Christian Dior | Verão 2022 | Paris

PEDRO SALES

Christian Dior (Foto: Corbis via Getty Images)

No último pre-fall, Maria Grazia Chiuri já tinha resgatado a estampa de leopardo de Monsieur Dior e dado sinais de que a moda que ela queria para o pós-pandemia seria mais colorida e eletrizante. “Depois deste ano tão intenso, tão deprimente, eu não quero um casaco preto”, disse na ocasião. Agora, ela propõe na Christian Dior uma estamparia 3D para brilhar nos clubs novamente ao olhar para o trabalho de Marc Bohan (que comandou a marca entre 1961 e 1989) – mais precisamente para a coleção Slim Look, de 1961. Bohan foi responsável por tornar a alta-costura da Dior mais atual e “usável” ao assumir a casa, e o Slim Look é sua atualização do New Look, com silhueta mais reta e simples. Os comprimentos mínis que foram destaque em Milão em desfiles como o da Prada seguem pelas apresentações de Paris e aparecerem na Dior em versão color block, combinando com o cenário concebido pela artista italiana Anna Paparatti, inspirado no Piper Club de Roma.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.