Batman – DC FanDome Teaser

Da Warner Bros. Pictures chega “Batman”, no comando, o diretor Matt Reeves (filmes “Planeta dos Macacos) e com Robert Pattinson (“Tenet”, “O Farol”, “Bom Comportamento”) estrelando como Batman, o vigilante detetive de Gotham City, e o bilionário Bruce Wayne. Estrelando ao lado de Pattinson no famoso – e infame – elenco de personagens de Gotham estão Zoë Kravitz (“Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald”, “Mad Max: Estrada da Fúria”) como Selina Kyle; Paul Dano (“The Beach Boys: Uma História de Sucesso”, “12 Anos De Escravidão”) como Edward Nashton; Jeffrey Wright (filmes “Jogos Vorazes”) como James Gordon do Departamento de Polícia de Gotham City; John Turturro (filmes “Transformers”) como Carmine Falcone; Peter Sarsgaard (“Sete Homens e Um Destino”, “Aliança do Crime”) como o promotor de Gotham City Gil Colson; Barry Keoghan (“Dunkirk”) como o policitar Stanley Merkel; Jayme Lawson (“Farewell Amor”) como a candidata a prefeito Bella Reál; com Andy Serkis (filmes “Planeta dos Macacos”, “Pantera Negra”) como Alfred; e Colin Farrell (“Animais Fantásticos e Onde Habitam”, “Dumbo”) como Oswald Cobblepot. Reeves e Dylan Clark (filmes “Planeta dos Macacos”) produzem o filme, com Simon Emanuel, Michael E. Uslan, Walter Hamada e Chantal Nong Vo como produtores executivos. A equipe criativa de Reeves nos bastidores inclui o diretor de fotografia indicado ao Oscar Greig Fraser (“Lion: Uma Jornada para Casa”, ainda inédito “Dune”); o designer de produção de Planeta dos Macacos, James Chinlund; os editores William Hoy (filmes “Planeta dos Macacos”) e Tyler Nelson (“A Máquina de Lembranças”); o supervisor de efeitos visuais vencedor do Oscar Dan Lemmon (“Mogli, O Menino Lobo”); o supervisor de efeitos especiais indicado ao Oscar Dominic Tuohy (“1917”, “Star Wars: Episódio IX – A Ascensão Skywalker”); o técnico de som indicado ao Oscar Stuart Wilson (“1917”, franquia “Star Wars”); a figurinista ganhadora do Oscar Jacqueline Durran (“1917”, “Adoráveis Mulheres”, “Anna Karenina”) e os figurinistas Glyn Dillon (franquia “Star Wars”) e David Crossman (“1917”, franquia “Star Wars”); a cabeleireira Zoe Tahir (ainda inédito “Sem Tempo Para Morrer”, “007 Contra Spectre”); e a maquiadora indicada ao Oscar Naomi Donne (“1917”). Batman foi criado por Bob Kane e Bill Finger. Baseado nos personagens da DC, The Batman está programado para estrear nos cinemas em Outubro de 2021 e será distribuído mundialmente pela Warner Bros. Pictures.

Prejuízo do Nubank tem primeira queda significativa desde a fundação

Fintech que sempre operou no vermelho registrou prejuízo de R$ 95 milhões no primeiro semestre, 32% menos que ao fim da primeira metade do ano passado
André Ítalo Rocha, O Estado de S.Paulo

Nubank tem primeiro queda significativa de prejuízo desde sua fundação

fintech Nubank viu o seu prejuízo cair 32% no primeiro semestre deste ano, para R$ 95 milhões, em relação ao resultado registrado ao fim da primeira metade do ano passado. É o que mostra balanço obtido em primeira mão pelo Estadão/Broadcast. A redução se deve ao crescimento da receita e a uma menor despesa operacional por cliente, segundo explicou o diretor financeiro da empresa, Marcelo Kopel.

