Veja a lista completa de indicados ao Oscar 2021

Pela primeira vez na história, duas mulheres aparecem na lista de melhor direção: Chloé Zhao (‘Nomadland’) e Emerald Fennell (‘Bela vingança’). Cerimônia acontece no dia 25 de abril

Frances McDormand em cena de ‘Nomadland’, Chloé Zhao: vencedor do Globo de Ouro disputa estatueta de melhor filme Foto: Joshua James Richards

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood anunciou nesta segunda-feira (15) os indicados à 93ª edição do Oscar, que será realizada no dia 25 de abril, em formato ainda não definido. Dirigido por David Fincher, “Mank” lidera em número de indicações, com dez no total, incluindo melhor filme, direção e ator (Gary Oldman).

Vencedor do Globo de Ouro“Nomadland” recebeu seis indicações, entre elas as de melhor filme, atriz (Frances McDormand) e direção para Chloé Zhao.

Aliás, pela primeira vez o Oscar contará com duas mulheres entre as indicadas a melhor direção no mesmo ano: além de Zhao, também está no páreo Emerald Fennell, por “Bela vingança”. Elas concorrem com Thomas Vinterberg (“Druk — Mais uma rodada”), Lee Isaac Chung (“Minari”) e David Fincher (“Mank”).

‘Minari’: filme sobre imigrantes sul-coreanos que se mudam para o Arkansas recebeu seis indicações Foto: Divulgação

Outra produção que merece destaque é “Minari”, que acumula seis indicações, entre elas as de melhor filme, direção e ator (Steven Yeun). O filme sobre uma família sul-coreana que se muda para uma fazenda no Arkansas levou o Globo de Ouro de melhor filme estrangeiro, mas, no Oscar, compete na categoria principal.

‘Judas e o messias negro’: Daniel Kaluuya está no elenco de filme que recebeu seis indicações ao Oscar Foto: Divulgação

Além de “Nomadland” e “Minari”, outros candidatos a melhor filme empataram com seis indicações cada: “Judas e o messias negro”, “O som do silêncio”, “Meu pai” e “Os 7 de Chicago”. Já “Bela vingança”, que também disputa a categoria mais cobiçada da noite, recebeu cinco indicações.

Pantera Negra presente

Morto am agosto, vítima de um câncer, Chadwick Boseman, astro de “Pantera negra”, recebeu uma indicação póstuma de melhor ator por “A voz suprema do blues”, em que interpreta o trompetista Levee Green.

Chadwick Boseman em 'A voz suprema do blues': indicação póstuma de melhor ator Foto: Netflix / Divulgação
Chadwick Boseman em ‘A voz suprema do blues’: indicação póstuma de melhor ator Foto: Netflix / Divulgação

Sua companheira de cena, Viola Davis, que interpreta a diva Ma Rayney, também foi indicada como melhor atriz. No total, o longa recebeu cinco indicações, mas ficou de fora da lista de melhor filme.

Quem também não entrou no rol de indicados a melhor filme foi “Uma noite em Miami”. Em sua estreia na direção, a atriz Regina King também não foi lembrada, diferente do que ocorreu no Globo e Ouro. O longa aparece apenas três categorias: melhor ator coadjuvante (Leslie Odom Jr.), roteiro adaptado e canção original.

Mas talvez a grande ausência entre os indicados seja “Destacamento Blood”. O filme de Spike Lee foi completamente esquecido pela Academia. Elogiado por público e crítica, Delroy Lindo era dado como presença garantida na categoria de melhor ator por sua performance como o explosivo veterano de guerra Paul.

Delroy Lindo em 'Destacamento Blood': esquecido pela Academia Foto: Netflix / Divulgação
Delroy Lindo em ‘Destacamento Blood’: esquecido pela Academia Foto: Netflix / Divulgação

Streaming cresce

Normalmente realizada entre fevereiro e março, a cerimônia foi adiada para o final de abril por causa da pandemia. É provável que a festa do Oscar não ocorra no tradicional Dolby Theatre, em Hollywood.

Para que o evento seja presencial, a Academia pode escolher como palco a Union Station, no centro de Los Angeles. A estação de trem teria espaço suficiente para abrigar convidados com distanciamento. A intenção seria fugir do formato remoto ou híbrido escolhido por premiações como o Emmy e o Globo de Ouro.

A pandemia, aliás, também influenciou o perfil dos indicados ao Oscar 2021. Com as salas de cinema fechadas por quase um ano, as plataformas virtuais deram seu recado na lista. Pela primeira vez, a Academia permitiu que filmes exibidos diretamente em streaming, sem passagem pelo parque exibidor, pudessem concorrer.

Gary Oldman é a estrela de ‘Mank’, filme de David Fincher sobre o controverso roteirista de ‘Cidadão Kane’ Foto: Divulgação

A Netflix aparece com 35 indicações, 11 a mais do que em 2020, com destaque para “Mank” (dez), “Os 7 de Chicago” (seis) e “A voz suprema do blues” (cinco).

A Amazon Prime Video levou 12 indicações, sendo metade delas por “O som do silêncio”. Outras três vieram de “Uma noite em Miami”, duas por “Borat: Fita de cinema seguinte” e uma pelo documentário “Time”.

