Dolores Cortes | Spring Summer 2021 | Highlights

Dolores Cortes | Spring Summer 2021 | Highlights in High Definition. (Widescreen – Exclusive Video/1080p – Mercedes-Benz Fashion Week Madrid/IFEMA)

Malne | Spring Summer 2021 | Highlights

Malne | Spring Summer 2021 | Highlights in High Definition. (Widescreen – Exclusive Video/1080p – Mercedes-Benz Fashion Week Madrid/IFEMA)

Chega de ‘casinhas perfeitas’: mulheres dos subúrbios se rebelam contra Trump

Em Connecticut, elas formaram um grupo conhecido como SWAT, que faz campanha pela chapa de Joe Biden e Kamala Harris
Da AFP

A imagem pode conter: 2 pessoas
Mulheres do Subúrbio contra Trump (S.W.A.T, na sigla em inglês): Shira Tarantino (à esq.) e Brook Manewal fazem campanha contra a reeleição do presidente americano nos subúrbios de Stamford,em Connecticut Foto: TIMOTHY A. CLARY / AFP

NOVA YORK. Donald Trump garante que as mulheres dos subúrbios vão reelegê-lo presidente, mas, nos grandes subúrbios de Nova York, assim como em outros do país, muitas fazem campanha contra ele e rejeitam sua concepção dos subúrbios, que consideram racista e antiquada.

O grupo “Mulheres dos subúrbios contra Trump” (S.W.A.T., na sigla em inglês) se formou no início de agosto, quando o presidente americano, dirigindo-se a elas, disse que seu rival, o candidato democrata Joe Biden, “destruirá seu bairro e seu sonho americano”, com a construção moradias sociais.

“Fiquei em choque com como ele tentava pintar este quadro das mulheres do subúrbio que se integram ao seu bando e o quão racista era”, disse a cofundadora Brook Manewal em uma reunião do “S.W.A.T Team”. “Ele nos apresenta como se tivéssemos medo de perder nossos muros brancos, nossas casinhas perfeitas e jardins perfeitos, e não acho que isso retrate em nada as pessoas que eu encontro por aqui”, afirmou.

Naquela mesma noite, essa advogada de 43 anos enviou uma mensagem de texto para uma amiga e vizinha de Stamford, Shira Tarantino, sugerindo criar uma organização, com o objetivo de convencer as mulheres dos subúrbios a votarem em Biden.

S.W.A.T. nasceu como um pequeno grupo de Facebook. Cresceu rapidamente, graças ao boca a boca e às redes sociais. Agora, conta com 9 mil membros em 35 estados, segundo Manewal, uma advogada mãe de quatro filhos. As mulheres ligam para potenciais eleitores todos os dias e enviam pelo correio lembretes sobre a importância de se registrar e votar.

Também arrecadam fundos para a campanha de Biden, publicam informações on-line e estão organizando uma marcha para este sábado em Stamford. Também estão enviando 10 mil cópias de uma carta para a Casa Branca, dizendo a Trump: “Você NÃO nos conhece, você NÃO fala por nós e você NÃO representa o tipo de líder que respeitamos”.

No evento realizado na quarta-feira (14), as ativistas fizeram cartazes para a marcha de sábado com as legendas “Não retrocederemos” e “Se afaste do meu corpo”, uma referência à afirmação de Trump de que a Suprema Corte poderá revisar a lei que permite o aborto. Elas garantem que já conseguiram o apoio de algumas simpatizantes republicanas, embora afirmem que esse não é seu objetivo.

“Não acho que estamos aqui, necessariamente, para mudar a mente de pessoas que já decidiram o que vão fazer”, disse Tarantino, de 49 anos e mãe de dois meninos. “Acredito que o que estamos fazendo aqui é estimular as pessoas que normalmente não votam a saírem e ir votar”, disse esta executiva de uma organização sem fins lucrativos.

As mulheres brancas, incluindo as que vivem nos subúrbios, tiveram um papel significativo na inesperada vitória de Trump, que derrotou Hillary Clinton em 2016. Segundo o centro de pesquisa Pew Research Center, o percentual de mulheres brancas que votou em Trump chegou a 47%, contra 45% para Clinton.Entre as mulheres brancas com título universitário, 61% votaram em Trump, e apenas 34%, em Hillary. Estes votos foram cruciais para o presidente em estados como Michigan, Wisconsin e Pensilvânia, onde ganhou por apenas 44 mil votos (menos de 1%).

