Buscas por pegging disparam após look de Cara Delevingne no baile do MET

Após aparecer no Met Gala 2021 em um look com a frase “Peg The Patriarchy” estampada, a modelo se tornou o centro das atenções e aproveitou o momento para falar sobre feminismo e igualdade de gênero
MARIE CLAIRE

Cara Delevingne no Met Gala 2021 (Foto: Reprodução / Getty Images)

Moda também é protesto. Foi isso que Cara Delevingne fez questão de mostrar no Met Gala 2021, que aconteceu na noite da última segunda-feira (13), no Metropolitan Museum of Art, em Nova York. Com o tema “Na América: Um Léxico da Moda”, o look escolhido pela modelo e atriz britânica foi um dos mais comentados da noite.

E o motivo de todo esse holofote não está no tecido ou no modelo da roupa feita por Maria Grazia Chiuri, da Dior, mas na frase estampada na frente do colete, que dizia: “Peg the Patriachy”. Em português, a tradução livre seria algo como “Derrube o Patriarcado”, mas o termo “peg” gerou curiosidade e, em menos de 24h, disparou nas pesquisas do Google.

Isso porque o termo “Peg” – ou pegging – é usado para descrever o sexo anal em casais heterossexuais. Nessa prática, o homem recebe a penetração anal enquanto a parceira realiza a ação com um vibrador ou outros brinquedos sexuais próprios para a prática.

Para a Vogue americana, Cara Delevingne explicou o intuito da frase. “A mensagem “Peg the Patriachy” em letras vermelhas e em negrito, é sobre empoderamento feminino e igualdade de gênero”, começou ela, em uma entrevista durante o evento. “Se alguém não sabe o que é essa palavra, vai ter que pesquisar, porque eu não vou explicar”, concluiu.

Essa frase foi criada e registrada pela educadora sexual canadense Luna Matatas, em 2015, para “subverter o patriarcado”, um sistema de organização social marcado pelo controle de homens com uma parcela desproporcionalmente grande do poder. O intuito do slogan é justamente fazer uma manifestação provocativa.

Não é a primeira vez que a designer do visual de Cara Delevingne, Chiuri, defende os direitos das mulheres por meio de seu trabalho. Pouco depois de ser nomeada a primeira diretora criativa da Dior, em 2016, ela colocou na passarela modelos com saias de tule azul e camisetas com a frase: “Devemos Todas Ser Feministas”, inspirada no ensaio de Chimamanda Ngozi Adichie.

Confira o look completo:

Cara Delevingne, de Dior (Foto: Getty Images)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.