Após peça viralizar, Valentino vai vender moletom ‘vacinados’ em apoio a vacinação contra a COVID-19

Surfando na onda da internet, a Valentino vai vender sua própria versão do moletom com a palavra “Vaccinated” por US $ 690. Os lucros serão doados para UNICEF

Pierpaolo Piccioli  (Foto: Reprodução)
Pierpaolo Piccioli (Foto: Reprodução)

Surfando na onda da internet, a Valentino criou sua própria versão dos moletons com a palavras “vacinado” que viralizaram na internet.

A casa de moda italiana venderá moletons pretos com seu icônico logotipo “V” e a palavra em inglês “Vaccinated”, ambos estampados em vermelho. As peças estarão disponíveis no site oficial da marca em 23 de setembro e custam US $ 750 (aproximadamente R$ 3966 na cotação atual).

Os lucros dos moletons serão doados para UNICEF em apoio à campanha de vacinação contra COVID-19, que visa facilitar o acesso equitativo global às vacinas.

Moletom "vaccinated" da Valentino (Foto: Divulgação)
Moletom vaccinated da Valentino (Foto: Divulgação)

“A vacinação tornou-se a forma mais eficaz de combater esta pandemia global, bem como um símbolo de respeito pelo próximo e responsabilidade social. Não se pode esconder atrás do conceito de liberdade decidindo não ser vacinado”, disse Pierpaolo Piccioli, diretor criativo da Valentino, em um comunicado.

O moletom, no entanto, não foi originalmente pensado por Piccioli. Cloney, uma pequena empresa de roupas com sede em Los Angeles, foi a primeira etiqueta a lançá-los. A marca fabricou apenas cinco e todos foram adquiridos pelo diretor criativo que presenteou Lady Gaga. A cantora acabou usando o modelo em um vídeo publicado em suas redes sociais onde aparece promovendo sua campanha de beleza para a Valentino Beauty.

Pierpaolo também surgiu no Instagram usando o moletom e escreveu uma mensagem incentivando aqueles que não receberam a vacina contra Covid-19 a fazê-lo. “Ser vacinado não é uma escolha. É uma responsabilidade civil. Você não pode ser livre para escolher respeitar os outros ”, escreveu ele.

“A liberdade deve ser sempre protegida e pela liberdade deve-se lutar: pela liberdade de ser você mesmo, a liberdade de pensar, a liberdade de amar, a liberdade de expressar suas idéias. A liberdade de não respeitar os outros é apenas mais uma forma de prevaricação. E não gosto de nenhuma forma de abuso ”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.