Apple demite Janneke Parrish, líder do movimento #AppleToo

Janneke Parrish

Já há alguns meses, temos acompanhado a história envolvendo o #AppleToo, movimento composto por funcionários da Maçã que estão insatisfeitos com questões como disparidade salarial entre gêneros e acusações de sexismo dentro da empresa.

Após demitir a gerente sênior de engenharia Ashley Gjøvik — que falou publicamente sobre as situações de assédio e outras queixas — por supostamente “vazar informações privadas da empresa”, a companhia também dispensou mais recentemente a gerente de programa Janneke Parrish, reconhecida como líder do movimento.

Segundo o The Verge, Parrish foi demitida após excluir aplicativos dos seus dispositivos de trabalho durante uma investigação. Segundo as informações, os apps em questão eram RobinhoodPokémon GO e Google Drive — não se sabe, porém, que relação esses apps tinham com a investigação em si.

Ainda de acordo com a reportagem, alguns funcionários da Apple teriam expressado “descrença” de que a demissão de Parrish pudesse ser outra coisa senão retaliação pela organização do movimento.

Tanto Parrish quanto a Apple não comentaram o assunto; o advogado Vincent P. White disse ao The Verge que ele só poderia confirmar que Parrish “não está mais com a Apple”. [MacMagazine]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.