Carlos Gil | Fall Winter 2020/2021 | Full Show

Carlos Gil | Fall Winter 2020/2021 | Full Fashion Show in High Definition. (Widescreen – Exclusive Video/1080p – Moda Lisboa – Lisboa Fashion Week) #Modalisboa

Mank e The Crown lideram indicações ao Critics Choice Awards; veja a lista

Premiação acontece em março
ARTHUR ELOI E JULIA SABBAGA

Critics Choice Awards 2021: The Crown e Ozark lideram premiação (lista)

Critics Choice Awards revelou hoje (08) suas indicações cinematográficas, completando a lista de indicados televisivos anteriormente anunciada. Dentre os filmes, Mank, longa de David Fincher para a Netflix, lidera a lista, com 12 menções. Minari também está entre os mais fortes, com 10 indicações no total. 

Dentre as séries mais indicadas, Ozark The Crown lideram a lista com seis categorias cada. Quem se destaca também é Lovecraft Country, com cinco indicações. Há ainda a presença de The Mandalorian na lista.

A premiação acontece em 7 de março, às 21h no horário de Brasília. Veja a lista completa de indicações abaixo:

MELHOR SÉRIE DRAMÁTICA
Better Call Saul

The Crown

The Good Fight

Lovecraft Country

The Mandalorian

Ozark

Perry Mason

This Is Us

MELHOR ATOR EM SÉRIE DRAMÁTICA
Jason Bateman (Ozark)

Sterling K. Brown (This Is Us)

Jonathan Majors (Lovecraft Country)

Josh O’Connor (The Crown)

Bob Odenkirk (Better Call Saul)

Matthew Rhys (Perry Mason)

MELHOR ATRIZ EM SÉRIE DRAMÁTICA
Christine Baranski (The Good Fight)

Olivia Colman (The Crown)

Emma Corrin (The Crown)

Claire Danes (Homeland)

Laura Linney (Ozark)

Jurnee Smollett (Lovecraft Country)

MELHOR ATOR COADJUVANTE EM SÉRIE DRAMÁTICA
Jonathan Banks (Better Call Saul)

Justin Hartley (This Is Us)

John Lithgow (Perry Mason)

Tobias Menzies (The Crown)

Tom Pelphrey (Ozark)

Michael K. Williams (Lovecraft Country)

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE EM SÉRIE DRAMÁTICA
Gillian Anderson (The Crown)

Cynthia Erivo (The Outsider)

Julia Garner (Ozark)

Janet McTeer (Ozark)

Wunmi Mosaku (Lovecraft Country)

Rhea Seehorn (Better Call Saul)

MELHOR SÉRIE CÔMICA
Better Things

The Flight Attendant

Mom

Pen15

Ramy

Schitt’s Creek

Ted Lasso

What We Do in the Shadows

MELHOR ATOR EM SÉRIE CÔMICA
Hank Azaria (Brockmire)

Matt Berry (What We Do in the Shadows)

Nicholas Hoult (The Great)

Eugene Levy (Schitt’s Creek)

Jason Sudeikis (Ted Lasso)

Ramy Youssef (Ramy)

MELHOR ATRIZ EM SÉRIE CÔMICA
Pamela Adlon (Better Things)

Christina Applegate (Dead to Me)

Kaley Cuoco (The Flight Attendant)

Natasia Demetriou (What We Do in the Shadows)

Catherine O’Hara (Schitt’s Creek)

Issa Rae (Insecure)

MELHOR ATOR COADJUVANTE EM SÉRIE CÔMICA
William Fichtner (Mom)

Harvey Guillén (What We Do in the Shadows)

Daniel Levy (Schitt’s Creek)

Alex Newell (Zoey’s Extraordinary Playlist)

Mark Proksch (What We Do in the Shadows)

Andrew Rannells (Black Monday)

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE EM SÉRIE CÔMICA
Lecy Goranson (The Conners)

Rita Moreno (One Day at a Time)

Annie Murphy (Schitt’s Creek)

Ashley Park (Emily in Paris)

Jaime Pressly (Mom)

Hannah Waddingham (Ted Lasso)

MELHOR MINISSÉRIE
I May Destroy You

Mrs. America

Normal People

The Plot Against America

O Gâmbito da Rainha

Small Axe

The Undoing

Nada Ortodoxa

MELHOR TELEFILME
Bad Education

Between the World and Me

The Clark Sisters: First Ladies of Gospel

Hamilton

Sylvie’s Love

What the Constitution Means to Me

MELHOR ATOR EM MINISSÉRIE OU TELEFILME
John Boyega (Small Axe)

Hugh Grant (The Undoing)

Paul Mescal (Normal People)

Chris Rock (Fargo)

Mark Ruffalo (I Know This Much is True)