Em agosto, Trump tuitou: “A mulher dos subúrbios votará em mim”, no dia 3 de novembro. Na última terça, em um ato de campanha na Pensilvânia, não se mostrou tão seguro. “Mulheres do subúrbio, posso lhes agradar, por favor? Salvei seu maldito bairro, ok?”, disse à multidão. O pedido surgiu depois de uma pesquisa do jornal The Washington Post e da rede ABC News, mostrando que, em agosto, Biden abriu 13 pontos em relação a Trump entre as mulheres dos subúrbios.

“Ele não tem ideia de como são nossas vidas. Não somos ‘donas de casa’, e estes não são os anos 1950”, disse à AFP uma das fundadoras do S.W.A.T., Katie Paris.

DC terá Mulher-Maravilha brasileira nas HQs

Yara Flor assumirá o título da heroína em minissérie do DC Future Slate
ARTHUR ELOI

DC Future Slate/Divulgação

DC anunciou uma nova linha de HQs futuristas, que contará com a introdução de uma Mulher-Maravilha brasileira.

Como parte do DC Future Slate, a brasileira Yara Flor, da Amazônia, assumirá o manto da heroína. Além disso, ela também se juntará com uma nova versão do Superman, que será o filho de Clark Kent. A minissérie da nova Mulher-Maravilha será escrita por Joëlle Jones, de Lady Killer, sem previsão de lançamento até o momento. 

Yara Flor não substitui Diana Prince, a Mulher-Maravilha original. A personagem clássica ganhará sua própria saga em Immortal Wonder-Woman.

Ainda não há previsão de chegada para as HQs do Future Slate ao Brasil ou título nacional.

Modelo Giulia Dias diz que ama suas cicatrizes: ‘Representam minha história e como sou forte’

Aos 9 anos, new face sofreu um acidente de trânsito

Giulia Dias Foto: Junior Becker

Nova aposta da Way Model, a mesma agência que cuida dos interesses de Alessandra Ambrosio e Carol Trentini, a curitibana Giulia Dias mostra que a beleza não é uma via de mão única. Em 2007, quando tinha apenas 7 anos, a modelo sofreu um acidente de trânsito que deixou marcas em seu corpo.

“Eu estava me mudando de Curitiba para Florianópolis, onde vivo hoje. Estava no carro com minha avó, que dirigia, minha irmã mais velha e meu irmão mais novo”, começa a new face. “abdômen, entre outras coisas que todos à bordo sofreram. Tivemos muita sorte: um médico estava passando na rodovia e correu para nos ajudar. Agradeço muito ao Dr. Alvarez e sua família.”

Giulia Dias Foto: Junior Becker
Giulia Dias Foto: Junior Becker

Aos 22 anos, Giulia diz que ama as cicatrizes. “Nunca as deixei me abalarem, muito menos os comentários que ouvi sobre elas. Representam minha história e como sou forte”, diz. “São marcas que me fazem relembrar o nosso propósito de vida. Eu amo as minhas cicatrizes e o que elas representam.”

Giulia Dias Foto: Junior Becker
Giulia Dias Foto: Junior Becker

Apple Watch Series 6 e Watch SE chegam ao Brasil nesta sexta-feira

Dispositivos foram anunciados em evento da Apple em setembro e chega ao Brasil nesta sexta-feira, 16; Preços variam de R$ 3,8 mil a R$ 6,850 mil

Apple Watch Series 6 e Apple Watch SE, a versão “mais barata” do dispositivo, estão disponíveis para compra no Brasil a partir desta sexta-feira, 16

Apple anunciou que a venda do Apple Watch Series 6 e o Apple Watch SE começará nesta sexta-feira, 16, no Brasil. Os modelos, lançados em um evento no mês de setembro, trazem novidades no monitoramento de saúde e ficam disponíveis para compra no site na mesma semana em que a empresa anunciou outro grande produto da marca: o iPhone 12

Com preços que variam de R$ 3,8 mil a R$ 6,850 mil, os dispositivos da Apple ganharam um modelo mais barato, como também acontece no mundo dos iPhones: o Apple Watch SE. A versão mais barata tem suporte do WatchOS 7, e tem design semelhante ao Apple Watch 4 — mas equipado com o chip S5. 