'Uma noite em Miami': filme da Amazon recebeu três indicações ao Oscar Foto: Divulgação
‘Uma noite em Miami’: filme da Amazon recebeu três indicações ao Oscar Foto: Divulgação

O Disney+ estreou em grande estilo, com três indicações por “Soul”, duas por “Mulan”, uma por “O grande Ivan” e outra por “Dois irmãos: Uma jornada fantástica”.

A Apple TV+ foi indicada em duas ocasiões: “Greyhound” (melhor som) e “Wolfwalker” (melhor animação). Por fim, a Hulu também foi lembrada com a indicação de melhor atriz para Andra Day em “Estados Unidos Vs. Billie Holiday”.

Confira a lista completa de indicados.

Melhor Filme

“Meu pai”

“Minari”

“O som do silêncio”

“Nomadland”

“Mank”

“Bela vingança”

“Os 7 de Chicago”

“Judas e o messias negro”

Direção

Thomas Vinterberg (“Druk — Mais uma rodada”)

David Fincher (“Mank”)

Lee Isaac Chung (“Minari”)PUBLICIDADE

Chloé Zhao (“Nomadland”)

Emerald Fennell (“Bela vingança”)

Atriz

Viola Davis (“A voz suprema do blues”)

Andra Day (“Estados Unidos Vs. Billie Holiday”)

Vanessa Kirby (“Pieces of a woman”)

Frances McDormand (“Nomadland”)

Carey Mulligan (“Bela vingança”)

Ator

Riz Ahmed (“O som do silêncio”)

Chadwick Boseman (“A voz suprema do blues”)

Anthony Hopkins (“Meu pai”)

Gary Oldman (“Mank”)

Steve Yeun (“Minari”)

Roteiro Adaptado

“Borat: Fita de cinema seguinte”

“Meu pai”

“Nomadland”

“Uma noite em Miami”

“O tigre branco”

Roteiro Original

“Judas e o messias negro”

“Minari”

“Bela vingança”

“O som do silêncio”

“Os 7 de Chicago”

Atriz Coadjuvante

Maria Bakalova (“Borat: Fita de cinema seguinte”)

Glenn Close (“Era uma vez um sonho”)

Olivia Colman (“Meu pai”)

Amanda Seyfried (“Mank”)

YounYuh-jung (“Minari”)

Ator Coadjuvante

Sacha Baron Cohen (“Os 7 de Chicago”)

Daniel Kaluuya (“Judas e o messias negro”)

Leslie Odom Jr. (“Uma noite em Miami”)

Paul Raci (“O som do silêncio”)

LaKeith Stanfield (“Judas e o messias negro”)

Desing de Produção

“Meu pai”

“A voz suprema do blues”

“Mank”

“Relatos do mundo”

“Tenet”

Fotografia

“Judas e o messias negro”

“Mank”

“Relatos do mundo”

“Nomadland”

“Os 7 de Chicago”

Filme Internacional

“Druk — Mais uma rodada” (Dinamarca)

“Better days” (Hong Kong)

“Collective” (Romênia)

“The man who sold his skin” (Tunísia)

“Quo Vadis, Aida?” (Bósnia e Herzegovina)

Longa De Animação

“Dois irmãos”

“A caminho da Lua”

‘Shaun, o carneiro, o Filme: A fazenda contra-ataca”

“Soul”

“Wolfwalkers”

Figurino

“Emma”

“Mank”

“A voz suprema do blues”

“Mulan”

“Pinóquio”

Edição/Mixagem De Som

“Greyhound”

“Mank”

“Relatos do Mundo”

“Soul”

“O Som do Silêncio”

Curta De Animação

“Burrow”

“Genius Loci”

“If anything happens I love you”

“Opera”

“Yes-People”

Curta-metragem

“Feeling through”

“The letter room”

“The present”

“Two distant strangers”PUBLICIDADEhttps://ce9b4971bdee8c95511109614d58b997.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

“White eye”

Trilha Sonora

“Destacamento Blood”

“Mank”

“Minari”

“Relatos do mundo”

“Soul”

Efeitos Visuais

“Love and monsters”

“O céu da meia-noite”

“Mulan”

“Tenet”

“O grande Ivan”

Edição

“Meu pai”

“Nomadland”

“Bela vingança”

“Os 7 de Chicago”

“O som do silêncio”

Cabelo e Maquiagem

“Emma”

“Era uma vez um sonho”

“A voz suprema do blues”

“Mank”

“Pinóquio”

Canção Original

“Fight for you” (“Judas e o messias negro”)

“Hear my voice” (“Os 7 de Chicago”)

“Husavik” (“Festival Eurovision da Canção: A Saga de Sigrit e Lars”)

“Io Sì” (“Rosa e Momo”)

“Speak now” (“Uma noite em Miami”)

Longa Documentário

“Collective”

“Crip Camp”

“The Mole Agent”

“My Octopus Teacher”

“Time”

Curta Documentário

“Colette”

“A concerto is a conversation”

“Do not split”

“Hunger Ward”

“A love song for Latasha”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.