É a primeira vez que o Nubank anota uma queda significativa – R$ 44 milhões – no prejuízo desde a sua fundação, em 2013. O único recuo verificado até então na sucessão de perdas da fintech havia sido em 2017, quando o prejuízo somou R$ 116 mil, contra de R$ 122 mil do ano anterior.

O Nubank gosta de ressaltar que operar no vermelho, por enquanto, é uma decisão. Como a empresa tem aumentado o número de clientes de forma acelerada, isso demanda mais investimentos e mais recursos destinados a provisionamento (dinheiro destinado a cobrir possíveis calotes que, mesmo não sendo utilizados, entram como despesas no balanço).

O Nubank terminou o primeiro semestre com 26 milhões de clientes, mais que o dobro dos 11 milhões de 12 meses antes. Se o avanço do número de clientes costumava significar maior prejuízo para fintech, a dinâmica começa a mudar, com o aumento da proporção de clientes antigos em relação aos novos.

“Os clientes que já estavam vêm amadurecendo”, disse Kopel. “Com o passar do tempo, eles passam a se engajar mais conosco, gerando mais volume de transações, que fazem nossas receitas crescerem, mesmo sem cobrarmos anuidade”, afirmou também. “Se olharmos os negócios por pedaço, o cartão de crédito já gera resultado positivo”, ressaltou.

É possível, disse o executivo, que o Nubank já comece a fechar a conta no ano que vem, como consequência dessa nova dinâmica. “Mas isso está muito relacionado à quantidade de clientes. Se tivermos que postergar esse equilíbrio, significa que o negócio está crescendo mais”, afirmou.

A fintech comemora também que houve aumento de 60% nos depósitos feitos pelos clientes, com um saldo de R$ 17,3 bilhões ao fim do primeiro semestre. O resultado levou a empresa a terminar a primeira metade do ano com R$ 19,9 bilhões em caixa, crescimento de 48% em relação ao que tinha no fim do ano passado e um recorde na história de sete anos da instituição.

Inadimplência na pandemia

Apesar dos melhores resultados no primeiro semestre, o Nubank não ficou imune à crise econômica causada pela pandemia do novo coronavírus, que começou a atingir o Brasil em março. No período mais duro para a economia, a inadimplência (atrasos superiores a 90 dias) entre clientes da fintech chegou a atingir 5,8%, taxa registrada em junho. Em dezembro de 2019, era de 4,3%. Em julho, teve uma ligeira queda para 5,7%.

Kopel, contudo, ponderou que a taxa do Nubank, mesmo mais alta, ainda está abaixo da média do mercado, de 7,5% em junho, segundo dados do Banco Central (BC), “talvez devido às funcionalidades de educação financeira do aplicativo e à relação transparente que criamos com nossos clientes”.

Ainda segundo o executivo, a pandemia chegou a gerar um impacto no volume de compras com o cartão de crédito no período inicial da quarentena no Brasil. No fim do semestre, no entanto, ele disse, o fluxo de transações retornou ao patamar anterior e o volume transacionado em compras do cartão de crédito foi 54% maior que o registrado nos seis primeiros meses de 2019.

Por dentro dos novos escritórios da WSS em Londres

A empresa de desenvolvimento e investimento de propriedades WSS contratou recentemente a empresa de design de interiores Peldon Rose para projetar seu novo escritório em Londres, Inglaterra.

wss-london-office-2
Breakout space

“Os principais objetivos do projeto foram aumentar o espaço útil, revigorar os serviços com novas tecnologias e fazer as diferenças interiores entre os dois edifícios diminuir internamente, retratando visualmente um fio de design consistente por toda parte.

O objetivo principal do WSS é atrair a ocupação premium de inquilinos no distrito financeiro de Londres. Um ambiente contemporâneo, não específico para uma identidade de marca, apresentando um espaço de trabalho versátil no primeiro andar, oferecendo diferentes áreas de uso, incluindo áreas de descanso, trabalho ágil, colaboração, um espaço de reunião silencioso e estações de trabalho ergonômicas.

