‘Heroína é quem acolhe migrantes’, diz Angelina Jolie em Roma

Atriz é uma das estrelas do filme de super-heróis ‘Eternals’
ANSA, Agência

Angelina Jolie
Angelina Jolie em foto tirada em 24 de outubro de 2021, no 16º Festival Internacional de Cinema de Roma Foto: Fabio Frustaci/EFE/EPA

Estrela do filme de super-heróis Eternals, a atriz Angelina Jolie afirmou neste domingo, 24, que as verdadeiras heroínas são as mulheres que dedicam sua vida a acolher migrantes e refugiados.

A declaração foi dada durante a apresentação de Eternals na Festa do Cinema de Roma, encerrada justamente neste domingo e que deu amplo espaço à crise migratória no Mediterrâneo.PUBLICIDADE

Questionada pela imprensa sobre quem seriam as “super-heroínas de hoje”, Jolie respondeu: “As mulheres que estão na linha de frente e dedicam cada minuto de suas vidas a acolher migrantes e pessoas que fugiram para evitar a guerra e dar segurança às suas famílias”.

A atriz de 46 anos também é ativista pelos direitos humanos e tem um longo histórico de envolvimento com a causa dos refugiados.

Em Eternals, Jolie interpreta a guerreira Thena, integrante de um grupo de guerreiros eternos que se reúnem após milhares de anos para proteger a Terra e a humanidade.

Refugiados

Quem também levou o tema dos refugiados para a Festa do Cinema de Roma foi o filme Mediterraneo: The Law of the Sea (Mediterrâneo: A Lei do Mar, em tradução livre), de Marcel Barrena.

O longa venceu o prêmio do público no festival e se baseia na história do ativista espanhol Òscar Camps, fundador da ONG ProActiva Open Arms, uma das mais ativas nos resgates de deslocados internacionais no Mediterrâneo.

“Esse prêmio nos dá força, nos dá esperança, porque nos faz lembrar que o mundo precisa ouvir essa história”, declarou Barrena em uma mensagem em vídeo.

O filme conta a história de dois salva-vidas espanhóis, Òscar e Gerard, que viajam à ilha grega de Lesbos após terem visto uma foto chocante de um menino afogado no Mediterrâneo.

A partir disso, eles descobrem a realidade das pessoas que se arriscam no mar para fugir de conflitos em seus países, e decidem iniciar um trabalho de socorro marítimo para evitar a perda de mais vidas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.