Um guia de como desestressar a sua pele em tempos de pandemia

Rotina insana, trabalho extra, redução salarial… Tudo isso pode estar deixando sua pele cheia de espinhas ou muito seca. Saiba como se cuidar
HANNAH COATES

Como desestressar a pele em tempos de pandemia (Foto: Reprodução Instagram @glossier )

Sua pele pirou. Uma hora ela está coberta de espinhas e, na outra, mais seca que o deserto do Saara. Os fatores estressantes da quarentena (rotina maluca, trabalho extra, redução salarial…) causam turbulências emocionais que impactam sua pele também. “Estresse psicológico e pele estão muito relacionados”, conta a dermatologista e expert em wellness da pele, Alia Ahmed. “O estresse causa doenças na pele e as doenças de pele causam estresse.”

Alia, que é especialista em impacto psicológico na pele, conta que vermelhidão, coceira (isso sem falar de rugas, pigmentação, acne e suor) são causas comuns da ansiedade que todos vivemos por conta da pandemia. “O estresse ativa químicas e hormônios no cérebro que causam inflamações no corpo e rosto. Tensão libera cortisol, que também afeta o sistema imunológico, fazendo com que a pele fique ainda pior ao tentar se defender”, diz.

Com a pele prejudicada, ficamos estressados. O estresse, por sua vez, impacta a nossa saúde mental que… impacta a pele de novo! É um ciclo que não tem fim. Ou tem?

Tem! Primeiro, é importante cuidar desse problema por todos os ângulos possíveis. Sua dieta precisa incluir proteínas, carboidratos e gorduras boas, além de açúcar natural, antioxidantes e água, que vai ajudar a reduzir a desidratação do corpo e pele. E não se esqueça de dormir pelo menos oito horas por noite para que a pele tenha tempo de se regenerar.

Além disso, tenha uma rotina de exercícios (qualquer um vale, ok?) e procure ter também atividades que acalmem a cabeça e diminuem os níveis de cortisol. “Mulheres que praticam ioga têm menos níveis de cortisol no corpo do que aquelas que não praticam”, diz a neurocientista Tara Swart. “Suplementação com magnésio também pode ajudar.”

Banhos podem ser chances de respirar profundamente. Tara sugere combinar exercícios de respiração com aromaterapia para induzir emoções positivas que acalmam o sistema nervoso e pele, já que o nervo olfativo está diretamente conectado ao cérebro. A rotina de skincare é importante para desestressar a pele. Usar produtos com ácido hialurônico, ceramidas e mel “alimentam” a cútis e a acalmam. Usar um hidratante próprio para o rosto também ajuda bastante. Mas nada de cremes pesados, óleos ou qualquer coisa com muita fragrância.

À noite, prefira cremes que contenham probióticos e manteiga de karité. O jeito de aplicá-los faz diferença: “Massageie delicadamente a pele para melhorar a circulação, ajudar na drenagem linfática e aumentar a produção de colágeno enquanto seu corpo apenas relaxa”, diz Alia. Não esqueça de proteger a pele de outros agravantes, então usar filtro solar e antioxidantes é essencial.

Para acne, tente não se incomodar ou se preocupar tanto com isso – só vai fazer com que as espinhas piorem… Dê vez aos cremes com ácido salicílico e hialurônico nas erupções. E finalmente, lembre-se que estamos todos estressados (e com a pele “ruim”) neste momento. Vai passar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.