Dentro do novo escritório da I.T Ceramiche em Foshan, China

O fabricante de revestimentos cerâmicos I.T Ceramiche contratou a empresa de design de interiores Foshan Topway Design para projetar seu novo escritório em Foshan, China.

it-ceramiche-office-8
Communal space

“O design pretende combinar a estética viva italiana que apresenta conforto natural, gosto artístico e luxo acessível ao contexto oriental, para dotar a marca de um charme romântico e artístico único. 1F e 2F funcionam como espaços de exposição, recepção e lazer de produtos, enquanto 3F e 4F são usados ​​para fins de trabalho e logística.

O edifício é de quatro andares. A aparência arquitetônica é inspirada no popular “Cubo de Rubik”. Cada andar é uma caixa, que gira interativamente, criando em conjunto uma forma retorcida que mostra efeitos visuais contraditórios, mas interdependentes, e destaca a beleza mecânica dos blocos de construção. Tijolos de cimento lisos, pesados ​​e escuros oferecem um forte contraste visual com a caixa de vidro transparente, fazendo com que as “caixas” do edifício pareçam suspensas no ar. O contraste entre o preto e o branco, a leveza e o peso, o vazio e a solidez, aliados ao plano livre e ao desenho da fachada, contribuem para produzir mudanças na forma arquitetônica. A combinação harmoniosa de latão metálico e terrazzo cinza escuro, vidro acrílico colorido e mármores, bem como materiais sintéticos artificiais e materiais naturais tradicionais, demonstra perfeitamente o senso da marca de luxo acessível, habilidade final e conceito estético.

O conceito de “Cubo” é estendido ao design de interiores, que cria formas espaciais livres, porém contrastantes. No lobby, o teto é acabado com um painel de aço inoxidável com padrões ondulados, que criam a sensação de estar debaixo d’água. A parede giratória e o teto são conectados e interpenetrados por meio de blocos, dando ao espaço uma forte sensação de blocos arquitetônicos. A pedra rosa luxuosa e o piso de cimento formam um contraste nítido, enquanto acentuam suas próprias texturas exclusivas. Os visitantes podem apreciar diferentes vistas a cada etapa do percurso de circulação. A essência deste espaço livre é que ele nunca restringe o comportamento das pessoas. Em vez disso, ele os orienta a caminhar e explorar sob a “água ondulante”. A linguagem poética do design permite que o espaço arquitetônico ressoe com a mente interior.

As 3 colunas de diferentes tamanhos no espaço parecem descascar gradualmente as coberturas do edifício, criando fortes efeitos visuais e levando as pessoas ao pensamento filosófico: O que é a verdadeira perfeição? O design enfatiza a colisão entre materiais de diferentes texturas. Terrazzo polido, mármores requintados e vigas universais enferrujadas, lisas ou ásperas, frias ou quentes, são aplicadas para construir o espaço por meio de contraste, analogia, simbiose, repetição e ordem, etc. A coluna no centro é integrada com metal, alumínio e vidro para formar um novo elemento arquitetônico e visual. Essa combinação incorpora uma exploração de materiais sustentáveis ​​e uma herança do modernismo. Design é mais do que uma decoração superficial, mas o mais importante deve explorar e trazer mais possibilidades de reconstrução interna ”, diz Foshan Topway Design.

  • Location: Foshan, China
  • Date completed: October 2019
  • Size: 19,375 square feet
  • Design: Foshan Topway Design
  • Photos: Ouyang Yun
it-ceramiche-office-1
Exterior
it-ceramiche-office-2
Lobby
it-ceramiche-office-6
Staircase
it-ceramiche-office-7
Communal space
it-ceramiche-office-10
Breakout space
it-ceramiche-office-15
Corridor
it-ceramiche-office-16
Showroom
it-ceramiche-office-19
Lounge
it-ceramiche-office-21
Seating area
it-ceramiche-office-29
Private office
it-ceramiche-office-30
Coffee point
it-ceramiche-office-25
Bathroom
it-ceramiche-office-34
Corridor

Olga Rubio Dalmau for ELLE Magazine with Daniela Kollarova

Photographer: Olga Rubio Dalmau. Hair & Makeup: Nieves Elorduy. Model: Daniela Kollarova at Exit Models.

iPhone 12 virá sem carregador e fone de ouvido e Apple é alvo de críticas

Para especialistas, empresa deverá sinalizar a mudança na hora da compra, para não induzir o consumidor ao erro; fabricante afirma que medida tem justificativa ecológica
Por Giovanna Wolf e Bruno Capelas – O Estado de S. Paulo

A Apple disse durante evento nesta terça que a decisão tem caráter ecológico

Em meio ao evento do iPhone 12 da Apple nesta terça-feira, 13, uma notícia em particular mexeu com os ânimos dos usuários nas redes sociais: a empresa vai parar de mandar carregadores e fones de ouvido dentro das caixas dos celulares. Isso significa que, se você for comprar um iPhone, terá de comprar um carregador ou fones à parte – aqui no Brasil, ambos os acessórios custam R$ 219 na loja oficial da empresa. 