Morgan Spector (The Plot Against America)

MELHOR ATRIZ EM MINISSÉRIE OU TELEFILME
Cate Blanchett (Mrs. America)

Michaela Coel (I May Destroy You)

Daisy Edgar-Jones (Normal People)

Shira Haas (Nada Ortodoxa)

Anya Taylor-Joy (O Gâmbito da Rainha)

Tessa Thompson (Sylvie’s Love)

MELHOR ATOR COADJUVANTE EM MINISSÉRIE OU TELEFILME
Daveed Diggs (The Good Lord Bird)

Joshua Caleb Johnson (The Good Lord Bird)

Dylan McDermott (Hollywood)

Donald Sutherland (The Undoing)

Glynn Turman (Fargo)

John Turturro (The Plot Against America)

MELHOR ATRIZ EM MINISSÉRIE OU TELEFILME
Uzo Aduba (Mrs. America)

Betsy Brandt (Soulmates)

Marielle Heller (O Gâmbito da Rainha)

Margo Martindale (Mrs. America)

Winona Ryder (The Plot Against America)

Tracey Ullman (Mrs. America)

MELHOR FILME
Destacamento Blood (Netflix)

A Voz Suprema do Blues (Netflix)

Mank (Netflix)

Minari (A24)

Relatos do Mundo (Universal Pictures)

Nomadland” (Searchlight Pictures)

Uma Noite em Miami (Amazon Studios)

Bela Vingança (Focus Features)

O Som do Silêncio (Amazon Studios)

Os Sete de Chicago (Netflix)

MELHOR ATOR
Ben Affleck – O Caminho de Volta

Riz Ahmed – O Som do Silêncio

Chadwick Boseman – A Voz Suprema do Blues

Tom Hanks – Relatos do Mundo

Anthony Hopkins – Meu Pai

Delroy Lindo – Destacamento Blood

Gary Oldman – Mank

Steven Yeun – Minari

MELHOR ATRIZ
Viola Davis – A Voz Suprema do Blues

Andra Day – The United States vs. Billie Holiday

Sidney Flanigan – Nunca Raramente Às Vezes Sempre

Vanessa Kirby – Pieces of a Woman

Frances McDormand – Nomadland

Carey Mulligan – Bela Vingança

Zendaya – Malcolm & Marie

MELHOR ATOR COADJUVANTE
Chadwick Boseman – Destacamento Blood

Sacha Baron Cohen – Os 7 de Chicago

Daniel Kaluuya – Judas and the Black Messiah

Bill Murray – On the Rocks

Leslie Odom, Jr. – Uma Noite em Miami

Paul Raci – O Som do Silêncio

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Maria Bakalova – Borat: Fita de Cinema Seguinte

Ellen Burstyn – Pieces of a Woman

Glenn Close – Era Uma Vez um Sonho

Olivia Colman – Meu Pai

Amanda Seyfried – Mank

Yuh-Jung Youn – Minari

MELHOR ATOR/ATRIZ JOVEM
Ryder Allen – Palmer

Ibrahima Gueye – Uma Vida à Sua Frente

Alan Kim – Minari

Talia Ryder – Nunca Raramente Às Vezes Sempre

Caoilinn Springall – O Céu da Meia-Noite

Helena Zengel – Relatos do Mundo

MELHOR ELENCO
Destacamento Blood

Judas and the Black Messiah

A Voz Suprema do Blues

Minari

Uma Noite em Miami

Os 7 de Chicago

MELHOR DIREÇÃO
Lee Isaac Chung – Minari

Emerald Fennell – Bela Vingança

David Fincher – Mank

Spike Lee – Destacamento Blood

Regina King – Uma Noite em Miami

Aaron Sorkin – Os 7 de Chicago

Chloé Zhao – Nomadland

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL
Lee Isaac Chung – Minari

Emerald Fennell – Bela Vingança

Jack Fincher – Mank

Eliza Hittman – Nunca Raramente Às Vezes Sempre

Darius Marder & Abraham Marder – O Som do Silêncio

Aaron Sorkin – Os 7 de Chicago

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO
Paul Greengrass & Luke Davies – Relatos do Mundo

Christopher Hampton and Florian Zeller – Meu Pai

Kemp Powers – Uma Noite em Miami

Jon Raymond & Kelly Reichardt – First Cow

Ruben Santiago-Hudson – A Voz Suprema do Blues

Chloé Zhao – Nomadland

MELHOR FOTOGRAFIA
Christopher Blauvelt – First Cow

Erik Messerschmidt – Mank

Lachlan Milne – Minari

Joshua James Richards – Nomadland

Newton Thomas Sigel – Destacamento Blood

Hoyte Van Hoytema – Tenet

Dariusz Wolski – Relatos do Mundo

MELHOR DESIGN DE PRODUÇÃO
Cristina Casali, Charlotte Dirickx – The Personal History of David Copperfield