As novidades no Watch Series 6 ficam mesmo por conta do maior uso do dispositivo em relação à saúde. O relógio mede a quantidade de oxigênio no sangue, a partir de um oxímetro, além de um monitoramento mais preciso do sono. A função de eletrocardiograma também está presente no modelo, que também tem um novo processador, o S6, que promete desempenho até 20% mais rápido.

Além disso, a empresa aposta em um novo modelo de pulseira sem presilha, a Solo Loop, e os modelos mais recentes têm ainda opção de conexão de telefonia celular (4G), para chamadas e acesso à internet.

Disponíveis em dois tamanhos — 40mm e 44mm —, ambos os relógios são vendidos com a opção com ou sem a conexão, o que impacta no preço final para o usuário. O Watch SE de 40mm sem 4G, custa R$ 3,8 mil, enquanto com 4G o preço vai para R$ 4,4 mil. Já no modelo Watch Series 6, o mesmo tamanho de 40mm com 4G sai por R$ 5,3 mil, e a versão com conexão 4G chega ao mercado por R$ 6,5 mil.

Confira os preços do Apple Watch 6 e Apple Watch SE no Brasil

Apple Watch SE: 

R$ 3,8 mil com 40mm e GPS

R$ 4,4 mil com 40mm e GPS + 4G

R$ 4,150 mil com 44mm e GPS

R$ 4,750 mil com 44mm e GPS + 4G

Apple Watch Series 6:

R$ 5,3 mil com 40mm e GPS

R$ 6,5 mil com 40mm e GPS + 4G

R$ 5,650 com 44mm e GPS

R$ 6,850 com 44mm e GPS + 4G

Você certamente vai querer escapar para esta cabana flutuante na Noruega

A cabana conta com uma fachada de vidro que proporciona uma vista exuberante para um vale!
GIOVANNA OLIVEIRA | FOTOS MARTIN INNERDAL DALEN

Você certamente vai querer escapar para esta cabana flutuante na Noruega (Foto: Martin Innerdal Dalen)

Quem não gostaria de fugir da rotina agitada do dia a dia e acordar com uma bela vista para a natureza? Com uma fachada de vidro e uma vista exuberante, esta cabana flutuante situada acima das montanhas de Oppdal, na Noruega, é perfeita para esta proposta. Projetada pelo escritório de arquitetura A38 Arkitekter, a pequena casa de 20 m² possui um design minimalista, moderno e aconchegante.

Tiny House Diamanten, como é chamada, foi pensada para interferir o mínimo possível na natureza. Para isso, a casa é sustentada por uma coluna central que está inserida no terreno da montanha. Além de criar uma construção suspensa, a proposta permite que a colina sofra poucas modificações.

Você certamente vai querer escapar para esta cabana flutuante na Noruega (Foto: Martin Innerdal Dalen)
Você certamente vai querer escapar para esta cabana flutuante na Noruega (Foto: Martin Innerdal Dalen)

madeira utilizada para a construção da cabine reforça o ar aconchegante do espaço, que possui somente um quarto. Além disso, a combinação do material com o vidro cria uma aparência moderna e minimalista que remete ao estilo de arquitetura escandinava. Há ainda uma claraboia que permite a entrada de iluminação natural durante o dia.

Você certamente vai querer escapar para esta cabana flutuante na Noruega (Foto: Martin Innerdal Dalen)

A cabana foi projetada em colaboração com a emissora de televisão da Catalunha TV3. O projeto foi desenvolvido para o nono episódio da quinta temporada da série de construção e renovação de cabines “Eventyrlig Oppussing“.