O segundo e terceiro andares foram projetados para serem interiores CAT A de alta qualidade, adaptáveis ​​à identidade dos futuros ocupantes, uso do espaço e estilo de trabalho. O principal resultado foi reformar e recriar três andares de escritórios, e todas as áreas comuns para um alto -Acabamento de qualidade para um esquema pronto para o trabalho no primeiro andar, e CAT A no segundo e terceiro andares. O encaixe inclui novos serviços mecânicos instalados em todos os pisos, desde o subsolo até o telhado, bem como um design moderno que é conveniente e energizante para aprimorar a experiência do usuário.

O escritório apresenta uma área de recepção moderna e sofisticada com assentos macios e saguão com elevador para acomodar até três inquilinos que ocupam o edifício, oferecendo serviços essenciais, como chuveiros, banheiros, armários e armazenamento de bicicletas no porão para atender às necessidades diárias dos ocupantes. O projeto aumentou o metro quadrado líquido, recuperando risers de serviço redundantes. Após uma revisão de locação e obras estruturais, o redesenho da partição definida e tratamento para ocultar os novos serviços nos locais de riser reduzido, bem como a extensão do teto e projeto elétrico para as áreas de riser dormente descobertas.

A descoberta dessas áreas apresentou uma solução limpa para realocar a sala de comunicação em uma área mais adequada e escondida, contribuindo para o apelo do ajuste interno ”, diz Peldon Rose.

  • Location: London, England
  • Date completed: 2020
  • Size: 22,000 square feet
  • Design: Peldon Rose
wss-london-office-5
Corridor
wss-london-office-1
Lounge
wss-london-office-3
Breakout space
wss-london-office-8
Workstations
wss-london-office-7
Collaborative space
wss-london-office-4
Meeting room
wss-london-office-6
Meeting room

Justice League: The Snyder Cut – Official Trailer (2021) | DC Fandome

Zack Snyder estreou um teaser trailer de sua Liga da Justiça: The Snyder Cut, trazendo sua visão do filme da equipe DC Comics à vida na HBO Max em 2021.

Vale lembrar que, por causa do suicídio de sua filha, Zack Snyder abandonou Liga da Justiça em 2016. Joss Whedon (Os Vingadores) assumiu as filmagens depois da saída, mas a reação negativa em torno do filme estimulou os rumores em torno da versão original do longa, já que muito material planejado pelo cineasta não entrou na versão final, além do tom ser inconsistente. O filme foi lançado em novembro de 2017 e arrecadou cerca de US$ 657 milhões no mundo, enquanto esteve em cartaz.

Desde então surgiu a campanha Release The Snyder Cut, que pedia pela mitológica versão do diretor. Não só o público mais fiel apoiou, mas também os atores, como Gal Gadot (Mulher-Maravilha) e Jason Momoa (Aquaman). Após muito tempo, a Warner confirmou o lançamento do SnyderCut para 2021 no HBO Max, streaming do grupo Time Warner.

O Esquadrão Suicida ganha cartaz bombástico no DC FanDome

Longa teve primeiras imagens divulgadas no evento
CAMILA SOUSA

O Esquadrão Suicida, dirigido por James Gunn, ganhou seu primeiro pôster durante o DC FanDome. O evento também teve a confirmação dos personagens do filme e um vídeo de bastidores com as primeiras cenas.

O Esquadrão Suicida usará alguns dos mesmos personagens do longa de David Ayer, mas não terá tantas conexões com a trama. O longa deve se inspirar nas HQs do grupo na década de 1980, escritas por Jon Ostrander Kim Yale. O elenco e a equipe estão confirmados no DC FanDome, evento virtual que terá diversas experiências e novidades para o público.

Esquadrão Suicida tem personagens confirmados no DC FanDome

O Esquadrão Suicida, dirigido por James Gunn, teve seus personagens confirmados no DC FanDome.