David Crank, Elizabeth Keenan – Relatos do Mundo

Nathan Crowley, Kathy Lucas – Tenet

Donald Graham Burt, Jan Pascale – Mank

Kave Quinn, Stella Fox – Emma

Mark Ricker, Karen O’Hara & Diana Stoughton – A Voz Suprema do Blues

MELHOR EDIÇÃO
Alan Baumgarten – Os 7 de Chicago

Kirk Baxter – Mank

Jennifer Lame – Tenet

Yorgos Lamprinos – Meu Pai

Mikkel E. G. Nielsen – O Som do Silêncio

Chloé Zhao – Nomadland

MELHOR FIGURINO
Alexandra Byrne – Emma

Bina Daigeler – Mulan

Suzie Harman & Robert Worley – The Personal History of David Copperfield

Ann Roth – A Voz Suprema do Blues

Nancy Steiner – Bela Vingança

Trish Summerville – Mank

MELHOR CABELO E MAQUIAGEM
Emma

Era Uma Vez um Sonho

A Voz Suprema do Blues

Mank

Bela Vingança

The United States vs. Billie Holiday

MELHORES EFEITOS VISUAIS
Greyhound

The Invisible Man

Mank

O Céu da Meia-Noite

Mulan

Tenet

Mulher-Maravilah 1984

MELHOR COMÉDIA
Borat: Fita de Cinema Seguinte

The Forty-Year-Old Version

O Rei de Staten Island

On the Rocks

Palm Springs

The Prom: A Festa de Formatura

MELHOR FILME EM LÍNGUA ESTRANGEIRA
Another Round

Collective

A Maldição da Chorona

Uma Vida à Sua Frente

Minari

Two of Us

MELHOR CANÇÃO
Everybody Cries – The Outpost

Fight for You – Judas and the Black Messiah

Husavik (My Home Town) – Festival Eurovision da Canção: A Saga de Sigrit e Lars

Io sì (Seen) – Uma Vida à Sua Frente

Speak Now – Uma Noite em Miami

Tigress & Tweed – The United States vs. Billie Holiday

MELHOR TRILHA SONORA
Alexandre Desplat – O Céu da Meia-Noite

Ludwig Göransson – Tenet

James Newton Howard – Relatos do Mundo

Emile Mosseri – Minari

Trent Reznor & Atticus Ross – Mank

Trent Reznor & Atticus Ross – Soul

Etro – Ad Campaign Spring/Summer 2021 – Alessio Pozzi, Anna Ewers, Grace Musase & Parker Van Noord By David Sims

Etro   —   Ad Campaign Spring/Summer 2021   —   www.etro.com
Photography: David Sims Model: Alessio Pozzi, Anna Ewers, Grace Musase & Parker Van Noord Styling: Géraldine Saglio  Creative Director: Macs Iotti Hair: Paul Hanlon Make-Up: Lucia Pieroni Manicure: Ama Quashie  Casting: Piergiorgio Del Moro

Abuso e canibalismo: entenda as acusações que podem acabar com a carreira de Armie Hammer

Astro de ‘Me chame pelo seu nome’ já foi afastado de dois trabalhos e perdeu contrato com agência de talentos em Hollywood

Armie Hammer é acusado de trocar mensagens abusivas a mulheres Foto: Fernando Lemos

Enquanto o mundo ainda engatinha por 2021 em tom de esperança, já tem gente em Hollywood se preparando para um ano bem difícil. É o caso de Armie Hammer, ator americano de 34 anos, estrela de filmes como “Me chame pelo seu nome”“A rede social” e “Rebecca – A mulher inesquecível”, remake do clássico de Hitchcock lançado em 2020 na Netflix.

No começo de janeiro, vazaram na internet imagens de uma suposta conversa de Hammer com uma mulher, em que o ator se diz “100% canibal”. No bate-papo, ele ainda diz que gostaria de “comê-la” e “segurar seu coração nas mãos e controlá-lo enquanto ele bate”. Em outro momento, ele diz ter “arrancado o coração de um animal ainda vivo e comido enquanto ainda estava quente”.

Desde que as conversas foram postadas em uma conta no Instagram, outras mulheres deram declarações reiterando o teor de diálogos com Hammer não somente sobre fetiches envolvendo canibalismo, mas também abuso e estupro.

