Escassez de IPO de empresas europeias de tecnologia é exceção preocupante no cenário mundial

Em 2020, apenas 16 companhias tech do continente realizaram a abertura de capital na Bolsa – maior baixa dos últimos dez anos
E-INVESTIDOR
einvestidor@estadao.com

A startup italiana de pagamentos Nexi é uma das poucas Tech na fila do IPO na Europa (Foto: Alessandro Garofalo/Reuters)

(Swetha Gopinath e Myriam Balezou / Bloomberg) – No mundo inteiro, as ações de empresas de tecnologia estão batendo recordes históricos e ganhando as manchetes com aberturas de capital bilionárias. Na Europa, porém, a notícia mais importante do setor nos últimos tempos é de uma companhia que quer sair da Bolsa.

Depois de realizar pelos menos nove IPOs nos últimos cinco anos, a Rocket Internet – uma fábrica de startups – declarou no início de setembro que, “para a companhia, é melhor não ter ações negociadas em Bolsa”. A justificativa para a decisão é velha conhecida: o acesso a recursos privados é tão fácil que não há necessidade de vender papéis no mercado público.

O anúncio é mais um golpe contra a indústria de tecnologia na Europa. Os investidores lamentam a escassez de pesos-pesados europeus para enfrentar gigantes americanos como Apple e Alphabet Inc., a dona do Google. E não há qualquer sinal de que a região seja capaz de produzir um exemplar desse calibre num futuro próximo.

A Europa convive com uma carência de empresas de tecnologia, cuja consequência são menos unicórnios e startups. Mesmo as que nascem no Velho Continente acabam encontrando nos Estados Unidos seu maior mercado. É o que aponta Aukse Jurkute, diretora do Bank of America responsável pelo mercado acionário de tecnologia na Europa, Oriente Médio e África.

Este ano, apenas 16 companhias europeias do setor venderam ações – maior baixa em uma década, de acordo com dados compilados pela Bloomberg. Essas vendas arrecadaram US$ 650 milhões, um trocado em comparação com os US$ 9,2 bilhões obtidos nos Estados Unidos e os US$ 23 bilhões da Ásia, conforme mostra o mesmo levantamento.

E mais: investidores privados endinheirados compraram muitas empresas candidatas a IPOs. Ao fazê-lo, jogaram para cima o valor atribuído às companhias que não estão em bolsa. Nesse meio tempo, o mercado acionário europeu virou a cara para os preços altos.

O abismo nos valores de mercado das empresas é ainda mais acentuado quando comparado a Estados Unidos e Ásia, o que torna as aberturas de capital do lado de lá do Atlântico ainda menos atraentes.

“Se a Tesla fosse vendida em bolsas europeias, seria negociada por metade ou até 20% do valor atual”, diz Shaunak Mazumder, gestor de fundo na Legal & General Investment Management. Os investidores americanos compreendem o poder de ideias capazes de sacudir o mercado e “já viram esse filme”, enquanto os fundos europeus privilegiam o lucro em detrimento da inovação, afirma Mazumder.

Muitos investidores que trabalham exclusivamente com tecnologia nos Estados Unidos são profundos conhecedores desse nicho, e têm a seu lado colegas de perfil semelhante e ações disponíveis no mercado. “Isso não significa que é impossível ter uma boa avaliação de valor na Europa”, acrescenta o gestor.

Há um pedaço do mundo tech com bons resultados no mercado europeu: empresas na intersecção entre tecnologia e serviços financeiros. Em 2019, grandes processos de abertura de capital realizados no continente vieram de negócios de processamento de pagamentos, como Nexi SpA e Network International Holdings. No dia 1º de setembro, a fintech Unifiedpost Group SA anunciou planos de abrir capital na Euronext de Bruxelas, com uma expectativa de arrecadar até 212 milhões de euros (cerca de US$ 252 milhões).

Mesmo assim, as bolsas europeias não costumam ter regras que protejam os fundadores das empresas e lhes garantam direito a voto – o que leva algumas companhias de tecnologia a buscar outras paragens. Recentemente, a Spotify Technology SA (serviço de streaming nascido na Suécia) e a Farfetch Ltd. (varejista tech britânica) decidiram fazer IPOs nos Estados Unidos.

A tendência não passa desapercebida. Reguladores europeus tentam impulsionar as aberturas de capital do setor e oferecem ajuda para startups em meio à pandemia. A França, por exemplo, estabeleceu um fundo de socorro no valor de 4 bilhões de euros, voltado a pequenas empresas nacionais de tecnologia; já a Alemanha estuda um pacote de ajuda para a área.

Além disso, alguns sinais sugerem que as bolsas europeias podem se tornar mais flexíveis. O Hut Group Ltd., que vende produtos de beleza pela internet, vai abrir capital em Londres com uma estrutura que dará ao fundador e CEO Matthew Moulding ações preferenciais de classe especial, ou “golden shares”. Com isso, Moulding terá direito a vetar qualquer tentativa de aquisição hostil por um prazo de três anos.

Aukse Jurkute, do Bank of America, ressalta que são esperados “vários IPOs de porte considerável” na região para os próximos 12 meses. “A pandemia de coronavírus beneficiou muitas empresas de software, segurança, e-commerce, fintechs e outras, e por isso elas estão acelerando seus cronogramas de abertura de capital”, prossegue ela.

Entre as europeias que entraram na fila do IPO estão a Allegro, gigante polonesa de e-commerce, e Darktrace, companhia britânica de cibersegurança. A sueca Klarna Bank AB, do setor de pagamentos, também anunciou que se prepara para emitir ações nos próximos meses.

(Tradução: Beatriz Velloso)

TV The Sero da Samsung que gira na vertical chega ao Brasil por R$ 10 mil

A ideia da The Sero é atender a geração millennial, que está conectada com redes sociais e consome bastante conteúdo na vertical

A televisão The Sero, da Samsung, tem 43 polegadas

Samsung lançou no Brasil nesta sexta-feira, 4, a televisão The Sero, que gira na vertical. Anunciada em janeiro na feira de tecnologia Consumer Electronics Show (CES), em Las Vegas, nos Estados Unidos, a TV é rotativa e permite, por exemplo, que você veja um Stories feito por um amigo no Instagram diretamente pela TV, com a tela na vertical. O aparelho custará R$ 10 mil no País. 

Com resolução 4K (Ultra HD) e tamanho de 43 polegadas, a TV vem acoplada em suporte com um motor, responsável por fazer o aparelho girar para a vertical e a diagonal. A televisão conecta-se por Bluetooth com smartphones para o espelhamento da tela e de conteúdos: quando o usuário vira o smartphone, a televisão gira junto. 

Há três formas de acionar o comando para a tela girar: por meio de um botão no controle remoto único, por um aplicativo no smartphone ou então por um atalho presente em alguns celulares específicos da marca.

A ideia da The Sero é atender a geração millennial, que está conectada com redes sociais e consome bastante conteúdo na vertical. “Queremos oferecer produtos que se adequem à rotina de pessoas com perfis diferentes. Nem todo mundo quer uma televisão gigante. A Sero é uma opção compacta para apartamentos pequenos”, disse ao Estadão Guilherme Campos, gerente sênior de produtos de TV da Samsung, durante o anúncio da The Sero na CES em janeiro. 

Arquitetura e construção civil inspiram nova coleção de móveis e objetos da FGMF para a Tok&Stok

O estilo industrial e urbano dita os contornos e os materiais empregados na nova linha exclusiva de mobiliário desenhada pelo renomado escritório de arquitetura FGMF para a Tok&Stok
POR MARIANA CONTE

Arquitetura e construção civil inspiram nova coleção de móveis e objetos (Foto: Divulgação/Tok&Stok)
Arquitetura e construção civil inspiram nova coleção de móveis e objetos desenhada pelo escritório FGMF para a Tok&Stok (Foto: Divulgação/Tok&Stok)

Acostumados a criar em diferentes escalas, de edifícios comerciais a projetos de interiores, o escritório paulistano FGMF, formado pelos arquitetos Fernando Forte, Lourenço Gimenes e Rodrigo Marcondes Ferraz, aposta sua identidade também no design de mobiliário. Dessa vez, sob a coordenação de Gabriel De La Cruz Mota na área de design de produto, o escritório se dedicou a desenhar uma coleção exclusiva de móveis e acessórios desenvolvida em parceria com a Tok&Stok. As peças têm estilo industrial e urbano, com formas e materiais que remetem ao universo dos canteiros de obras.

Arquitetura e construção civil inspiram nova coleção de móveis e objetos (Foto: Divulgação/Tok&Stok)
O mancebo foi inspirado no arranque de obra, vergalhões que brotam de uma peça de concreto para serem incorporados à concretagem seguinte (Foto: Divulgação/Tok&Stok)

“Os móveis foram inspirados no nosso dia a dia da arquitetura e experiência no mundo da construção civil. Quando se faz arquitetura, em geral, a cabeça trabalha com grandes desenhos de projetos únicos. Nós já vínhamos desenvolvendo peças de design, mas para esse projeto com a Tok&Stok nós tivemos que entender o desenho de produto em escala, em um processo criativo semelhante ao da arquitetura, mas com uma preocupação investigativa muito diferente. Uma experiência que agregou muito ao nosso compromisso em realizar arquitetura contemporânea, com atuação em todas as escalas e programas”, reflete Lourenço Gimenes, sócio do FGMF.

Arquitetura e construção civil inspiram nova coleção de móveis e objetos (Foto: Divulgação/Tok&Stok)
As peças são modulares, para que o usuário possa compor de diferentes maneiras e adaptar os móveis à decoração da sua casa (Foto: Divulgação/Tok&Stok)


A coleção propõe que o usuário possa criar diferentes composições com as peças, que podem ser combinadas de acordo com as necessidades específicas de cada casa. O sofá modular, com base em gradil, faz referência às armações de blocos de fundação, estruturas de aço que sustentam uma construção. O mancebo foi inspirado no arranque de obra, vergalhões que brotam de uma peça de concreto para serem incorporados à concretagem seguinte. A coleção FGMF para Tok&Stok – Olhar urbano de fora para dentro conta ainda com espelhos, prateleiras, blocos que funcionam como mesa de centro ou pufe e pranchas de apoio – todas as peças carregam a ideia de versatilidade e composição.

Arquitetura e construção civil inspiram nova coleção de móveis e objetos (Foto: Divulgação/Tok&Stok)
Os espelhos podem ser combinados de diferentes formas – uma proposta de deixar que o consumidor adapte os objetos da melhor maneira de acordo com o seu espaço (Foto: Divulgação/Tok&Stok)
Arquitetura e construção civil inspiram nova coleção de móveis e objetos (Foto: Divulgação/Tok&Stok)
O sofá modular, com base em gradil, faz referência às armações de blocos de fundação, estruturas de aço que sustentam uma construção (Foto: Divulgação/Tok&Stok)

“A modularidade que aplicamos nos móveis e acessórios também aparece muito forte na nossa arquitetura. Vários projetos nossos têm isso, a partir de uma peça vamos formando um todo, e, no caso do mobiliário, dependendo do tamanho da casa, existe a possibilidade de compor as peças e chegar no arranjo ideal”, conta Gimenes. As novidades estarão disponíveis no e-commerce da marca e em algumas lojas físicas a partir do dia 8 de setembro.

Guia de Selena Gomez para o olho de gato perfeito | Segredos de beleza | Vogue

A performer tripla Selena Gomez conduz a Vogue por sua rotina de maquiagem do dia a dia – e compartilha sua nova e tão esperada linha Rare Beauty.

Shop this beauty routine:

Tatcha The Dewy Skin Moisturizer: https://bit.ly/32QT66N

Drunk Elephant Umbra Sheer Sunscreen SPF 30: https://shop-links.co/171706725862003…

Rare Beauty Liquid Touch Weightless Foundation: https://shop-links.co/171706728380250…

Rare Beauty Liquid Touch Brightening Concealer: https://shop-links.co/171706731607177…

Rare Beauty Soft Pinch Liquid Blush: https://shop-links.co/171706734887357…

Benefit Hoola Matte Bronzer: https://shop-links.co/171698856030844…

Marc Jacobs Beauty Eye-Conic Multi-Finish Eyeshadow Palette: https://shop-links.co/171706745541940…

Rare Beauty Brow Harmony Pencil & Gel: https://shop-links.co/171706749283397…

Rare Beauty Perfect Strokes Matte Liquid Liner: https://shop-links.co/171706751128260…

Rare Beauty Positive Light Liquid Luminizer Highlight: https://shop-links.co/171706753098563…

Rare Beauty Blot & Glow Touch-Up Kit: https://shop-links.co/171706754880999…

Huda Beauty Legit Lashes Double-Ended Volumizing and Lengthening Mascara: https://shop-links.co/171698885654142…

Rare Beauty Lip Souffle Matte Cream Lipstick: https://shop-links.co/171706763394715…

Rare Beauty Always An Optimist 4-in-1 Prime & Set Mist: https://shop-links.co/171706761342934…

Director: Anna Page Nadin
Producer: Gabrielle Reich

Marthe Hennink Exclusively for Fashion Editorials with Anouk Smits

Blazer Loulou Studio Trousers Loulou Studio Sandals Christian Louboutin Bag Hugo Boss

Photography: Marthe Hennink. Fashion Stylist: Im Fong Liu. Hair & Makeup Artist: Norien Voskuilen. Model: Anouk Smits at Elvis Models.

