Confira ‘The Crown’ e outras séries imperdíveis que estreiam nesta semana

Tem Baby Yoda em ‘The Mandalorian’, ‘His dark materials’…

A atriz Emma Corrin caracterizada como a princesa Diana na nova temporada de ‘The Crown’ Foto: Divulgação

A semana que marca a chegada do Disney+ ao Brasil tem várias estreias de séries superaguardadas. Confira as principais:

‘The Mandalorian’

Baby Yoda em 'The Mandalorian' Foto: Divulgação
Baby Yoda em ‘The Mandalorian’ Foto: Divulgação

Vencedora do Emmy, a produção exclusiva do Disney+ (que estreia no Brasil nesta terça-feira) conta a história de um caçador de recompensas encarregado de entregar uma “criança” peculiar (o Baby Yoda) às forças imperiais — mas acaba se apegando a ela. Os dois primeiros episódios da série serão exibidos nesta segunda na Globo, no Tela Quente. E a partir de terça, a série toda chega ao Disney+.PUBLICIDADE

‘The Crown’

Josh O’Connor e Emma Corrin, como Charles e Diana, em cena da quarta temporada de 'The Crown' Foto: Divulgação/Des Willie/Netflix
Josh O’Connor e Emma Corrin, como Charles e Diana, em cena da quarta temporada de ‘The Crown’ Foto: Divulgação/Des Willie/Netflix

Quando a vemos pela primeira vez, minutos após o começo da quarta temporada de “The Crown”, Lady Diana Spencer está vestida como uma árvore, com uma malha enfeitada de folhagens, e se esconde atrás de uma planta. “Desculpe, não estou aqui”, diz ela timidamente ao Príncipe Charles, o herdeiro do trono britânico, que chegara à propriedade de sua família para um encontro com a irmã mais velha, Sarah.

“Isso foi sorrateiro da parte dela”, Sarah diz a Charles depois. “Eu disse a ela para nos deixar a sós.”

Essa é Diana em sua glória contraditória, ingênua e conspiradora, cheia de charme e de astúcia, destinada a se casar com um príncipe e causar estragos na monarquia britânica. Todo mundo já conhece o triste final dessa história de amor. Mas a nova temporada de “The Crown”, que estreia neste domingo (15) na Netflix, nos leva de volta ao seu início, quando Charles era um solteiro carente, Diana era uma filha de um conde pouco convencional, e o mundo ficou emocionado ao acreditar no que parecia ser o mais feliz dos contos de fadas.

‘His dark materials’

Cena de his Dark Materials Foto: Divulgação
Cena de his Dark Materials Foto: Divulgação

Os fãs precisaram esperar quase 20 anos por uma adaptação bem-sucedida da trilogia escrita por Philip Pullman. A trama cheia de bichos falantes, bruxas e anjos parecia um prato cheio para Hollywood, na esteira do sucesso de “O Senhor dos Anéis” e “As crônicas de Nárnia”. Mas esses elementos da literatura fantástica disfarçavam uma trama bastante espinhosa: a história de uma menina de 12 anos que precisa matar Deus.

— Algumas brigas são difíceis de se comprar em Hollywood — diz o roteirista Marcel Izidoro, apresentador do podcast oficial da HBO sobre a série “His dark materials”, cuja segunda temporada estreia neste segunda-feira.

E Hollywood bem que tentou. Em 2007, o New Line, mesmo estúdio de “O Senhor dos Anéis”, fez o longa “A bússola de ouro”, uma superprodução de US$ 180 milhões com nomes como Nicole Kidman e Daniel Craig no elenco. Não deu certo. A crítica torceu o nariz, e os fãs não gostaram das mudanças. A arrecadação de US$ 70 milhões nos EUA ficou muito abaixo das expectativas, enterrando de vez os planos dos produtores de repetir o sucesso da franquia de Peter Jackson.

‘Gangs of London’

Cena da série 'Gangs of London' Foto: Dvulgação
Cena da série ‘Gangs of London’ Foto: Dvulgação

Cheia de sequências eletrizantes, a obra narra a disputa entre organizações criminosas na Londres contemporânea. Quando o mafioso Finn Wallace (Colm Meaney) é morto, cabe a seu filho, Sean Wallace (Joe Cole), substituí-lo, causando um terremoto no mundo do crime. Por trás da violência, a série questiona temas como xenofobia. Starzplay, a partir deste domingo.

‘Escravidão: Uma história de injustiça’

Samuel L. Jackson na série ‘Escravidão: Uma história de injustiça’ Foto: Dvulgação
Samuel L. Jackson na série ‘Escravidão: Uma história de injustiça’ Foto: Dvulgação

Na série documental, o ator Samuel L. Jackson parte numa excursão por países como Brasil, Jamaica e Reino Unido em busca de navios negreiros naufragados. Tecnologias de arqueologia marinha, reconstruções dramáticas e especialistas ajudam a contar novos detalhes sobre a história do comércio transatlântico de escravos. A partir de sexta-feira, na National Geographic.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.