A Apple disse durante o evento que a decisão tem caráter ecológico. A medida visa reduzir a emissão de carbono, já que permite que mais iPhones sejam enviados em cada frete, além de reduzir a mineração de metais usados para o carregador. A empresa estima que já tenha vendido pelo menos 2 bilhões de carregadores no mundo todo. 

A retirada dos carregadores e fones vinha sendo especulada há alguns meses. Alguns analistas apontavam que reduzir a quantidade de itens na caixinha poderia ser uma solução para deixar o kit mais barato e ainda incrementar a loja de produtos da Apple com a venda separada dos acessórios.

Nas redes sociais, muitos usuários criticaram a medida dizendo que há uma intenção comercial por trás do “discurso ecológico”. Procurada pelo Estadão, a Apple não comentou o assunto. 

Na visão de Michel Roberto de Souza, advogado do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (IDEC), a mudança exigirá que a Apple esclareça e informe o cliente na hora da compra. “Será necessária uma sinalização na hora da compra, deixando claro que o carregador não está incluso no pacote. Isso é importante inclusive para o consumidor saber o que o preço do kit oferece”, diz. “Sem essas informações, a empresa pode induzir o consumidor ao erro”.

A venda casada de produtos é considerada uma prática abusiva pela legislação brasileira, afirma o advogado do Idec. Porém, Souza explica que o caso da Apple inclui outras questões como a preocupação ambiental e o fato de a empresa argumentar que os consumidores já teriam carregadores. “Ainda temos poucas informações de como esses kits serão vendidos na prática”, diz. 

Mad Max | Prelúdio sobre Furiosa escala Anya Taylor-Joy, Chris Hemsworth e Yahya Abdul-Mateen II

Elenco ainda terá Yahya Abdul-Mateen II, de Aquaman e Watchmen
MARIANA CANHISARES

Anya Taylor-Joy, Chris Hemsworth e Yahya Abdul-Mateen II

O diretor George Miller escalou Anya Taylor-JoyChris Hemsworth e Yahya Abdul-Mateen II para protagonizar o prelúdio de Mad Max: Estrada de Fúria focado em Furiosa.

De acordo com a Variety, Taylor-Joy viverá a versão jovem da personagem que, em 2015, foi interpretada por Charlize Theron. Por enquanto, não há informações sobre os papéis dos outros dois atores. Miller, por sua vez, dirige, coassina o roteiro e produz o longa ao lado de Doug Mitchell.

Mad Max: Estrada de Fúria arrecadou US$ 375 milhões nas bilheterias mundiais e foi indicado a 10 Oscars, levando 6, incluindo Melhor Edição, Figurino e Design de Produção.

Apple lança novos iPhones 12 prontos para o 5G, mas vale a pena investir na troca de aparelho?

Principal aposta da companhia é na nova geração de telefonia móvel, mas são poucas as redes em operação no mundo. No Brasil, leilão foi adiado para 2021
Sérgio Matsuura

O CEO da Apple, Tim Cook, apresentou a nova geração de iPhones, com quatro modelos compatíveis com o 5G Foto: BROOKS KRAFT / AFP

A Apple apresentou nesta terça-feira sua nova linha de smartphones, com quatro modelos diferentes de iPhone 12, todos compatíveis com o 5G. O iPhone 12 mini, com tela de 5,4 polegadas, é produto de entrada, com preço estipulado nos EUA em US$ 699. Já o iPhone 12 padrão tem tela maior, de 6,1 polegadas, e custa US$ 100 a mais. Os iPhones 12 Pro e Pro Max, com telas de 6,1 e 6,7 polegadas, respectivamente, saem por US$ 999 e US$ 1.099.

— Hoje, é o começo de uma nova era para os iPhones. Hoje, estamos trazendo o 5G para os iPhones — afirmou o CEO da Apple, Tim Cook, no evento de lançamento. Mas será que será suficiente para atrair o interesse do consumidor, ainda mais num momento de crise econômica global provocada pela pandemia?

Para os entusiastas da tecnologia, que desejam estar em linha com o que há de mais moderno, apenas a compatibilidade 5G pode ser argumento suficiente para a troca. Mas é importante pesar que são poucos os países no mundo que já possuem redes em operação.

Por aqui, o leilão das frequências para a nova tecnologia foi adiado para o ano que vem, ainda sem data para acontecer. E depois do leilão, existe o período para preparação e instalação da rede.

E com poucos usuários, ainda não existe um serviço ou uma aplicação sedutora, que exija a alta velocidade e a baixa latência da próxima geração da telefonia móvel. O 5G não é uma novidade para outras fabricantes do mercado, como Samsung, Motorola, Huawei e Xiaomi, mas elas não foram capazes de atrair a atenção dos consumidores.

