Grégory Assad : J’AI RENCONTRÉ LA NOUVELLE IDOLE ! Par Loic Prigent

Aujourd’hui, livraison spéciale d’une dose de métal et de flamboyance! Voici Grégory Assad! Il investit le Centre Wangari Maathai à Paris pour son premier défilé. Énergie, excitation de rencontrer une nouvelle vision. Sa collection NEW WAVE parle de son île natale de la Martinique, de Malick Sidibé, de Beyoncé, de la personne qu’on rêve d’être après minuit! Il nous décrit ses looks clefs jusqu’aux moindres détails.
On est trop content de mettre sur votre radar ce créateur très prometteur.

Hoje entrega especial de uma dose de metal e extravagância! Aqui está Grégory Assad! Ele assumiu o Centro Wangari Maathai em Paris para seu primeiro desfile de moda. Energia, emoção de conhecer uma nova visão. Sua coleção NEW WAVE fala sobre sua ilha natal de Martinica, Malick Sidibé, Beyoncé, a pessoa que você sonha em ser depois da meia-noite! Ele descreve seus principais looks para nós nos mínimos detalhes.
Estamos muito felizes em colocar esse criador muito promissor em seu radar.

ABONNEZ-VOUS POUR TOUT SAVOIR DE LA MODE

Filmé avec Julien Da Costa!
Monté par Axel Robin-Tellier
Produit par Natacha Morice pour DERALF (Divertissant Et Révoltant À la Fois)
Post Rafaële Nix Secondi
Contact: deralfproduction@gmail.com
Musique: Audionetwork:

Google está sendo investigado por práticas discriminatórias contra funcionárias negras

Reguladores de direitos civis da Califórnia fazem investigação após incidentes de assédio e discriminação
Por Agências – Reuters

A Alphabet é a empresa controladora do Google, gigante das buscas

O Google está sendo investigado pelo tratamento dado à mulheres negras que trabalham na empresa. Advogados e analistas do Departamento de Emprego e Moradia Justa da Califórnia (DFEH) entrevistaram dessas funcionárias sob condição de anonimato para não comprometer a investigação.

A DFEH entrevistou trabalhadoras da Alphabet (holding do Google) que tanto apresentaram queixas formais quanto as que não o fizeram, mostrando que o regulador tem buscado mais exemplos de possíveis maus tratos. As perguntas têm se centrado em suposto assédio e discriminação no local de trabalho, segundo e-mails obtidos pela Reuters.

A agência está envolvida em processos contra as empresas de videogame Tencent, Riot Games e Activision Blizzard, que teriam práticas generalizadas de discriminação e assédio.

A pesquisadora de inteligência artificial Timnit Gebru disse que o Google demitiu há um ano por criticar sua falta de diversidade na força de trabalho e por lutar contra gerentes que se opuseram a publicar um artigo crítico que ela co-escreveu.

O DFEH não quis comentar. O Google disse que está focado em “construir uma igualdade sustentável” para seus trabalhadores negros e que 2020 foi seu maior ano de contratação de trabalhadores “Negros +”, uma designação que inclui pessoas pertencentes a várias raças

The Matrix Resurrections – U.S. Premiere Livestream

IGN is hosting the U.S. Premiere of The Matrix Resurrections with exclusive looks at the new film and interviews with the cast including Keanu Reeves, Carrie-Anne Moss, and more! Tune in live Saturday, December 18 at 5:30 PM PT / 8:30 PM ET / 1:30 AM GMT

IGN está hospedando a estreia nos EUA de The Matrix Resurrections com olhares exclusivos do novo filme e entrevistas com o elenco, incluindo Keanu Reeves, Carrie-Anne Moss e muito mais!

MAC Viva Glam x Keith Haring

MAC Viva Glam x Keith Haring
Source: maccosmetics.com
Published: December 2021

In this picture: Bria Bryant
Credits for this picture: Bryce Anderson (Photographer), Alexander Picon (Fashion Editor/Stylist), Lucas Wilson (Hair Stylist), Kali Kennedy (Makeup Artist)

All people in this campaign:

Bryce Anderson – PhotographerAlexander Picon – Fashion Editor/StylistLucas Wilson – Hair StylistKali Kennedy – Makeup ArtistAugust Gonet – ModelBria Bryant – ModelIsabella Emmack – Model

