Religiosas montam gangue contra pecadoras em filme nacional ‘Medusa’ da Mostra de Cinema de SP

Longa nacional ‘Medusa’ é um dos destaques da programação do domingo, dia 31
JAIRO MALTA
SANDRO MACEDO

Cena do filme ‘Medusa’ de Anita Rocha da Silveira

Para quem for acompanhar a programação da 45ª edição da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo neste domingo, 31, veja uma lista com filmes com protagonistas mulheres em enredos que aboram temas como religião, amores e maternidade.

São longas como o nacional “Medusa”, de Anita Rocha da Silveira, no qual um grupo de mulheres religiosas sai à noite para agredir mulheres que elas consideram pecadoras. Já em “Murina”, uma jovem se apaixona por um homem mais velho, amigo do seu pai.

Com um clima mais surreal, “Lamb” traz uma mulher que resolve criar um filhote de ovelha como um bebê humano, revoltando sua verdadeira mãe.

Em “Roda do Destino”, a vida de três mulheres é envolvida por dilemas e romances. A obra foi vencedora do prêmio do júri do festival de Berlim e foi exibida no festival de Karlovy Vary.

Para quem quer variar da ficção, uma dica é o documentário “Sars-CoV-2 – O Tempo da Pandemia” acompanha profissionais da saúde durante seu trabalho no combate ao coronavírus.

Antes de sair de casa, lembre-se de que as entradas para as sessões presenciais podem ser compradas no aplicativo da Mostra. Os convites são liberados para a venda online apenas dois dias antes da exibição do filme. As bilheterias físicas dos cinemas vendem apenas ingressos da programação daquele dia —e só se sobrar das vendas online.

O valor da entrada custa R$ 24 de segunda a quinta. De sexta a domingo, os ingressos sobem para R$ 30. Há também bilheterias mais acessíveis no Centro Cultural São Paulo e na Biblioteca Roberto Santos, com sessões a R$ 2 e R$ 4.

Os mais empolgados podem adquirir pacotes de ingressos, como o Permanente Especial, que custa R$ 150 e dá acesso a 20 sessões, mas apenas de segunda a sexta até às 17h55 —a modalidade não contempla os fins de semana nem horários noturnos. Assinantes da Folha têm 15% de desconto nesse ingresso especial.

Para mais informações de programação e endereço, acesse o site 45.mostra.org.

Lamb
Em uma fazenda isolada na Islândia, um casal sem filhos cuida do rebanho de ovelhas. Certo dia, porém, aparece na propriedade um recém-nascido, espécie de cruzamento entre ovelha e humano. Eles resolvem criá-lo, o que deixa o rebanho agitado.
Islândia, Suécia e Polônia, 2021. Direção: Valdimar Jóhannsson. Com: Noomi Rapace, Hilmir Snær Guðnason e Björn Hlynur Haraldsson. 16 anos. Próxima sessão presencial no Cine Marquise, dia 31, às 18h20


Medusa
Um grupo de amigas religiosas sai à noite com máscaras para agridir mulheres que, na opinião delas, se desviaram do caminho.
Brasil, 2021. Direção: Anita Rocha da Silveira. Com: Mari Oliveira, Lara Tremouroux e Joana Medeiros. 16 anos. Próxima sessão presencial no Cinesesc, dia 31, às 21h


Murina
Uma adolescente rebelde vive com o pai opressor e violento em uma casa de veraneio na Croácia. Até que a chegada de um velho amigo da família para um fim de semana desperta a curiosidade da jovem.
Croácia, Brasil, EUA e Eslovênia, 2021. Direção: Antoneta Alamat Kusijanovic. Com: Gracija Filipovic, Danica Curcic e Leon Lucev. 16 anos. Próxima sessão presencial no Espaço Itaú Frei Caneca, dia 31, às 14h


Roda do Destino
No longa, a histórias de três mulheres se cruzam. Nele, Meiko descobre que sua melhor amiga se apaixonou pelo seu ex-namorado, enquanto Sasaki usa um colega para se vingar de um professor e Natsuko revela sentimentos reprimidos ao encontrar uma amiga do passado.
Japão, 2021. Direção: Ryusuke Hamaguchi. Com: Kotone Furukawa, Kiyohiko Shibukawa e Katsuki Mori. 14 anos. Próxima sessão presencial no Espaço Itaú Frei Caneca, dia 31, às 13h30

Longa japonês "Roda do Destino"
Longa japonês “Roda do Destino”, de Ryusuke Hamaguchi – Divulgação

Sars-CoV-2 – O Tempo da Pandemia
O documentário acompanha o trabalho de sete médicos e especialistas em saúde durante a pandemia de Covid-19, além de profissionais que combateram o coronavírus na linha de frente, tanto em São Paulo como em Manaus.
Brasil, 2021. Direção: Lauro Escorel e Eduardo Escorel. 10 anos. Próxima sessão presencial no Reserva Cultural, dia 31, às 14h

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.