Como o iPhone 12 se sai contra os rivais de Samsung e Motorola

Com o lançamento dos novos modelos de iPhone, ainda é melhor apostar na Apple ou os rivais estão prontos para bater de frente?
Por Bruna Arimathea – O Estado de S. Paulo

No Brasil, os modelos de iPhone 12 ainda não tem preço ou previsão de lançamento

Em evento nesta terça-feira, 13, na Califórnia, a Apple apresentou seus quatro novos modelos de celular ao mundo: iPhone 12, iPhone 12 Mini, iPhone 12 pro e iPhone 12 Pro Max. Com a novidade do 5G, os aparelhos entram na briga com modelos de Samsung e Motorola, também lançados neste ano, como as linhas Samsung S20 e Galaxy Note 20, e Motorola Edge.

Com especificações de celulares premium, todos os modelos capricham no sistema de câmeras e nas funcionalidades do design de corpo do aparelho — tudo para o usuário sentir que tem um produto de primeira nas mãos. Para ajudar na sua pesquisa antes de comprar um celular, reunimos aqui as principais características desses modelos. 

iPhone 12 e iPhone 12 Mini versus Samsung S20 e S20+ versus Motorola Edge

Câmera traseira 

iPhone 12 Mini: Câmera dupla de 12 MP, com lentes ultra-angular de f/2.4 e grande-angular de f/1.6

iPhone 12: Câmera dupla de 12 MP, com lentes ultra-angular de f/2.4 e grande-angular de f/1.6

Samsung S20: Câmera tripla, com lentes ultra-angular de 12MP com f/2.2, grande angular de 12MP com f/1.8 e teleobjetiva de 64MP com f/2.0

Samsung S20+: Câmera tripla, com lentes ultra-angular de 12MP com f/2.2, grande angular de 12MP com f/1.8, teleobjetiva de 64MP com f/2.0 

Motorola Edge: Câmera tripla, com lentes ultra-angular de 16MP com f/2.2, grande-angular de 64MP com f/1.8, teleobjetiva de 8MP com f/2.4 

Com exceção do iPhone 12 e iPhone 12 Mini, os outros modelos possuem um sensor de profundidade 3D, chamado Time of Flight que permite melhor captação do espaço nas imagens. Nas versões iPhone 12 e iPhone 12 Mini, o zoom óptico é de 2x, e o digital de 3x. Tanto o Samsung S20 quanto o S20+ trazem um zoom óptico de 3x e um zoom digital poderoso de 30x, quanto o Motorola Edge tem zoom óptico de 2x.  

Câmera Frontal

iPhone 12 Mini: Câmera TrueDepth de 12 MP f/2.2

iPhone 12: Câmera TrueDepth de 12 MP f/2.2

Samsung S20: Câmera de 10 MP f/2.2

Samsung S20+: Câmera de 10 MP f/2.2

Motorola Edge: Câmera de 25MP f/2.0

A câmera frontal do Motorola Edge se destaca entre as demais, com seus 25MP. O modo noturno também foi incorporado para conquistar os usuários que querer tirar selfies à noite: todos os modelos acima possuem a configuração. 

Bateria

iPhone 12 Mini: Até 15 horas de reprodução de vídeo e 50 horas de reprodução de áudio

iPhone 12: Até 17 horas de reprodução de vídeo e 65 horas de reprodução de áudio

Samsung S20: 4000 mAh

Samsung S20+: 4500 mAh

Motorola Edge: 4500 mAh

Sim, a Apple não costuma divulgar muitos detalhes sobre suas baterias, informando apenas a quantidade de horas estimadas para atividades como reprodução de áudio e vídeo. Os modelos Samsung mantém no S20 a interessante Wireless PowerShare, que permite o compartilhamento de bateria com outros dispositivos e uma opção de carregamento rápido para os adeptos dos carregadores sem fio. No Motorola Edge é possível encontrar a tecnologia TurboPower, que promete carregar toda a carga do celular em apenas alguns minutos. 

Tela

iPhone 12 Mini: Tela OLED de 5,4 polegadas

iPhone 12: Tela OLED de 6,1 polegadas

Samsung S20: AMOLED de 6,2 polegadas 

Samsung S20+: AMOLED de 6,7 polegadas

Motorola Edge: OLED de 6,7 polegadas

Entre as telas, a Apple é a única a manter o entalhe na parte superior, com mais espaço. Nos outros modelos, a câmera frontal fica numa espécie de “buraco”, tentando ocupar o menor espaço possível e envolto na própria tela do smartphone. 

