Vestido usado no Globo de Ouro por Viola Davis comemora as expressivas estampas de Camarões

“O look dela é repensar o glamour e a alta costura no tapete vermelho na era da diversidade e inclusão”, comentou a stylist da atriz, Elizabeth Stewart., à Vogue Britânica.
POR ALICE NEWBOLD

Viola Davis (Foto: Reprodução/Instagram)

Na noite anterior ao Globo de Ouro 2021, Viola Davis, que foi indicada por sua atuação poderosa em ‘Ma Rainey’s Black Bottom’, decidiu não publicar fotos dela mesma se arrumando para a premiação. Em vez de máscaras faciais e manicure (sim, os atores ainda recrutam esquadrões de glam completos para o Zoom), Davis postou a seguinte mensagem para a Hollywood Foreign Press Association, da qual nem um único membro do forte corpo governante é negro.

“A jornada de um artista negro está repleta de obstáculos para criar, desenvolver e ser reconhecido por nosso trabalho”, disse Davis com a hashtag #TimesUpGlobes. “Se continuarmos calados, a geração mais jovem de artistas terá exatamente a mesma carga para carregar. Sem mais desculpas”. 

Davis, que foi a primeira atriz negra a receber um Oscar, um Emmy e um Tony – a chamada “Tríplice Coroa da Atuação” – há muito usa sua plataforma para falar sobre a disparidade salarial em termos racial e o fato de que muitas oportunidades concedidas aos seus colegas brancos não foram oferecidas para ela também. A estrela americana, que se formou na conceituada Julliard em 1993, também continua a dividir seus holofotes com aqueles que estão lutando por visibilidade em uma indústria com preconceitos arraigados. Seu visual do Globo de Ouro, por exemplo, pode ser visto apenas através de uma pequena janela de computador, mas mostra o trabalho de Claude Kameni, um emergente designer nascido em Camarões, baseado em Los Angeles, que está em uma missão para popularizar as estampas da África.

“Viola queria uma estilista que falasse com ela especificamente no local de fala de uma mulher negra”, disse a stylist Elizabeth Stewart, que trabalha com Davis desde 2009, à Vogue britânica. “O look dela é repensar o glamour e a alta costura no tapete vermelho na era da diversidade e inclusão. Ainda é uma arena que precisa de especificidade cultural. A última coleção de Claude Kameni [de sua marca Lavie by CK] foi inspirada na realeza africana, e Viola é a realeza para mim! ” O design vibrante – acentuado com joias Pomellato – é feito de um tecido ornamentado de Camarões, terra natal de Kameni. Motivos igualmente marcantes, que conta a história das raízes da designer, fizeram com que a marca Lavie by CK caisse também nas graças de Tracee Ellis Ross, que usou a marca no BET Awards virtual do ano passado.

“Viola está aberta para experimentar qualquer coisa, em particular estampas fortes, e geralmente termina em uma simplicidade ousada, de preferência com um sapato confortável”, diz Stewart sobre a atitude fundamentada de sua cliente em relação à moda para a temporada de prêmios. “Seu estilo é resumido por seu visual do Oscar de 2017, quando ela usou o vestido Armani vermelho brilhante com tênis de plataforma combinando por baixo”. Participar das premiações online pode oferecer um certo alívio da besteira de estar “completamente montada”, mas não impedirá que Davis seja ouvida. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.