‘Doutor Sono’ tem cenas aterradoras, mas com momentos desconcertantes

Scroll down to content

Sequência de ‘O Iluminado’ pode ser assistido na HBO

Ewan McGregor em cena de ‘Doutor Sono’ (foto Warner Bros.)

Cinéfilo de carteirinha coloca Stanley Kubrick no panteão dos grandes do cinema. É sabido que o diretor sempre quis fazer a obra-prima definitiva de todos os gêneros que abordou. Muitas vezes conseguiu. O terror de O Iluminado, por exemplo. Só quem não gosta do filme é o autor do livro, Stephen King.

Ele não apenas realizou sua versão da história de Jack como série. Em 2013, propôs uma sequência em livro – Doutor Sono – que virou filme de Mike Flanagan. É a atração desta segunda, 17, às 22h09, no canal HBO. Lembram do garoto Danny? Cresceu e virou Ewan McGregor. Passados mais de 30 anos dos acontecimentos no Hotel Overlook, Danny ainda não superou o trauma. Ele usa seus poderes para aliviar o sofrimento de pessoas à beira da morte. Liga-se a uma garota, Abra. Como ele, Abra possui o Brilho e atrai os integrantes de uma seita liderada por Rebecca Ferguson, da série Missão Impossível.

Rebecca e seus seguidores alimentam-se da aura de pessoas que devem morrer violentamente para produzir energia. Numa cena forte, uma tenta entrar na mente da outra. A narrativa volta ao Overlook com a recriação de cenas emblemáticas do clássico de Kubrick. O resultado desconcerta, mas em alguns momentos Flanagan quase chega lá e cria cenas aterradoras. O medo impõe-se, você vai ver. [Luiz Carlos Merten]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: