apps parassem de oferecer acesso ou atualizações aos usuários dos EUA.

Alguns usuários disseram que planejavam acessar o WeChat nos Estados Unidos usando uma rede privada virtual (VPN), uma ferramenta comum que as pessoas usam na China para ocultar endereços IP para escapar das restrições do governo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: