Antonio Grimaldi | Haute Couture Fall Winter 2020/2021 | Digital

Antonio Grimaldi | Haute Couture Fall Winter 2020/2021 by Antonio Grimaldi | Digital in High Definition. (Widescreen – Exclusive Video – Haute Couture Fashion Week – Paris/FR)

Juliano Moreira: o psiquiatra negro que revolucionou o tratamento de transtornos mentais no Brasil

Cientista e professor baiano humanizou o tratamento de pacientes psiquiátricos no século 20 e lutou contra teses racistas que relacionavam miscigenação a doenças mentais no Brasil.
Por BBC

Moreira entrou na faculdade de Medicina aos 13 anos e, aos 18 anos, já era médico — Foto: Domínio público via BBC
Moreira entrou na faculdade de Medicina aos 13 anos e, aos 18 anos, já era médico — Foto: Domínio público via BBC

No início do século 20, ele “revolucionou o tratamento de pessoas com transtornos mentais no Brasil e lutou incansavelmente para combater o racismo científico e a falsa ligação de doença mental à cor da pele”.

É assim que o Google apresenta o trabalho do psiquiatra brasileiro Juliano Moreira, ao homenagear o trabalho do cientista e professor baiano neste dia 6 de janeiro, quando o nascimento dele completa 149 anos.

Moreira nasceu em Salvador, em 1872, filho de uma mulher negra que trabalhava em uma casa de aristocratas na Bahia — algumas biografias apontam que ela mesma era escrava e outros relatos mencionam que ela era descendente de escravos. Só em 1888 o Brasil aprovaria a Lei Áurea, que determinava o fim da escravidão.

Os relatos sobre a vida de Moreira destacam a condição de pobreza na origem dele e o fato de que teve que vencer fortes obstáculos para entrar na Faculdade de Medicina da Bahia aos 13 anos. Com apenas 18 anos, ele estava formado e era um dos primeiros médicos negros do país, segundo a Academia Brasileira de Ciências.

Ali começava a carreira de Moreira, que viria a ser considerado o fundador da disciplina psiquiátrica no Brasil, como aponta artigo do Brazilian Journal of Psychiatry.

Moreira é um dos grandes nomes de estudiosos negros relevantes na história do Brasil e que muitas vezes são apagados de currículos escolares, em um exemplo de como a educação brasileira acentua desigualdade racial e dá menos atenção a heróis negros em diversas áreas.

Homenagem feita pelo Google a Juliano Moreira no dia em que ele completaria 149 anos — Foto: Google via BBC

Tratamento humanizado

Cinco anos depois de formado, Moreira se tornou professor de psiquiatria na Faculdade de Medicina da Bahia, da Universidade Federal da Bahia (UFBA).

Além da luta contra teses racistas que relacionavam a miscigenação a doenças mentais no Brasil, Moreira também é reconhecido por humanizar o tratamento de pacientes psiquiátricos.

Em 1903, assumiu a direção do Hospício Nacional de Alienados, no Rio de Janeiro. Lá, ele aboliu o uso de camisas de força, retirou grades de todas as janelas e separou pacientes adultos de crianças.

A Academia Brasileira de Ciências aponta que, graças aos esforços de Moreira, foi aprovada uma lei federal para garantir assistência médica e legal a doentes psiquiátricos. Ele também foi um dos fundadores da Sociedade Brasileira de Psiquiatria, Neurologia e Medicina legal e da Academia Brasileira de Ciências, da qual foi presidente.

Quando era vice-presidente da Academia Brasileira de Ciências, Moreira recebeu Albert Einstein em sua primeira visita ao Brasil.

Durante sua carreira, também participou de muitos congressos médicos e representou o Brasil no exterior, na Europa e no Japão.

Ele morreu em 1933, em Petrópolis, depois de ser internado para tratamento de tuberculose. Após o falecimento dele, um hospital psiquiátrico na Bahia foi batizado como Hospital Juliano Moreira.

Maison Margiela | Fall Winter 2020/2021 | Full Show

Maison Margiela | Fall Winter 2020/2021 by John Galliano | Full Fashion Show in High Definition. (Widescreen – Exclusive Video/1080p – PFW/Paris Fashion Week)

William Davies – Reppin
Sean Allen – Going
Martin Felix Kaczmarski – Living Right Now

MUNCHIES

David, Eli, Stas, Jordan, Luis, Josef, Wei, Robin, and Victor photographed by Boris Ovini and styled by Pacôme Bosq, for the FW20-21 “FOOD” issue of Fucking Young! magazine.

Get your “FOOD” issue HERE!