Dress Ganni Shirt Iro Bag Louis Vuitton
Top Ganni V neck body Forte_Forte
Blazer Ganni Tule dress Elisabetta Franchi Boots Ganni
Cashmere knit Aiayu Blazer Ganni Trousers Ganni
Long coat Natan Lurex blouse Iro Trousers Pomandère
Cordurot blazer Lollys Laundry Playsuit Iro

Diogo Miranda | Spring Summer 2020 | Full Show

Diogo Miranda | Spring Summer 2020 | Full Fashion Show in High Definition. (Widescreen – Exclusive Video/1080p – Portugal Fashion) #Portugalfashion

Tom Boddy – Water Glow/Kiana

Dolce & Gabbana apresenta novas coleções em Florença

Alta Moda e Alta Sartoria têm inspiração no Renascimento

Alta Moda por Dolce & Gabbana Foto: CHIARA PREDEBON / Chiara Predebon/ Divulgação

O Palazzo Vecchio, sede da prefeitura de Florença e que abriga afrescos do Renascimento e obras de Michelango, foi palco do desfile da Dolce & Gabbana que apresentou as coleções Alta Moda e Alta Sartoria na noite de ontem. O local ideal para um evento que homenageava a excelência italiana e as criações do Fatto a Mano. As coleções feminina e masculina da marca foram inspirada pelo Renascimento e pela cidade. A coleção de joias da Dolce & Gabbana, Alta Gioielleria, foi exposta também na cidade italiana, na Officina Profumo-Farmaceutica di Santa Maria Novella. O desfile no Palazzo Vecchio foi transimitido ao vivo no Instagram da marca e o prefeito de Florença, Dario Nardella, entregou as chaves da cidade à lendária Monica Bellucci antes do início do desfile.

Alta Moda de Dolce & Gabbana Foto: Divulgação
Alta Moda de Dolce & Gabbana Foto: Divulgação

Domenico Dolce e Stefano Gabbana explicam suas inspirações: “Sempre olhamos para o Renascimento florentino e seus protagonistas com grande admiração. As artes, a cultura e o conhecimento alcançaram tal altura nesse período que continuam a ser tidos como modelo de perfeição até hoje”. Nessa levada, apresentar as peças no Palazzo Vecchio foi uma grande realização: “É a realização de um sonho que até poucos meses atrás pensávamos que seria impossível”, observaram.

Na coleção feminina despontaram vestidos e saias com estampas pintadas à mão de conhecidas paisagens de Florença. Com dramáticas flores na cabeça, as modelos desfilaram vestidos com duplo espartilho de organza e tule, casacos bordados e kaftans compostos por materiais como cetim, lantejoulas e cristais.

Alta Moda Dolce & Gabbanna Foto: CHIARA PREDEBON / CHIARA PREDEBON
Alta Moda Dolce & Gabbanna Foto: CHIARA PREDEBON / CHIARA PREDEBON
Alta Moda Dolce & Gabbana Foto: Divulgação
Alta Moda Dolce & Gabbana Foto: Divulgação
Dolce & Gabbana Foto: Onphrame / Divulgação
Dolce & Gabbana Foto: Onphrame / Divulgação
Os belos vestidos da coleção Alta Moda Foto: CHIARA PREDEBON / Divulgação
Os belos vestidos da coleção Alta Moda Foto: CHIARA PREDEBON / Divulgação

Os looks de tule  que chamaram atenção incluiam um com espartilho de ossatura ilusória e saia, um vestido espartilho bordado com flores e outro de organza inteiramente bordado com penas de galo e faisão. O branco também ganhou especial destaque na passarela.  Os looks de jaqueta e saia e vestido totalmente brancos eram compostos por renda macramé. Um roupão branco de renda georgette e macramé combinava com o vestido de organza com bordado cutwork, enquanto o vestido de renda branca era bordado com mohair e ráfia.

Na coleção masculina,  foram destaque os “Florentine Lily looks”, que faziam homenagem a Florença, mais uma vez. Eles incluiam t-shirts em organza de seda totalmente forradas com penas , calças em moiré, brocado e jacquard e chinelos em camurça bordada.O look robe-coat é feito em brocado e combinado com calça de veludo, camisa e lenço de cetim de seda, chinelos de brocado com broches, coroa, cetro e colar.

