Uber pode vender divisão de carros voadores, diz site Axios

A venda do programa de transporte aéreo pode ser um esforço do Uber para atingir a lucratividade

Dara Khosrowshahi é americano-iraniano e CEO da Uber

Uber está em negociações avançadas para vender sua divisão de carros voadores para a empresa aeroespacial Joby Aviation. A informação é do site Axios, que conversou com pessoas familiarizadas com o assunto. Segundo a reportagem, publicada nesta quarta-feira, 2, um acordo pode ser anunciado ainda em dezembro. 

O programa de transporte aéreo da empresa é chamado de Uber Elevate. A venda da divisão pode ser um esforço do Uber para atingir a lucratividade – no terceiro trimestre deste ano, a companhia teve prejuízo de US$ 1,1 bilhão e muitos investidores no mercado têm dúvidas se o modelo de negócios da empresa se sustenta. 

O Uber Elevate trabalha no desenvolvimento de eVtols (veículos elétricos para pouso e decolagem verticais) com parceria com empresas como Embraer, Boeing, Bell, Pipistrel, Karen e Jaunt.

Antes da pandemia, o Uber operava um serviço de helicópteros na cidade de Nova York, mas teve de suspender as viagens. Segundo o site Axios, a divisão de transporte aéreo do Uber conta com cerca de 80 funcionários. 

Aweng & Lexy Ade-Choul – Elle UK January 2021 By Meinke Klein

Modern Fairy Tale   —   Elle UK January 2021   —   www.elle.co.uk
Photography: Meinke Klein Model: Aweng & Lexy Ade-Choul Styling: Aurelia Donaldson Hair: Charlotte Mensah Make-Up: Bea Sweet Creative Direction: Tom Meredith

Comercial da Match apresenta o casal demoníaco do ano: o diabo e 2020

Produzido por agência de Ryan Reynolds, vídeo também marca estreia de nova versão de “Love Story”, regravada por Taylor Swift por conta de uma batalha judicial
Por Pedro Strazza

A essa altura já virou senso comum que 2020 é de longe o pior de todos os anos recentes, graças a um combo de péssimas notícias com a atual pandemia do coronavírus e seu distanciamento social dos infernos – nem mesmo a vitória de Joe Biden e o Oscar de “Parasita” salvam mais. Pensando nisso, a Match resolveu lançar um comercial de fim de ano que apresenta o ano ao seu único equivalente romântico possível: o diabo.

O resultado é “Match Made In Hell”, peça da companhia de aplicativos de relacionamento que busca promover a ideia de que o público torne 2021 no seu ano… depois de todo o desastre que foram os últimos doze meses. Em menos de um minuto e meio a peça dá conta de quase todos os desdobramentos da pandemia, incluindo a falta de papel higiênico e a paralisação dos esportes – confira acima na íntegra.

Além de ser produzida pela Maximum Effort de Ryan Reynolds, “Match Made In Hell” também marca a primeira ocasião em que Taylor Swift licencia uma nova versão de sua icônica “Love Story” para uma campanha publicitária. De acordo com a Rolling Stone, a cantora vem regravando os masters de todos os seus seis primeiros álbuns desde que perdeu a posse destes para Scooter Braun, que por sua vez vendeu o catálogo à Shamrock Holdings em outubro por US$ 300 milhões. Enquanto a luta na justiça continua, Swift produziu novas versões das canções, incluindo a que chega agora ao meio da publicidade.

A cantora inclusive divulgou o comercial no Twitter e confirmou que as regravações estão acontecendo – confira abaixo.

Okay so while my new re-records are NOT done, my friend @VancityReynolds asked me if he could use a snippet of one for a LOLsome commercial he wrote so…here’s a sneak peak of Love Story! Working hard to get the music to you soon!! https://t.co/0vBFXxaRXR— Taylor Swift (@taylorswift13) December 2, 2020

Conheça as Irmãs Brasil, dupla de artistas que usa travestilidade para passar suas mensagens: ‘Fazemos arte para estarmos vivas’

Elas fora apadrinhadas por coreógrafo famoso por ter assinado turnês da Madonna
Lívia Breves

Performance “Travestis, a palestina do mundo” Foto: Idra Maria Mamba Negra

Viní Ventania e Vitória Jovem, de 26 anos, nasceram na cidade de Amparo, no interior de São Paulo, em uma família de peões de rodeio. Sempre se sentiram diferentes naquele ambiente. “Nosso pai, apesar de ser palhaço, não se via como um artista. Em contraste, tínhamos a nossa mãe, que era rainha de bateria <de escola de samba e nos incentivava a sair dali para explorar nossa criatividade”, conta Vitória, formada em Dança na UFRJ. Foi nesse ambiente heteronormativo que a dupla se percebeu afeminada. “Nos sentíamos ‘corpes estranhes’ na cidade. Andávamos na rua e recebíamos olhares. Tivemos que fugir de ‘desamparo’, como apelidamos a cidade”, completa Viní, formada em Teatro no Conservatório Dramático de Tatuí.

Inicialmente, elxs se batizaram Irmãos Brasil, mesmo nome do grupo de palhaços do pai. “Afinal, éramos a nova geração. Só que nos transfiguramos e transcendemos quando nos entendemos como irmãs. Trabalhamos em cima da nossa subjetividade, memórias e travestilidade”, conta Vitória.

A trajetória artística das duas começa na cultura Ballroom, quando foram apadrinhadas pelo coreógrafo Jose Gutierez Xtravaganza, famoso por ter assinado turnês da Madonna. Depois, se apresentaram no Galpão Bela Maré e no Museu de Arte do Rio. Este ano, foram indicadas ao Prêmio PIPA pelo conjunto da obra. “Fazemos arte para estarmos vivas. E isso não é uma maneira romântica de se expressar. A arte é a nossa possibilidade de existir”, conta Viní.