Creative Direction & Styling: Pacôme Bosq
Photography: Boris Ovini
Production: Luca Imbimbo
Casting Direction: Olivier Duperrin
Make-Up: Ruben Mas
Hair Style: Jerôme Blanco-Martin
Style Assistants: Randa Khamad & Morris Royce
Production Assistant: Rayan Mazuel
Casting Assistant: Lucas Bernard Guelle
Models: David B at Tomorrow Is Another Day, Eli Epperson & Stas Zienkiewicz at Bananas Models, Jordan M’Bang & Luis Mendes at 16MEN, Josef C & Wei Q at Metropolitan Management, Robin Riollot at Success Models, Victor V at Rock Men.

Cerimônia do Grammy é adiada para 14 de março

Os organizadores disseram que a cerimônia de entrega dos prêmios da indústria musical foi remarcada após conversas com especialistas em saúde e músicos
Jill Serjeant, Reuters

Grammy Awards remarcado para 14 de março

LOS ANGELES – A cerimônia do Grammy Awards, que aconteceria em 31 de janeiro, foi remarcada para 14 de março devido ao aumento do surto de coronavírus em Los Angeles, disseram os organizadores na terça-feira.

A nova data, anunciada pela Recording Academy e pela emissora CBS em um comunicado conjunto, coincide com a cerimônia de premiação do Screen Actors Guild (SAG) para cinema e televisão.

Os organizadores disseram que a cerimônia de entrega dos prêmios da indústria musical foi adiada após conversas com especialistas em saúde e músicos.

“Depois de conversas meticulosas com especialistas em saúde, nosso anfitrião e artistas programados para comparecer, estamos reagendando a 63ª edição do GRAMMY Awards® para ser transmitido no domingo, 14 de março de 2021”, informou o comunicado.

“A deterioração da situação da covid em Los Angeles, com os serviços hospitalares sobrecarregados, as UTIs atingindo sua capacidade máxima e as novas orientações dos governos estaduais e locais, tudo nos levou a concluir que adiar nosso show era a coisa certa a fazer”, acrescentou.

O sindicato SAG-AFTRA, que representa atores, jornalistas e personalidades, disse estar “extremamente decepcionado” com a data conflitante, que anunciou em julho passado.

A cidade de Los Angeles passa por uma alta no número de mortes e internações pelo coronavírus. Academias, salões de beleza e restaurantes estão fechados e moradores receberam orientações para ficar em casa o máximo possível.

Banco N26: veja tudo sobre a fintech alemã que já pode operar no Brasil

Empresa recebeu permissão para operar no Brasil, aumentando expectativa de interessados nos serviços

Banco alemão N26 já tem autorização para operar no País 

O banco digital alemão N26 recebeu autorização do Banco Central no fim de 2020 para funcionar no Brasil. Com capital social de R$ 2 milhões, a startup de serviços bancários terá sua sede brasileira na cidade de São Paulo, ampliando a presença da empresa cuja base de 5 milhões de clientes é da Europa e dos Estados Unidos. 

Quem coordena o negócio no Brasil é Eduardo Prota, gerente geral do N26, que tem passagem pelo Santander e pela Cielo. Embora a pandemia do coronavírus não tenha tido impacto negativo nos negócios, o N26 havia suspendido no ano passado a incursão em novos mercados, incluindo o Brasil, segundo uma entrevista de Valentin Stalf, CEO da fintech, à Reuters. A autorização do Banco Central, porém, indica uma mudança de decisão. 

Os interessados em ter uma conta da N26 devem se inscrever em uma lista de espera. Veja o que se sabe até agora sobre a operação no País.

O que é o N26?

N26 é um banco digital alemão criado em 2013 por Valentin Stalf e Maximilian Tayenthal, que atuam respectivamente como CEO e CFO da fintech. Atualmente, a startup de serviços bancários está presente na Europa e nos Estados Unidos e tem uma carteira de 5 milhões de clientes, segundo o site da empresa.

Quem coordena o negócio no Brasil é Eduardo Prota, gerente geral do N26, que tem passagem pelo Santander e pela Cielo. “Meu objetivo pessoal enquanto integrante do time do N26 é dar aos brasileiros a mesma oportunidade de usufruir de um banco de varejo flexível, transparente e que dialogue com o estilo de vida digital de hoje em dia”, escreveu Prota em sua conta no LinkedIn. 

Como faço para ter uma conta na N26? 

Por enquanto, os brasileiros podem se inscrever em uma lista de espera no site do N26.

Quando será possível ter uma conta na N26? 

A fintech não divulgou datas específicas para começar a operar no País. No último sábado, 2, a N26 interagiu com um usuário brasileiro do Twitter que pediu para que o banco viesse para cá. “Já anunciamos que lançaremos nosso produto no Brasil. Assim que estivermos prontos para começar, faremos questão de te avisar. Enquanto isso, você pode se inscrever na nossa lista de espera.”

