Brasileira Zenvia, que conecta empresas a clientes, prepara IPO de meio bilhão na Nasdaq

Por Rennan Setti

Cássio Bobsin, fundador e CEO da Zenvia | Divulgação

A brasileira Zenvia, candidata a “unicórnio” que conecta empresas a clientes por meio de ferramentas como SMS e WhatsApp, está preparando um IPO na Nasdaq. A companhia protocolou prospecto na SEC (Securities and Exchange Commission) nesta sexta-feira.

De acordo com o documento, o objetivo da companhia é levantar até US$ 100 milhões, ou mais de meio bilhão de reais. A oferta de ações está sendo coordenada por Goldman Sachs, Morgan Stanley, Itaú BBA, UBS, Bradesco BBI e XP Investimentos. 

Sediada em São Paulo, a Zenvia nasceu em 2003 em Porto Alegre como uma solução de comunicação via SMS entre empresas e clientes, mas evoluiu para uma plataforma com outras ferramentas, como voz, chat e WhatsApp. No mês passado, a companhia anunciou fusão com a DI, cujos softwares digitalizam operações do varejo, bancos e seguradoras.

No ano passado, a Zenvia faturou R$ 492,5 milhões, um salto de 28% frente a 2019. Segundo o prospecto, a companhia tem 9,5 mil clientes ativos.

A companhia foi fundada pelo cientista da computação Cássio Bobsin, que é o CEO e também fundou a aceleradora WOW Startups. 

Em janeiro do ano passado, a companhia recebeu aporte de US$ 54 milhões em rodada liderada pela gestora Oria Capital, que já era investidora desde 2014. Também nesse ano, o BNDES aportou R$ 35,5 milhões na start-up. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.