Desfile Dolce & Gabbana Foto: Onphrame / Divulgação
Desfile Dolce & Gabbana Foto: Onphrame / Divulgação
Alta Satoria Dolce & Gabbana Foto: Onphrame / Divulgação
Alta Satoria Dolce & Gabbana Foto: Onphrame / Divulgação
Desfile Dolce & Gabbana Foto: Onphrame / Divulgação
Desfile Dolce & Gabbana Foto: Onphrame / Divulgação
Alta Sartoria Dolce & Gabbana Foto: StefanoMasse / Divulgação
Alta Sartoria Dolce & Gabbana Foto: StefanoMasse / Divulgação

Os looks Alta Sartoria apresentaram também casacos em radzemire de seda estampado e pintado com detalhes de veludo, representando os afrescos do Salone dei Cinquecento pintados pelo artista renascentista Giorgio Vasari. Os robe-coats, doados por Dolce & Gabbana à cidade de Florença, são combinados com calças em moiré e jacquard, camisas e lenços de cetim de seda, caixas de couro da @taddei_firenze e chinelos de veludo com broches.

A coleção de joias foi exposta na Officina Profumo-Farmaceutica di Santa Maria Novella, que existe em Florença desde 1612. Segundo os estilistas, as duas marcas italianas tem em comum o amor pelo “feito à mão”, pela tradição mas com uma busca constante por inovação:  “Os produtos da “velha farmácia” nascem das antigas preparações dos monges dominicanos que, sábios do conhecimento, transformaram os destilados de plantas medicinais em remédios farmacêuticos ainda hoje em uso. Assim como nossas joias são forjadas à mão de acordo com as técnicas de ourives que datam do Renascimento”, observam Domenico Dolce e Stefano Gabbana.

Peças da coleção Alta Gioielleria Foto: CHIARA PREDEBON / Chiara Predebon
Peças da coleção Alta Gioielleria Foto: CHIARA PREDEBON / Chiara Predebon

Na coleção Alta Gioielleria se destacaram itens como um colar e um par de brincos em ouro branco e rosa com turmalinas “Paraíba” e “Rubelita” e diamantes e colar em ouro amarelo e branco com diamantes amarelos intensos e incolores e um anel em ouro branco e brincos com diamantes incolores e castanhos. A majestosa e histórica Officina Profumo-Farmaceutica di Santa Maria Novella é considerada a primeira oficina da Europa.

Após atrasos e complicações, Tenet tem estreia forte na China

Filme de Christopher Nolan abriu com boa arrecadação no país
ARTHUR ELOI

Tenet, novo filme de Christopher Nolan, teve bom desempenho inicial na China. Durante seu primeiro dia de exibição, somado com o valor das pré-estreias, o longa da Warner Bros. arrecadou o equivalente à US$7,89 milhões, e abriu no topo da bilheteria do país [via Variety].

A notícia vem após uma série de complicações para a estreia do filme por lá. A China foi o primeiro país a ser realmente impactado pela pandemia do coronavírus, e por ser uma enorme fonte de bilheteria para os estúdios, foi um dos fatores responsáveis pela Warner adiar a estreia de Tenet até que as medidas de reabertura entrassem em ação. Os problemas, porém, voltaram a aparecer quando uma dessas medidas ameaçava a exibição do longa por conta de sua duração, que passava a minutagem máxima permitida em 30 minutos. Eventualmente, o governo chinês aprovou a estreia por lá.

Dessa forma, Tenet teve um bom começo na China. Segundo a agência de análise Maoyan, consultada pela Variety, o longa deve arrecadar cerca de US$93,2 milhões durante todo seu tempo em cartaz no país.

Adiado novamente por causa do coronavírus, Tenet estreia no Brasil em 15 de outubro.

Freedom of Imagination SS21 Campaign

Cinematography: Odartey Aryee
Post Production: FilmbyMango
iPhone Photography: Fiifi Abban
Photography Assistant: Abeiku Dawson
Creative Director: Johnson Martey
Written & Produced By Ekow Barnes
Production Assistant: Prince Suasie Attipoe
Art Director: Dharren Shim Zyorkley
Styling: Shadrack Stone
Hair/Mua: Constance Kafui Azanu
Models: Fiifi Annan, Thelma Azasoo, Nana Kwame Sakyi Yeboah

O emergente designer ganense Ohene Mantse embarca em uma celebração da cor para sua campanha Primavera / Verão 2021, criando um quadro de tons pastel e neutros que lembra o nascer e o pôr do sol.

Ohene Mantse é inspirado pelo rico cruzamento cultural e pelos ambientes primitivos e ensolarados de Dixcove, em completa liberdade por meio de vastas paisagens e da vida das comunidades pulsantes de Gana.

A marca Ohene Mantse apresenta uma coleção que se inspira na natureza e tem como objetivo transmitir força, energia e liberdade. Ter a liberdade de sua própria imaginação revigora sua mente, corpo e alma. Veja o mar infinito e o céu azul fundido em um horizonte para criar visuais deslumbrantes.

O cenário reflete a perspectiva de Ohene Mantse sobre a visão recém-adquirida das raízes, valores e visões de nosso novo mundo.