Jamie Foxx, Teyonah Parris Junta-se a John Boyega em ‘They Cloned Tyrone’, da Netflix

by Mia Galuppo

John Boyega, Jamie Foxx e Teyonah Parris I Rodin Eckenroth/WireImage; Steve Granitz/WireImage; Jerod Harris/Getty Images

Jamie Foxx e Teyonah Parris vão estrelar ao lado de John Boyega no mistério de ficção científica da Netflix, They Cloned Tyrone.

A história, que foi descrita como Sexta-feira encontra Get Out, segue um trio improvável que investiga uma série de eventos misteriosos, alertando-os para uma conspiração nefasta à espreita diretamente em seu bairro.

Charles King’s Macro está por trás do longa, que será a estréia na direção do escritor de Creed 2, Juel Taylor, que co-escreveu o roteiro com Tony Rettenmaier.

Junto com King, Taylor e Rettenmaier, Stephen “Dr.” Love e Kim Roth irão produzir. Poppy Hanks e Mark R. Wright da Macro são produtores executivos.

A Foxx recentemente se associou à Netflix no filme de ação sci-fi Project Power e trabalhará com o streamer na sitcom multicam Dad Stop Embarrassing Me. Em seguida, ele estará nos cinemas com o filme Soul, da Pixar, e deve fazer o papel principal no filme Spawn de Blumhouse. Ele é representado pela CAA e Ziffren Brittenham.

Parris, representado por CAA e Fox Rothschild, será visto em Candyman, do diretor Nia DaCosta e do escritor Jordan Peele, e estrelará WandaVision da Marvel Studios na Disney +.

‘A Voz Humana’, curta de Almodóvar é apresentado no Festival de Veneza

Diretor espanhol chama de ‘experiência de liberdade’ seu primeiro curta, rodado em inglês
Gonzalo Sánchez, EFE

Tilda Swinton vive a protagonista de ‘A Voz Humana’ de  Pedro Almodóvar, curta apresentado no Festival de Cinema de Veneza nesta quinta-feira, 3.  Foto: Alberto PIZZOLI / AFP

VENEZA – O cineasta Pedro Almodóvar idealizou seu primeiro curta-metragem, A Voz Humana, apresentado nesta quinta, 3, no Festival de Veneza, como “uma experiência” de liberdade. Por isso, destrinchou o clássico de Jean Cocteau, no qual se inspira a história, e também o fez em inglês, modernizando a sua protagonista de coração partido, interpretada por Tilda Swinton. “Acho que será a última vez que incomodarei o texto de Cocteau com a minha adaptação”, brincou o diretor espanhol, que voltou à Mostra um ano depois de receber seu Leão de Ouro honorário para estrear esse trabalho fora de competição.

A Voz Humanaseu primeiro curta-metragem e também sua estreia em inglês, é uma adaptação bastante livre do monólogo de Cocteau (escrito em 1930) em que uma mulher abandonada implora por telefone a volta de seu amante. É um texto que, de fato, apareceu em várias ocasiões na filmografia do realizador espanhol. Carmen Maura o emula em A Lei do Desejo (1987) e esteve também na origem de Mulheres à Beira de um Ataque de Nervos (1988), uma de suas obras mais aplaudidas.

“Tem sido muito fértil e, de alguma forma, a situação de uma mulher abandonada, sozinha à beira da loucura e com um cachorro também abandonado, com quem ela divide o luto e muitas malas prontas, é uma situação dramática que sempre me estimulou”, disse Almodóvar.

A Voz Humana, no entanto, é modificado ao chegar ao universo de Almodóvar: sua narrativa pouco tem a ver com a submissão de outras atrizes famosas que interpretaram o mesmo papel, como Anna Magnani ou Ingrid Bergman. “Eu, quase de um modo natural, queria fazer algo absolutamente não só diferente, mas quase totalmente oposto, porque eu não reconheceria como contemporânea essa mulher que espera e fala com o ex-amante”, declarou. A mulher, interpretada por uma soberba Tilda Swinton, usa com modernos fones de ouvido sem fio, vagueia desesperadamente por uma casa e encontra uma ideia fugaz de redenção em um machado e ansiolíticos esperando o telefone tocar com a voz “dela”.

Assim, é possível dizer que, nos olhos da mulher, há um certo ar de bravura ao enfrentar a encruzilhada do desgosto, quando deve escolher entre morrer e descansar ou viver desconsolada. O diretor destacou que embarcar nessa aventura foi “um capricho”, vivido como uma “experiência de liberdade”. Todo o curta é banhado por uma importante marca teatral. A câmera quebra a quarta parede para deixar os sets e mostrar as paredes escuras do estúdio onde foi filmado e as telas verdes de chroma-key são envoltas em forma de cortinas. Essa liberdade é demonstrada pelo fato de que pouco ou nada resta do texto original de Cocteau. Almodóvar filmou após o relaxamento da quarentena na Espanha.

