Depois do ‘normcore’, vem aí o ‘gorpcore’: tendência que valoriza o conforto e a proteção na pandemia

Na prática, a tendência coloca foco em roupas que na teoria não são nem um pouco estilosas
Gilberto Júnior

Depois do ‘normcore’, vem aí o ‘gorpcore’: tendência que valoriza o conforto e a proteção na pandemia Foto: Divulgaçao
Depois do ‘normcore’, vem aí o ‘gorpcore’: tendência que valoriza o conforto e a proteção na pandemia Foto: Divulgaçao

Pense naquele par de botas usado para trilhas, doudounes coloridos oversized, touca e a boa e velha calça jeans… Consegue imaginar a cena? Você está diante do look da vez: o gorpcore (good ol’ raisins and peanuts, algo como “as boas e velhas passas e amendoins”, mix frequentemente consumido por praticantes de caminhadas). O termo usado para sintetizar o visual pautado pelo utilitarismo e pela funcionalidade apareceu pela primeira vez em 2017, numa reportagem do site americano The Cut. Na prática, a tendência coloca foco em roupas que na teoria não são nem um pouco estilosas.

A$AP Rocky Foto: Getty Images
A$AP Rocky Foto: Getty Images

A estética ganha fôlego num momento em que o mundo passa por uma situação delicada. “Esse movimento tem muito a ver com as novas sensações causadas pela pandemia”, afirma Manu Carvalho, stylist e consultora de moda. “Existe um desejo por proteção na atmosfera. Daí os casacões acolchoados, as sobreposições, a silhueta casulo. A vontade de escapar é traduzida por tons vibrantes (pink, vermelho, laranja e azul royal). O conforto rege nossas decisões”, acrescenta.

Nesse contexto, marcas tradicionalmente conectadas a esportes — The North Face e Patagonia — ganham espaço e aparecem combinadas a outras mais fashionistas — Balenciaga, Prada e Off-White. No Brasil, Richards, Oficina (parte do Grupo Reserva) e Osklen também entraram na brincadeira. “O gorpcore resume o que a Humanidade quer: voltar a viver e a circular livremente, do lado de fora”, diz a pesquisadora Paula Acioli. “Durante mais de duas décadas, vivemos um vaivém de ciclos do utilitário militar. Com a pandemia os ciclos serão do utilitário bem-estar.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.