Opções de armazenamento e memória

iPhone 12 Mini: 64GB, 128GB e 256GB

iPhone 12: 64GB, 128GB e 256GB, 4GB de RAM 

Samsung S20: 128GB e 8GB de RAM

Samsung S20+: 128GB e 8GB de RAM

Motorola Edge: 128GB com 6GB de RAM

Com mais opções e sem possibilidade de extensão, as versões de iPhone 12 abrangem a escolha de armazenamento na necessidade e no preço (já que os modelos com menos memória são mais baratos). Para quem busca espaço, os aparelhos da Samsung e Motorola também possuem slot para cartão microSD e aumento no armazenamento de até 1TB. 

Para quem busca espaço, os aparelhos da Samsung e Motorola também possuem slot para cartão microSD e aumento no armazenamento de até 1TB
Para quem busca espaço, os aparelhos da Samsung e Motorola também possuem slot para cartão microSD e aumento no armazenamento de até 1TB

Preço

iPhone 12 Mini:

64B: US$ 729

128GB: US$ 779

256GB: US$ 879

iPhone 12:

64B: US$ 829

128GB: US$ 879

256GB: US$ 979

Samsung S20: R$ 4229 

Samsung S20+: R$ 4679

Motorola Edge: R$ 4249

Sem previsão de lançamento no Brasil, os preços por aqui ainda não foram anunciados pela Apple, mas no site da empresa já é possível acessar especificações e informações sobre os quatro novos modelos de iPhone 12. 

iPhone 12 Pro e iPhone 12 Pro Max versus Samsung Galaxy Note 20 e Galaxy Note 20 Ultra versus Motorola Edge+

Câmera traseira

iPhone 12 Pro: Câmera Pro com três lentes de 12 MP, sendo ultra-angular de f/2.4, grande-angular de f/1.6 e teleobjetiva de 2.0

iPhone 12 Pro Max: Câmera Pro com três lentes de 12 MP, sendo ultra-angular de f/2.4, grande-angular de f/1.6 e teleobjetiva de 2.2

Galaxy Note 20: Câmera tripla, com lentes ultra-angular 12MP de f/2.2, grande-angular 12MP de f/1.8 e teleobjetiva 64MP de f/2.0 

Galaxy Note 20 Ultra: Câmera tripla, com lentes ultra-angular 12MP de f/2.2, grande-angular 108MP de f/1.8 e teleobjetiva 12MP de f/3.0

Motorola Edge+: Câmera tripla, com lentes ultra-angular 16MP de f/2.0, grande-angular 108MP de f/1.8 e teleobjetiva 8MP de f/2.4

Dentre os modelos, apenas o Galaxy S20 e o S20+ não possuem algum sensor de profundidade 3D. O dispositivo, chamado Time of Flight nos aparelhos da Motorola, está presente também na versão mais simples do Edge+, e nos modelos da Apple são novidade. Chamado LiDAR, o sensor já estava presente em alguns modelos de iPad da marca, e agora integram também as versões Pro do iPhone 12. 

As câmeras triplas dos modelos Pro de iPhone agora ganharam o sensor 3D LiDAR, que promete melhores resultados em profundidade
As câmeras triplas dos modelos Pro de iPhone agora ganharam o sensor 3D LiDAR, que promete melhores resultados em profundidade

Câmera frontal

iPhone 12 Pro: Câmera TrueDepth de 12 MP f/2.2

iPhone 12 Pro Max: Câmera TrueDepth de 12 MP f/2.2

Galaxy Note 20: Câmera de 10MP f/2.2

Galaxy Note 20 Ultra: Câmera de 10MP f/2.2

Motorola Edge+: Câmera de 25MP f/2.0

Mais uma vez, o Motorola Edge se destaca por ter uma das maiores resoluções de câmera frontal do mercado. O design também segue as versões mais simples de todos os smartphones no entalhe: Apple com espaço, Motorola e Samsung com um “furo”. A novidade está na presença de Time-lapse com modo noite nas gravações de vídeo, trazida pela Apple neste ano.

