Aborto ganha novo peso na eleição dos EUA após morte da juíza Ruth Ginsburg

Morte de Ruth Bader Ginsburg, na última sexta-feira, pode mobilizar as bases de Biden e Trump

Na última avaliação do site FiveThirtyEight, conhecido pelo responsável prognóstico estatístico das eleições americanas, Joe Biden tem 77% de chances de se tornar o próximo presidente americano. Há um mês, era 70%. E a eleição é no dia 3 de novembro. Faltam, contados, 42 dias. Ainda assim, viradas repentinas já ocorreram na história e a morte da juíza Ruth Bader Ginsburg, na última sexta-feira, pode mobilizar as bases de ambos os partidos.

A questão em pauta é o aborto. A prática não pode ser negada a nenhuma mulher no território americano por conta de uma decisão tomada pela Suprema Corte, em 1973. Aborto é um tema que mobiliza ambos os grupos polarizados, democratas e republicanos. Para garantir que a pessoa a suceder Ginsburg seja indicada por Biden, imediatamente após sua morte, e espontaneamente, uma multidão doou em pequenos valores mais de US$ 100 milhões ao partido. Mas, da mesma forma, a base mais conservadora da população deve se mobilizar do mesmo jeito.

A mobilização ocorre em doações, mas também com presença perante às urnas. Muitos eleitores desgostosos com o comportamento de Trump, mas preocupados com o aborto, podem decidir votar no presidente apesar de tudo. E, num país em que o voto não é obrigatório e em que muitos estados decidem seus pleitos por menos de 1% de diferença, quem decide ou não votar interfere no resultado final.

Hoje, a tendência da eleição é solidamente curvada na direção de Biden. A morte de RBG pode consolidar a vantagem, como pode virá-la. [Pedro Doria]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.