‘No dia em que Eloisa reencontrar a filha, metade dos problemas dela serão solucionados’, diz ex-agente de modelo alagoana

A modelo estadunidense e atiPaulo Fernando Santos trabalhou com modelo encontrada em comunidade carioca
Joana Dale

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas em pé e casamento
Eloisa e sua filha Azurra desfilando para a Dolce & Gabbana em 2015 Foto: Divulgação

“No dia em que Eloisa reencontrar a filha, metade dos problemas dela serão solucionados. Testemunhei a infelicidade dela por ter que viver longe da menina”, conta ele.

Paulo lembra que a relação de Eloisa com Andre sempre foi difícil:

“Durante a gravidez, ele batia nela.”


De acordo com o booker, o russo – que atualmente mora em Londres com a menina – ganhou a guarda da criança ao apresentar fotos de Eloísa em “cenas comprometedoras” e a acusou de ser uma “modelo prostituta”. 
 
“São fotos em ato sexual, feitas pelo próprio. Ela sofre muito com essas imagens, que foram publicadas em alguns sites.

Agente de Eloisa Pinto Fontes durante um ano e meio em Nova York, o carioca Paulo Fernando Santos acredita que os problemas psicológicos pelos quais a modelo alagoana está passando são consequência de ela ter perdido a guarda da filha, Azzurra, para o ex-companheiro, o modelo e produtor executivo russo Andre Birleanu.

Em 2016, a modelo posou com a filha para a capa da “Elle” romena. No ano anterior, ela foi fotografada com o então companheiro para uma campanha da Dolce & Gabbana. Eloisa e André se conheceram em 2012, em São Paulo, e se casaram em 2014. Ele ficou conhecido pela sua participação no programa americano “America’s most smartest model” . 

Filha de uma família humilde, Eloisa deixou mãe e os sete irmãos em Alagoas para ir tentar a vida de modelo em São Paulo, aos 17 anos.PUBLICIDADE

“Assim como muitas mulheres brasileiras, que são abusadas às vezes dentro de casa por familiares, o mesmo pode ter acontecido com ela. Claro não podemos confirmar o que não temos certeza, mas é infelizmente uma realidade.”

Paulo, que hoje trabalha na agência Ford em Nova York, a conheceu na cidade americana quando ela fazia parte do casting da agência Marylin.

“Ela era modelo fotográfica, fazia look books, fotos para e-commerce. Poucas vezes faltava a um casting ou chegava atrasada. Era trabalhadora e ganhava seu dinheiro”. 

Paulo torce para que Eloisa reencontre, em breve, a filha, que atualmente tem 7 anos.

“Espero que ela não tenha que esperar a menina fazer 18 anos para ter autonomia para conseguir descobrir quem é sua mãe. Afinal, toda história tem dois lados.”

A equipe tentou contato com o ex-marido da modelo, mas não obteve resposta até a publicação desta matéria.

Entenda o caso

Na última terça-feira, dia 6, agentes da Operação Ipanema Presente localizaram a modelo, de 26 anos, que estava sendo procurada pela família há um ano. Eloisa estaria vivendo no interior do Morro do Cantagalo, na Zona Sul do Rio, e no momento em que foi encontrada, aparentava estar desorientada.

De acordo com a polícia, Eloisa foi levada para a base do Ipanema Presente, na Praça General Osório, onde recebeu apoio social. De lá, ela foi encaminhada para o Instituto Municipal Philippe Pinel, onde passou por uma avaliação psiquiátrica e ficou internada para cuidados de sua saúde mental.

Em junho de 2019, a modelo foi dada como desaparecida em Nova York, onde vivia e trabalhava. Cinco dias depois, ela foi vista andando, visivelmente desorientada, em uma rua de White Plains, cidade do estado de Nova York que fica a cerca de 30 minutos de trem do centro de Mahanttan. Um transeunte a encontrou na rua e chamou a polícia, que a identificou. Eloisa foi levada para um hospital de White Planis, onde ficou internada durante cerca de um mês.

Um comentário sobre “‘No dia em que Eloisa reencontrar a filha, metade dos problemas dela serão solucionados’, diz ex-agente de modelo alagoana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.