Como cultivar gerânios

Grupo de plantas encanta por ser resistente e também por florescer praticamente o ano todo
LUIZA QUEIROZ | FOTOS: GETTY IMAGES

(Foto: Reprodução / Pinterest)

O gerânio é o tipo de planta que você com certeza já viu, mesmo que não a tenha identificado. Famosas por suas flores em tons vibrantes, estas espécies são campeãs no paisagismo, sobretudo em varandas e em áreas externas — mas também podem ser cultivadas em ambientes internos. Além de serem perfumadas, resistentes e fáceis de cuidar, elas são capazes de oferecer flores o ano inteiro, motivo pelo qual são consideradas queridinhas. Para saber tudo sobre como cultivar gerânios, Casa Vogue conversou com o botânico Samuel Gonçalves, à frente do canal no Youtube “Um Botânico no Apartamento” e também do perfil no Instagram de mesmo nome. Vamos lá?

Para começar, é importante entender que “gerânio” é o nome popular dado para as plantas dos gêneros Geranium e Pelargonium, que, juntos, abragem diversas espécies. “No Brasil, basicamente encontramos o Gerânio ereto ou Gerânio ferradura (Pelargonium hortorum) e o Gerânio pendente (Pelargonium peltatum) nas floriculturas. Como seus nomes populares indicam, o ereto cresce mais para cima, formando lindos maciços em canteiros e vasos coloridos, enquanto o pendente forma lindas cascatas. Felizmente o cultivo de ambos é similar”, explica Samuel. Ou seja, é interessante identificar as espécies antes de escolher onde posicionar os vasos, para aproveitar ao máximo todo o potencial paisagístico da plantinha!

Origem e luminosidade

“Os gerânios são plantas que dão flores nativas da África do Sul. São perenes, ou seja, não possuem ciclo de vida curto, permanecendo vivas por vários anos em cultivo e florescendo em praticamente todo o ano, exceto em regiões muito frias — onde florescem basicamente na primavera e no verão. São muito rústicas, não necessitando de muitos cuidados específicos”, diz o botânico. 

Para garantir que sua planta floresça da melhor forma, Samuel recomenda deixar os gerânios de quatro à seis horas sob sol direto. “Plantas cultivadas em ambientes mais sombreados não vão te presentear com lindas e coloridas flores”, informa.

Outra dica geral de manutenção é realizar podas de limpeza, eliminando folhas amareladas e flores secas para evitar a proliferação de pragas e doenças.

Flowering geraniums on the windows of a house, Guarda, Scuol, Engadin, Canton of Graubunden, Switzerland. (Photo by Albert Ceolan / De Agostini Picture Library via Getty Images) (Foto: De Agostini via Getty Images)
 Foto por Albert Ceolan / De Agostini Picture Library via Getty Images

Substrato e adubação

O cultivo de gerânios exige uma boa drenagem. O ideal, segundo o botânico, é usar um vaso com furos protegidos por uma manta geotêxtil ou utilizar até mesmo filtro de café usado. “O substrato para o cultivo deve ser fértil e drenável. Terra vegetal ou terra adubada misturada com areia ou perlita são excelentes opções para garantir a saúde das raízes”, diz. 

Para potencializar o florescimento dos gerânios, o ideal é fazer uma adubação rica em fósforo, com adubo líquido NPK 4-14-8. Samuel recomenda começar a adubação no fim do inverno e continuar mensalmente até o fim do verão, sempre seguindo as instruções de diluição da embalagem e aplicando, preferencialmente, sobre o substrato. 

Rega

Os gerânios devem ser regados com mais intensidade logo após o plantio no vaso e substrato. Depois, regue apenas quando o substrato estiver seco, já que o excesso de água pode apodrecer as raízes e o caule.

Mudas

“Apesar de poder ocorrer polinização e, consequentemente, o desenvolvimento dos frutos e de suas sementes, esse processo é bastante demorado. Portanto, a melhor forma de ter mais plantas é fazendo mudas”, explica Samuel. “Basicamente, corte um pedaço do caule e coloque uma ponta para enraizar na água ou no substrato adequado, mantendo-o levemente úmido. É realmente muito fácil!”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.