Sobre decisão da Warner de focar no streaming, Christopher Nolan diz que HBO Max é o pior streaming do mercado

“Eles estão desmantelando essa máquina enquanto nós conversamos” comenta ainda o diretor, que mantém relação com o estúdio desde o início de 2000
Por Matheus Fiore

 Diretor Christopher Nolan e o ator John David Washington do filme Tenet

O diretor inglês Christopher Nolan não está tendo um bom ano. Após o fracasso colossal de seu novo filme, “Tenet”, na bilheterias, o cineasta, famoso por ser um dos mais puristas da indústria, está irritadíssimo com o anúncio da WarnerMedia de que seus grandes lançamentos de 2021 serão lançados simultaneamente no cinema e no HBO Max, o serviço de streaming da empresa.

Ao The Hollywood Reporter, Nolan expressou todo seu descontentamento com a situação. “Alguns dos principais cineastas da indústria e mais importantes estrelas foram dormir pensando que eles estavam trabalhando no melhor filme de estúdio possível, e acordaram descobrindo que eles estavam trabalhando para o pior serviço de streaming do mercado”, afirmou Nolan. “A Warner Bros. tem uma máquina incrível para levar a arte dos cineastas para todo lugar, tanto no cinema quanto nas casas, e eles estão desmantelando essa máquina enquanto nós conversamos”, completou.

Segundo o jornalista Lucas Shaw, Nolan e os artistas com contrato com a Warner estão irritados porque não foram consultados pelo estúdio sobre o projeto de lançar as obras diretamente no HBO Max. Isso resultará, além de uma enorme mudança na experiência, em uma grande redução de bilheteria. É, na prática e na teoria, uma mudança histórica e sem precedentes para toda a indústria cinematográfica.

O fracasso de “Tenet” certamente foi um movimento importante para a decisão da Warner. O filme, que o estúdio insistiu para lançar nos cinemas visando a bilheteria, teve apenas US$ 60 milhões de lucro. Muito pouco se comparado aos US$ 292 milhões de “A Origem” e aos US$ 188 milhões de “Interestelar”.

Com o atual cenário, o mais provável é que Nolan, que trabalha com a Warner desde “Insônia”, de 2002, acabe trocando de parceiro. Duas das principais possibilidades são a Paramount e a Sony, que ainda investem pesado em lançamentos nos cinemas e não apresentaram nenhum plano de streaming ou de lançamentos digitais simultâneos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.