Nesta terça, às 20h, as Irmãs Brasil se apresentam no festival de arte sonora Novas Frequências (novasfrequencias.com), que completa uma década. “Há muito tempo eu não experienciava uma união tão perfeita entre estética e discurso. Como não se emocionar com a história delas, que buscam criar estratégias de defesa a partir da violência estrutural contra mulheres, trans e travestis no país? Sabendo que correm risco de vida, produzem arte alucinadamente para gerar um legado”, comenta Chico Dub, idealizador e curador do festival. Elas vão apresentar a instalação audiovisual “Pink”, que projeta narrativas de lugares onde os direitos humanos são violados. “É um trabalho de denúncia, uma resposta travesti à perseguição”, finaliza Vitória.

Julianna Margulies entra para o elenco de “The Morning Show”, do Apple TV+

Se você achava que o elenco principal de “The Morning Show” já estava completo com nomes como Jennifer Aniston, Reese Witherspoon, Steve Carell, Billy Crudup, Mark Duplass e Gugu Mbatha-Raw, se segure.

Julianna Margulies – WSJ

De acordo com a Variety, quem acaba de entrar para o elenco da série foi a atriz Julianna Margulies, famosa por protagonizar “The Good Wife”, finalizada em 2016 após sete temporadas bem-sucedidas.

Margulies interpretará Laura Peterson, uma âncora de notícias da rede UBA News.

A segunda temporada de “The Morning Show” já está sendo produzida e estreará em algum momento de 2021.

Selena Gomez é eleita uma das pessoas mais importantes de 2020 e fala sobre depressão e ansiedade

Escolhida pela ‘People’, ela disse: ‘Quero que as pessoas saibam que não estão sozinhas’

selenagomez – Que honra ser eleita uma das “Pessoas do Ano” da People Magazine. Obrigado @ People and @chiumelo
Photographer @bradogbonna
Makeup: @hungvanngo
Hair: @hairbyorlandopita
Stylist: @kateyoung
Wearing: @RareBeauty

Selena Gomez vai terminar 2020 na lista de pessoas mais importantes do ano, feita pela revista “People”. Na matéria de capa da edição, Selena falou sobre os problemas de depressão e ansiedade pelos quais passou e explicou como sua marca de beleza, Rare Beauty, lançada neste ano, se compromete com o tema de saúde mental e autoestima.

“Não acho que a Rare Beauty teria sido possível há três ou quatro anos. Agora entendo como é estar do outro lado, comparando-me ou pensando que preciso parecer mais com isto ou aquilo para me encaixar”, disse a artista, que garantiu doar US$ 100 milhões dos lucros nos próximos dez anos para projetos de saúde. “Pode ser muito difícil para você, com certeza. Não somos todos de uma determinada maneira e não fomos feitos para ser. É justo dizer que estou 1000 por cento na jornada com os consumidores. Não é fácil para todos, e quero que as pessoas saibam que não estão sozinhas.”

Ela também falou sobre o apoio que deu a vozes políticas femininas em 2020, como a vice-presidente eleita Kamala Harris e a ativista Stacey Abrams.

“Tive dificuldade em lidar com o racismo enquanto crescia, especialmente com meu pai (que é mexicano). Quando se tratava de dizer às pessoas para votarem, senti que era meu dever”, diz ela.

Além de Selena, estão na lista de mais importantes de 2020 os atores George Clooney e Regina King e o infectologista Anthony Fauci.

Um tour pelo escritório minimalista da Jimdo em Hamburgo, Alemanha

A empresa de TI Jimdo contratou recentemente a empresa de design de interiores Laik.Design para projetar seu novo escritório em Hamburgo, Alemanha.

jimdo-hamburg-office-9
Breakout space

“O conceito atribui grande importância ao espaço de escritório autossuficiente, cujo ambiente irradia paz e sossego para um trabalho concentrado, sem deixar o ambiente parecer pouco comunicativo. Com 430 metros quadrados, o antigo prédio reformado oferece áreas de trabalho estruturadas, porém abertas, para cerca de 40 locais de trabalho. O conceito espacial é complementado por uma grande sala de reuniões, uma área de workshop, que pode ser utilizada de forma flexível para workshops, várias pequenas salas de micro-reuniões, uma convidativa cozinha comunitária e uma acolhedora área de retiro.

Todo o design pretende representar uma mistura de calma, concentração, dinâmica, abertura e coesão.

Além da composição harmoniosa de cores e dos painéis de teto insonorizantes feitos de materiais naturais, os perfis de alumínio galvanizado por imersão a quente das divisórias de vidro são o principal elemento de design da área. Isso se reflete em todo o design por meio de muitos pequenos detalhes.

A seleção de cores define as zonas de trabalho, salas de diálogo e áreas criativas para que vários conceitos de sala sejam gerados. Além disso, o design simples, mas inspirador, transmite uma atmosfera calorosa e profissional que atende às necessidades do cliente ”, afirma Laik.Design

  • Location: Hamburg, Germany
  • Date completed: 2020
  • Size: 4,628 square feet
  • Design: Laik.Design
  • Photos: Joseph Ruben Heicks
jimdo-hamburg-office-1
Corridor
jimdo-hamburg-office-2
Meeting space
jimdo-hamburg-office-5
Breakout space
jimdo-hamburg-office-6
Meeting room
jimdo-hamburg-office-7
Collaborative space
jimdo-hamburg-office-8
Private workspace
jimdo-hamburg-office-4
Coffee point
jimdo-hamburg-office-11
Lounge