SpaceX completa viagem histórica para o turismo espacial; veja como foi o pouso

Empresa de Elon Musk realiza feito inédito de levar civis em um voo orbital, sem astronautas ou pilotos
Por Giovanna Wolf – O Estado de S. Paulo

Pouso da cápsula Crew Dragon foi amortecido com paraquedas

A primeira missão a levar civis para a órbita da Terra foi encerrada com sucesso neste sábado, 18. Após uma viagem de três dias, a nave da SpaceX, empresa de exploração espacial do bilionário Elon Musk, pousou na costa da Flórida, no Oceano Atlântico, às 20h07 (horário de Brasília). 

A missão, chamada de Inspiration4, é histórica e coloca Elon Musk à frente na corrida do turismo espacial. Os voos turísticos para o espaço realizados em julho pela Blue Origin, de Jeff Bezos, e pela Virgin Galactic, de Richard Branson, ficaram em altitudes mais baixas e não chegaram a entrar em órbita. A SpaceX já havia se tornado no ano passado a primeira companhia privada a realizar um voo orbital tripulado – porém, na ocasião, a nave contava com a presença de astronautas profissionais.

A preparação para a cápsula Crew Dragon reentrar na atmosfera começou na sexta-feira, 17, com manobras de diminuição de altitude e alinhamento da trajetória da cápsula com o local de pouso – durante a viagem, a nave chegou a uma altitude de 575 km, bem acima da posição da Estação Espacial Internacional, que está em órbita a 408 km de distância da Terra.

Na noite deste sábado, os primeiros paraquedas da cápsula se abriram às 20h03 e, um minuto depois, foram acionados os paraquedas principais para amortecer o pouso. A nave pousou no oceano às 20h07 – na sequência, embarcações foram receber a tripulação. Dez minutos antes do pouso, no momento da reentrada na atmosfera, a cápsula passou por um período de “blackout” de quatro minutos, sem comunicação com a Terra.  

Reveja abaixo a transmissão do pouso:

Ao contrário de Bezos e Branson, Elon Musk não embarcou na aventura. Quatro passageiros participaram da missão: Jared Isaacman (bilionário de 38 anos, fundador da empresa de pagamentos Shift4 Payments), Hayley Arceneaux (médica de 29 anos que sobreviveu a um câncer ósseo), Chris Sembroski (veterano da força aérea dos Estados Unidos de 42 anos) e Sian Proctor (geologista de 51 anos). Os tripulantes participaram de treinamentos e simulação com a SpaceX desde fevereiro.

Isaacman pagou por todos os assentos no voo – o valor desembolsado não foi revelado. O plano é usar a viagem para arrecadar fundos para um hospital americano de tratamento de câncer infantil. Entre as cargas da Inspiration4, estarão um conjunto de experimentos relacionados à saúde, e os objetos usados na viagem serão leiloados. A missão pretende arrecadar US$ 200 milhões para o hospital de pesquisa – Isaacman doará outros US$ 100 milhões. 

Nos últimos três dias, os tripulantes deram uma volta na Terra a cada 90 minutos. Na sexta-feira, 17, os passageiros participaram de uma transmissão de aproximadamente 10 minutos direto do espaço, em que falaram sobre a experiência e mostraram alguns objetos que levaram para viagem. Isaacman afirmou que a cápsula Crew Dragon estava se deslocando a 7,6 quilômetros por segundo. “Estamos muito orgulhosos de compartilhar essa experiência com todo mundo. Sabemos o quanto somos afortunados por estar aqui”, afirmou o bilionário. 

Chris Sembroski chegou a tocar ukulele dentro da nave na transmissão – o instrumento será um dos itens a serem aproveitados no leilão beneficente. Já a médica Hayley Arceneaux mostrou um ultrassom portátil, usado para examinar passageiros. 

Futuro

O voo da SpaceX é um novo salto nas viagens turísticas ao espaço. A nave com Jeff Bezos, fundador da Amazon, atingiu a altitude de 107 km e viajou por 10 minutos, enquanto o planador com Richard Branson chegou a 80,5 km em um voo de 90 minutos. Nenhum dos dois veículos chegaram a entrar em órbita, e eles passaram longe da localização da Estação Espacial Internacional. 

“A viagem da Inspiration4 é de outra ordem de grandeza. As iniciativas da Virgin Galactic e da Blue Origin foram apenas passeios, enquanto a SpaceX concluiu uma missão espacial de verdade”, afirma Cassio Leandro Dal Ri Barbosa, astrônomo e professor do Centro Universitário FEI.https://arte.estadao.com.br/uva/?id=y3A332

Para Alexandre Zabot, professor de Engenharia Aeroespacial da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), o voo da SpaceX consolida uma nova era no setor. 

“Esse tipo de viagem exige foguetes com uma capacidade de lançamento de carga para o espaço muito diferenciada. Até então, víamos algumas aventuras pontuais relacionadas ao turismo espacial. Agora, já vemos três empresas mostrando tecnologias maduras e fazendo voos inaugurais com civis”, diz Zabot. “Estão abertas as portas para um turismo espacial permanente, gerenciado por companhias privadas”. 

Bezos e Branson reconheceram o sucesso da Inspiration4. “Parabéns Elon Musk, SpaceX e equipe pelo sucesso no lançamento da Inspiration4 na noite passada. É mais um passo em direção a um futuro de um espaço acessível a todos”, afirmou o fundador da Amazon no Twitter na quinta-feira, 18. Também na rede social, Branson parabenizou a empresa por alcançar a órbita e disse que a viagem é “outro grande momento para a exploração espacial”. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.