Ex-namorada relata abusos

Ainda em janeiro, Paige Lorenze, de 22 anos, deu entrevista ao “Daily Mail” revelando supostos detalhes de seu namoro com ator. A modelo afirmou que Hammer teria marcado na sua virilha a letra “A” com uma faca como parte de um “jogo sexual”. Lorenze ainda declarou que seu relacionamento de quatro meses com ele foi “profundamente traumático” e que seu ex pode “ferir uma mulher gravemente”. Ela também relatou que era amarrada e agredida constantemente, chegando a ficar com hematomas, e que, na primeira vez em que tiveram relação sexual, ele a obrigou a chama-lo de “papai” e “senhor”.

Armie Hammer com Lily James em 'Rebecca - A mulher inesquecível', da Netflix Foto: Divulgação / Netflix
Armie Hammer com Lily James em ‘Rebecca – A mulher inesquecível’, da Netflix Foto: Divulgação / Netflix

Em outro incidente mês passado, Armie Hammer chegou a ser interrogado pela polícia durante uma viagem às Ilhas Cayman. Em uma conta privada que mantém no Instagram, o ator havia postado o vídeo com uma mulher amarrada em um quarto de hotel. As autoridades interpelaram o ator após o conteúdo ser denunciado na rede social. Em sua defesa, Hammer disse que se tratava apenas de uma brincadeira e pediu desculpas pelo ocorrido.

Em um comunicado enviado à “Variety”, a equipe de advogados do ator diz que “as histórias que estão sendo perpetuadas na mídia são uma tentativa equivocada de apresentar uma narrativa unilateral com o objetivo de manchar a reputação do Sr. Hammer”. Também via comunicado, o ator diz classificou as acusações como “ataques online viciosos e espúrios”.

Cancelamento em série

Por enquanto, não há processos correndo na Justiça em decorrência das denúncias. Mas Armie Hammer já vem sofrendo na carreira os efeitos de todo este imbróglio. Recentemente, ele foi substituído por Josh Duhamel na comédia “Shotgun wedding”, em que contracenaria com Jennifer Lopez.

Ele também foi dispensado da série “The offer”, da Paramount+, sobre os bastidores de “O poderoso chefão”. E na semana passada perdeu seu contrato com a agência de talentos WME, que o representava em Hollywood.

Só que além dos projetos que ainda seriam filmados, como “Shotgun wedding” e “The offer”, os executivos em Los Angeles começam a concatenar como iniciar a reparação de danos sobre trabalhos já concluídos. É o caso de “Morte no Nilo”, mais nova adaptação para o clássico de Agatha Christie, em que Armie Hammer divide cenas com nomes como Gal Gadot e Kenneth Branagh. O filme foi rodado em 2019, bem antes dos escândalos virem à tona. Sua estreia, adiada por conta da pandemia, está marcada para setembro.

Com Timothée Chalamet em 'Me chame pelo seu nome' Foto: Divulgação / Agência O Globo
Com Timothée Chalamet em ‘Me chame pelo seu nome’ Foto: Divulgação / Agência O Globo

Extraoficialmente, a Disney não assume quais diretrizes deve tomar, mas especula-se que Hammer seja ocultado pelo menos do material de campanha de lançamento do filme, assim como deve ser provável sua ausência em uma possível turnê de lançamento.

Entre outros projetos futuros de Armie Hammer está “Billion dollar spy”, thriller situado na Guerra Fria em que ele contracena com Mads Mikkelsen. Ironicamente, o dinamarquês interpretou o canibal Hannibal na homônima série de sucesso da NBC. O longa ainda não começou a ser rodado.

Também estava no radar da carreira do ator a aguardada continuação de “Me chame pelo seu nome”, de Luca Guadagnino. Por enquanto, o cineasta italiano está trabalhando em outro projeto, estrelado por Timothée Chalamet, que dividiu com Hammer o protagonismo do filme vencedor do Oscar de melhor roteiro adaptado. Curiosamente, o longa tem como fio condutor uma história de amor… canibal.

Em julho de 2020, Armie Hammer se separou da mulher, Elizabeth Chamber, após dez anos de casados. Eles têm dois filhos, de 5 e 3 anos.

Superman & Lois lidam com filhos adolescentes em trailer da nova série

Série estreia nos EUA em 23 de fevereiro

Derivado de Supergirl da CWSuperman & Lois ganhou um trailer completo que mostra o Homem de Aço (Tyler Hoechlin) contando a verdade sobre sua identidade para os filhos e lidando com as reações deles.

Superman & Lois é focada no Superman de Tyler Hoechlin e da jornalista Lois Lane de Elizabeth Tulloch, ambas versões apresentadas em Supergirl, e suas relações com os filhos adolescentes Jonathan (Jordan Elsass) e Jordan (Alexander Garfin). A série tem roteiro de Todd Helbingshowrunner de The Flash. A produção-executiva é de Helbing e de Greg Berlanti, que produz todas as séries do Arrowverse.

A estreia será marcada por um especial de 2 horas.