Rebekka Eliza for L’Officiel Australia with Katharina V

Photographer: Rebekka Eliza. Fashion Stylist: Raquel Guerreiro. Hair Stylist: Edgar Venancio. Makeup Artist: Tina Hoffmann. Photography assistant: Filipa Martins. Producer: Bianca Scherr. Production support: Prinz Productions. Model: Katharina V at Le Management.

Departamento de Justiça dos EUA planeja abrir processo antitruste contra o Google, diz jornal The New York Times

O DoJ abriu um inquérito contra a Alphabet, dona do Google, em junho do ano passado

Não é de hoje que a Alphabet vem sendo alvo de discussões de concorrência desleal

O Departamento de Justiça (DoJ) dos Estados Unidos planeja abrir um processo antitruste contra o Google ainda neste mês, informou uma reportagem do The New York Times nesta quinta-feira, 3. O DoJ abriu um inquérito contra a Alphabet, dona do Google, em junho do ano passado. De acordo com a reportagem, o procurador-geral William Barr está avançando com o caso, apesar das objeções dos advogados do Departamento de Justiça, que querem mais tempo para preparar o caso. 

Uma coalizão de 50 estados e territórios apoia a ação antitruste contra o Google. Não é de hoje que a Alphabet vem sendo alvo de discussões de concorrência desleal. Além do buscador do Google, a empresa é dona de serviços como YouTube, Google Maps, e de um pacote de produtos de publicidade online.

Sundar Pichai, presidente executivo do Google, chegou a participar em julho de uma audiência no Congresso dos Estados Unidos sobre concorrência desleal, ao lado dos presidentes de Amazon, Apple e Facebook.

Em resposta ao The New York Times, Jose Castaneda, porta-voz do Google, disse que a empresa iria “continuar a colaborar com investigações em andamento” e que suas práticas de negócios possibilitaram “maior escolha e competição”.

A ação contra o Google também envolve questões políticas. De acordo com o jornal americano, advogados também temem que o procurador-geral William Barr esteja apressando o caso para receber o crédito pela ação contra uma poderosa empresa de tecnologia ainda sob a administração Trump —  o que seria interessante para o atual presidente dos EUA na disputa das eleições, já que o poder das gigantes de tecnologia é um problema que tem atraído bastante holofotes. Barr, por sua vez, considera que o órgão está sendo lento no andamento do processo.

Olistic | Spring Summer 2020 | Full Show

Olistic | Spring Summer 2020 | Full Fashion Show in High Definition. (Widescreen – Exclusive Video/1080p – Art Hearts Fashion/New York Fashion Week) #ArtHeartsFashion

Kelly Mac – Always Ballin

Batman | Teaser revelado no DC FanDome ganha versão dublada

Longa tem estreia marcada para outubro de 2021
NICOLAOS GARÓFALO

Revelado no DC FanDome em 22 de agosto, o primeiro teaser de Batman ganhou uma versão dublada. Embora não traga nenhuma cena inédita, a prévia parece confirmar que o título nacional do longa trará apenas o nome do herói vivido por Robert Pattinson, sem o artigo “the” (ou “o”) presente no original.

Vale notar que a voz de Pattinson no Brasil é de Wendel Bezerra, que já dublou o ator em outros 15 filmes.

Estrelado por Robert PattinsonJeffrey Wright, Zoë KravitzPaul Dano e Colin FarrellThe Batman chega aos cinemas em outubro de 2021.

Patricia Bright: In The Bag | Episode 29 | British Vogue

A bolsa do “dia-a-dia” da vlogger superstar Patricia Bright é uma enorme Chanel acolchoada, e a razão para o tamanho logo fica clara quando ela leva a Vogue britânica por seus fundamentos do dia-a-dia na última edição da série In The Bag. Uma bomba tira leite Elvie (ela acabou de dar à luz seu segundo filho) é rapidamente seguida por um carregador de telefone portátil, uma agenda pesada, um laptop, uma câmera e um dongle – e isso sem levar em conta os lanches. Claro, a influenciadora de beleza também mantém espaço para seus fundamentos de maquiagem, incluindo uma bomba Fenty Gloss e um espelho iluminado, “para que eu possa ver a batida de perto e pessoal”. Assista ao vídeo para ver o que mais tem na bolsa de Patricia Bright.