O Esquadrão Suicida usará alguns dos mesmos personagens do longa de David Ayer, mas não terá tantas conexões com a trama. O longa deve se inspirar nas HQs do grupo na década de 1980, escritas por Jon Ostrander Kim Yale. O elenco e a equipe estão confirmados no DC FanDome, evento virtual que terá diversas experiências e novidades para o público.

O DC FanDome está programado para começar às 14h (horário de Brasília) de 22 de agosto e terá duração de 24 horas, com cobertura do Omelete no site e redes sociais.

A estreia é prevista para 6 de agosto de 2021.

Esquadrão Suicida 2 | James Gunn diz que filme será sequência das HQs

Diretor disse que filme será a evolução dos personagens de John Ostrander
JULIA SABBAGA

Respondendo questões de fãs durante a DC FanDome, o diretor de Esquadrão Suicida 2James Gunn, disse que o seu filme mostrará uma evolução dos personagens das HQs de Jon Ostrander, autor que não só cocriou a Força Tarefa X, como também colocou o título no mapa dos quadrinhos mais lidos da DC Comics no final dos anos 1980. Questionado sobre se o filme fará uma adaptação direta dos quadrinhos, Gunn comentou:

“Não vejo esse filme como uma adaptação de Ostrander, mas uma sequência de seus quadrinhos. O que ele estaria fazendo com estes personagens, 30 anos depois?”, disse Gunn. 

Ele completou, dizendo que o filme mantém a energia da fase clássica, mas insere vilões de diferentes momentos da equipe: “O filme tem o espírito dos Ostranger, mas tem outros vilões que passarão pelo Esquadrão – homens como Bolinha ou Javelin, que eu acho que são ótimos vilões que poderiamos colocar nos nosso filme”. 

Ostrander foi responsável por transformar o Esquadrão Suicida, até então um grupo do exército americano, em uma equipe formada por supervilões em missões secretas para o governo. O Esquadrão Suicida de Ostrander tinha forte influência do cinema de ação dos anos 1980, mas garantia identidade própria ao trazer diferentes temas para as histórias.

O Esquadrão Suicida 2 usará alguns dos mesmos personagens do longa de David Ayer, mas não terá tantas conexões com a trama. O longa deve se inspirar nas HQs do grupo na década de 1980, escritas por Jon Ostrander Kim Yale. A estreia é prevista para 6 de agosto de 2021.

O DC FanDome acontece neste sábado (22) e terá 24 horas de duração, trazendo novidades dos lançamentos mais aguardados da DC, como Mulher-Maravilha 1984The Batman e o Snyder Cut.

Hidetatsu

Hidetatsu photographed by Andy Long and styled by Doug Broad, in exclusive for Fucking Young! Online.

Photography assistant: Manu Ruix
Assistant: Nicole Parviz
Set design: Alice Jacob
Grooming: Sergio Alvarez @ Gary Presents

The Flash | Encontro de Barrys da TV e do cinema será canônico em filme

Informação foi revelada por Jim Lee
NICOLAOS GARÓFALO

Durante o painel sobre o multiverso da DC no DC FanDome, foi confirmado que o encontro dos Flashes de Ezra Miller e Grant Gustin, que vivem versões do herói no cinema e na TV, respectivamente, será canônico para o DCEU. Segundo Jim Lee, publisher e Chefe-Criativo da DC Comics confirmou que o encontro mostrado durante o crossover Crise nas Infinitas Terras afetou o Velocista Escarlate de filmes.

Segundo o quadrinista, o Flash dos cinemas, que nunca foi chamado assim nos longas do DCEU, começa a usar o codinome por causa de seu encontro com o Barry Allen da CW.

O DC FanDome acontece neste sábado (22) e terá 24 horas de duração, trazendo novidades dos lançamentos mais aguardados da DC, como Mulher-Maravilha 1984The Batman e o Snyder Cut