De acordo com a consultoria Canalys, apenas 13% dos smartphones vendidos no primeiro semestre eram compatíveis com a nova tecnologia, e apenas 6% dos consumidores colocam o 5G como fator primário para a próxima compra.

A previsão é que neste ano sejam vendidos 280 milhões de smartphones 5G, sendo 62% deles na China, onde a implantação da rede está mais avançada e existem opções mais em conta no mercado.

— Aparelhos 5G com preços agressivos já estão disponíveis na Europa, como o Motorola G 5G Plus e o Xiaomi Mi 10 Lite 5G — avaliou Ben Stanton. — Mas em mercados dominados pela Apple, como Reino Unido e EUA, existe uma grande base de usuários que estava aguardando pelo iPhone 5G.

Antecipando o futuro

A decisão de compra, obviamente, é individual, mas alguns aspectos devem ser avaliados. A primeira pergunta que o consumidor deve se fazer é: “O meu smartphone atende as minhas necessidades?”.

Se o aparelho é lento em rodar os aplicativos cotidianos, não recebe mais atualizações de sistema operacional ou tenha outros problemas que atrapalham o uso, talvez seja hora de pensar na troca.

Mesmo com o 5G ainda sem data para entrar em operação no país, ele deve ser considerado por quem for trocar de aparelho. Quando uma nova geração de iPhones é lançada, o modelo anterior fica mais barato. Mas, para quem puder, vale investir na versão 5G para já estar preparado para o futuro.

O principal avanço do iPhone 12 é a compatibilidade com o 5G Foto: BROOKS KRAFT/APPLE / via REUTERS
O principal avanço do iPhone 12 é a compatibilidade com o 5G Foto: BROOKS KRAFT/APPLE / via REUTERS

Para quem não tem pressa, a recomendação é comparar as especificações do iPhone 12 com as do aparelho atual. Uma característica importante para muitos consumidores é o conjunto de câmeras.

A nova geração de iPhones tem modelos com duas — iPhone 12 mini e iPhone 12 — ou três câmeras traseiras — iPhone 12 Pro e iPhone 12 Pro Max —, característica já presente na geração anterior. Ou seja, para donos do iPhone 11 não se trata de algo tão sedutor, mas pode atrair consumidores que tenham versões anteriores.

LiDAR e MagSafe são novidades

O sensor LiDAR, presente nos modelos Pro e Pro Max, é uma novidade. Ele ajuda a mapear superfícies em 3D e agiliza o foco das câmeras. Nos smartphones, ele foi pensado para aplicações em realidade artificial e realidade aumentada, sem muita utilidade prática no dia a dia além do foco quase instantâneo.

Outra novidade é o uso da tecnologia MagSafe, que facilita o carregamento sem fio e permite o uso de acessórios únicos, como uma pequena carteira que se gruda magneticamente ao aparelho. É interessante, chama a atenção, mas não parece determinante para uma compra.

O chip A14 Bionic é mais poderoso que as gerações anteriores. Segundo a companhia, a performance do novo chip é 50% superior a do iPhone 11. Mas para o uso no dia a dia, isso é praticamente imperceptível, a não ser que o seu aparelho já esteja “engasgando”.

Num passado recente, os softwares e aplicativos requeriam cada vez mais poder de processamento, o que forçava a troca de aparelhos mais constante. Hoje, os desenvolvedores apostam em códigos mais leves, para ampliar a base de usuários.

Smartphones de quatro ou cinco anos atrás ainda funcionam bem para a maioria das aplicações. O iOS 14, lançado neste ano, tem compatibilidade até o iPhone 6s. Ou seja, a própria Apple considera que o hardware lançado em 2015 está preparado para suportar seu software mais recente.

Rick Owens | Spring Summer 2021 | Full Show

Rick Owens | Spring Summer 2021 by Richard Saturnino Owens | Full Fashion Show in High Definition. (Widescreen – Exclusive Video/Multi Camera – Detailed/1080p – PFW/Paris Fashion Week – Plage du Lido/Venice)

Gal Gadot – Vanity Fair November 2020 By Dudi Hasson

Apresentando a estrela da capa de novembro: Gal Gadot! Três anos atrás, ela abalou o mundo como a Mulher Maravilha. Agora, ela está de volta (pelo menos por agora) para salvar o mundo novamente em #WonderWoman1984 .

Photographed by: Dudi Hasson Makeup by : @naorappel Hair by: @sagidahary Styled by: @noa_rennert

Apple Event — October 13

Apple anuncia iPhones 12 e 12 mini com 5G, novo design e chip A14, o novo HomePod mini

Vogue Paris October 2020 – Aishwarya Gupta, Anita Pozzo, Maty Fall, Nour Rizk & Shivaruby By David Sims

The Queens of Chic   —  Vogue Paris October 2020   —   www.vogue.fr
Photography: David Sims Model: Aishwarya Gupta, Anita Pozzo, Maty Fall, Nour Rizk & Shivaruby Hair: Virginie Pinto Moreira Make-Up: Hiromi Ueda Styling: Ibrahim Kamara