Bateria

iPhone 12 Pro: Até 17 horas de reprodução de vídeo e 65 horas de reprodução de áudio

iPhone 12 Pro Max: Até 20 horas de reprodução de vídeo e 80 horas de reprodução de áudio

Galaxy Note 20: 4300mAh

Galaxy Note 20 Ultra: 4500mAh

Motorola Edge+: 5000mAh

Tradicionalmente, a Apple também não especificou a capacidade da bateria em mAh das baterias dos novos modelos, apenas informou a performance em algumas tarefas. A Motorola traz uma das maiores capacidades do mercado – e promete que será capaz de durar por até dois dias. Já a Samsung aposta no carregamento rápido: segundo a empresa, é possível carregar mais da metade da bateria dos celulares em 30 minutos. A dica é olhar para a sua maior necessidade neste aspecto antes de escolher o smartphone.

Tela

iPhone 12 Pro: Tela OLED de 6,1 polegadas 

iPhone 12 Pro Max: Tela OLED de 6,7 polegadas

Galaxy Note 20: AMOLED de 6.7 polegadas

Galaxy Note 20 Ultra: AMOLED de 6.9 polegadas 

Motorola Edge+: OLED 6.7 polegadas 

As telas de borda infinita ganham espaço nos modelos do Galaxy Note 20 e Note 20+, e do Motorola Edge, que trazem telas grandes também em versões menos avançadas — o iPhone 12 Pro, apesar do nível de mercado, conta com uma tela de tamanho semelhante ao iPhone 12. 

A Motorola traz uma das maiores capacidades do mercado – e promete que será capaz de durar por até dois dias
A Motorola traz uma das maiores capacidades do mercado – e promete que será capaz de durar por até dois dias

Opções de armazenamento e memória

iPhone 12 Pro: 128GB, 256GB e 512GB, com 6GB de RAM 

iPhone 12 Pro Max: 128GB, 256GB e 512GB, com 6GB de RAM 

Galaxy Note 20: 256GB com 8GB de RAM

Galaxy Note 20 Ultra: 256GB e 512GB, com 8GB de RAM

Motorola Edge+: 256GB com 12GB de RAM

Enquanto os modelos da Apple continuam sem os slots para aumento de armazenamento, suas opções oferecem alternativas para diversos perfis de usuários — estratégia seguida pela Motorola na versão do Edge+ e pelo Samsung Galaxy Note 20. A expansão fica mesmo por conta do Galaxy Note 20 Ultra: é o único modelo dos aparelhos premium acima que permite a inserção de cartão microSD, para aumentar o armazenamento em até 1TB.

Preço

iPhone 12 Pro:

128GB: US$ 999

256GB: US$ 1099

512GB: US$ 1299

iPhone 12 Pro Max: 

128GB: US$ 1099

256GB: US$ 1199

512GB: US$ 1399

Galaxy Note 20: R$ 5849

Galaxy Note 20 Ultra: R$ 7199

Motorola Edge+: R$ 5949

Lembrando que os aparelhos da Apple ainda não possuem preço no Brasil, mas que a alta do dólar deve levar as cifras a valores altos neste ano — habituais da marca. Lançados entre fevereiro e agosto, os modelos da Samsung também incorporam o perfil de clientes que buscam pelo aparelho premium disposto a desembolsar quantias razoáveis, enquanto a Motorola ainda busca a sua recolocação no mercado de aparelhos premium, com especificações — e preços — de tais.

Star Trek: Discovery é renovada para a 4ª temporada

Produção do ano inédito começa logo em novembro
ARTHUR ELOI

Pouco após a estreia da 3ª temporada, Star Trek: Discovery foi renovada para a quarta temporada pelo CBS All Access (atualmente conhecido como Paramount+). A produção, inclusive, começa em breve, a partir de 2 de novembro [via Hollywood Reporter].

Pela primeira vez, a série não trocará de showrunners na nova temporada. Alex Kurtzman e Michelle Paradise, dupla que assumiu após Bryan Fuller, Aaron Harberts e Gretchen Berg passarem pelo cargo, continuarão no posto para os episódios inéditos.

Não há previsão de estreia para o quarto ano de Star Trek: Discovery. A terceira temporada é exibida no Brasil pela Netflix.