Hi Eric! We already announced that we’ll launch our product in Brazil As soon as we’re ready to roll out, we’ll make sure to let you know! In the meantime you can sign up to the waitlist from this page: https://t.co/tjHiw6bYbM

Thanks a lot for your interest!— N26 Support (@N26_Support) January 2, 2021

Expansão

As notícias sobre a chegada da N26 ao Brasil circulam pelo menos desde 2019, quando Prota havia dito que o início das operações no País seria a primeira estratégia para expandir os negócios no mercado latinoamericano

Embora a pandemia do coronavírus não tenha tido impacto negativo nos seus negócios, a N26 suspendeu a incursão em novos mercados, incluindo planos de lançamento no Brasil, e está se concentrando em seus principais mercados Alemanha, França, Espanha e Itália, disse Stalf, o CEO da empresa, à Reuters no fim do ano passado

A reportagem não conseguiu contato com a N26 e o Banco Central não comenta situações específicas de entes regulados no que diz respeito aos serviços oferecidos.

Photographer Rafa Gallar for Vanidad Magazine with Safu

Photographer: Rafa Gallar at 8 Artist Management. Fashion Stylist: Andrea Hierro. Hair & Makeup: Miguel Angel Tragacete. Model: Safu.

Antes da vacina, os cálculos para a retomada

Gravações da série ‘This is us’ (Foto: Divulgação)

As restrições impostas pela pandemia na produção audiovisual em 2020 vão ficar mais evidentes nos próximos meses. É quando os catálogos do streaming tendem a minguar. As reprises podem se estabelecer por mais tempo nas grades das televisões aberta e fechada. Não tem escapatória. Mesmo nos EUA, onde a vacinação já começou, a retomada segue em discussão. Aqui, sem sequer um plano de imunização, a incerteza é imensa.

O Variety.com publicou uma reportagem sobre o futuro das gravações em Los Angeles. “Os números da Covid-19, terríveis, forçam Hollywood a atrasar a maioria dos programas de televisão gravados na cidade. Os grandes estúdios — CBS TV, Warner Bros, Universal e Netflix — estão tentando voltar ao trabalho em meados de janeiro. É que os catálogos estão vazios e há muito dinheiro em jogo”, diz um produtor, que não se identifica. Ele continua: “De alguma forma, nós nos convencemos de que podemos fazer isso com segurança. Mas será?”, preocupa-se, com razão.

De março para cá, mil protocolos viraram costume para quem trabalha no ramo. Testagens do elenco e da equipe, uso de máscaras, limpeza constante e litros de álcool gel espalhados pelos estúdios se tornaram rotina. Além disso, quem faz parte dos grupos de risco foi afastado. Muitas dessas pessoas aprenderam a gravar remotamente. Tantos meses depois do início da pandemia, a indústria do entretenimento teve tempo de refinar essas práticas. Até a chegada da vacina, será sempre um risco calculado. Mas uma coisa é certa: os programas inéditos vão rarear. [PATRÍCIA KOGUT]

Sumido há 2 meses, Jack Ma, homem mais rico da China está escondido, diz canal de TV

Jack Ma, fundador do Alibaba, não é visto em público há cerca de dois meses

O presidente do Alibaba, Jack Ma

Sem ser visto em público nos últimos dois meses, o homem mais rico da China, o fundador do Alibaba, Jack Ma, está escondido, informou nesta quarta-feira (6) a rede americana de TV CNBC, a partir de um relato de uma pessoa familiarizada com o assunto.

O sumiço do empresário de maior destaque da China tem alimentado especulações em torno de seu paradeiro em meio a uma repressão regulatória chinesa sobre seu império de negócios. Mas, segundo a emissora, ele não está desaparecido, apenas fora dos holofotes.

Ele também não apareceu para participar de um game show para empresários, chamado “Heróis Empresariais da África”, do qual é jurado, e teve de ser substituído no episódio final do programa, em novembro —à época, uma porta-voz disse que a mudança foi devido a um conflito de agenda.

Ma não aparece em público desde um fórum no final de outubro, realizado em Xangai, no qual criticou o sistema regulatório da China, um discurso que o colocou em choque com autoridades do país e resultou na suspensão do IPO (oferta pública inicial de ações) de US$ 37 bilhões do braço financeiro Ant Group.

Desde então, reguladores se concentraram nos negócios do bilionário. Uma investigação antitruste sobre o Alibaba foi iniciada, e a Ant foi obrigada a promover uma reorganização de seus negócios de financiamento ao consumidor, incluindo a criação de uma holding.

O professor de inglês que fundou a Alibaba, um site de varejo similar à rival Amazon, é a pessoa mais rica do país. Depois que Donald Trump foi eleito presidente dos Estados Unidos, em 2016, Ma foi o primeiro chinês de destaque com quem ele se encontrou.