In this picture: Bria Bryant
Credits for this picture: Bryce Anderson (Photographer), Alexander Picon (Fashion Editor/Stylist), Lucas Wilson (Hair Stylist), Kali Kennedy (Makeup Artist)
In this picture: August GonetBria BryantIsabella Emmack
Credits for this picture: Bryce Anderson (Photographer), Alexander Picon (Fashion Editor/Stylist), Lucas Wilson (Hair Stylist), Kali Kennedy (Makeup Artist)

Homem-Aranha 3 quebra recorde e se torna a maior estreia da história no Brasil

Longa já soma R$ 34 milhões no país
MARIANA CANHISARES

Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa é a maior abertura da Sony no Brasil

Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa mal estreou e já fez história no Brasil. De acordo com dados da Comscore Movies BRA, o longa estrelado por Tom Holland levou mais de 1,7 milhões de espectadores ao cinema no seu lançamento e já soma R$ 34 milhões, sendo assim a maior estreia de todos os tempos no país.

Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa conta com o retorno de vários antigos astros da franquia: de Jamie Foxx, de O Espetacular Homem-Aranha 2, novamente no papel do vilão Electroa Alfred Molina, de Homem-Aranha 2, como o Doutor Octopus.

O longa já está em cartaz nos cinemas brasileiros.

Uma seleção de 7 bolsas artesanais para o verão

Da opção de palha a de crochê, reunimos bolsas com diferentes técnicas artesanais pra completar o seu look da estação

As bolsas artesanais vão completar o seu look para o verão (Foto: Higor Bastos)

Está de viagem marcada para a praia neste fim de ano? Uma bolsa de técnica artesanal é peça-chave para complementar o seu look de verão. Aqui, fizemos uma seleção de modelos em crochê, tricô, palha indiana, trançado com cordas e macramê para inspirá-la a escolher a sua it-bag da estação. 

Valentino na Farfetch (R$ 18.800)  (Foto: Rafael Evangelista)
Valentino na Farfetch (Foto: Rafael Evangelista)

.

Serpui (R$ 2.022) (Foto: Rafael Evangelista)
Serpui (R$ 2.022) (Foto: Rafael Evangelista)

.

Capodarte (R$ 1.590)  (Foto: Rafael Evangelista)
Capodarte (R$ 1.590) (Foto: Rafael Evangelista)

.

Nannacay na Farfetch (R$ 498) (Foto: Rafael Evangelista)
Nannacay na Farfetch (R$ 498) (Foto: Rafael Evangelista)

.

Bottega Veneta (R$ 27.730)  (Foto: Rafael Evangelista)
Bottega Veneta (Foto: Rafael Evangelista)

.

Renner (R$ 180) (Foto: Rafael Evangelista)
Renner (R$ 180) (Foto: Rafael Evangelista)

.

Bauzinho Alça Em Madeira (Foto: Reprodução)
Palha Nordestina (R$ 395) (Foto: Reprodução)

The Perfect Man: The Perfect Edit Style+ December 2021 Covers

The Perfect Man: The Perfect Edit Style+ December 2021 Covers
Source: theperfectman.co
Published: December 2021

In this picture: Finn Hayton
Credits for this picture: Tom Buck (Photographer)

All people in this work:

Tom Buck – PhotographerFinn Hayton – Model

In this picture: Finn Hayton
Credits for this picture: Tom Buck (Photographer)

Unicórnio dos games, Wildlife tem ambiente de trabalho tóxico, denunciam funcionários e RH

Startup brasileira enfrenta casos de assédio moral, de desigualdade salarial e de promoção de estereótipos de gênero

Unicórnio em 2019, o estúdio de games brasileiro Wildlife foi fundado por Arthur e Victor Lazarte (foto) em 2011 em São Paulo

O estúdio de games brasileiro Wildlife, mais conhecido como criador do jogo Tennis Clash, está sendo acusado de ter um ambiente de trabalho tóxico: funcionários e um documento interno elaborado pelo departamento de Recursos Humanos relatam casos de assédio moral, desigualdade salarial entre homens e mulheres e promoção de estereótipos de gênero entre as equipes. As denúncias foram publicadas na terça-feira, dia 14, em reportagem no site Rest of World.

Fundada e comandada pelos irmãos Arthur e Victor Lazarte em 2011 em São Paulo, a Wildlife faz parte do seleto grupo de unicórnios brasileiros, tendo rompido a marca do US$ 1 bilhão como avaliação de mercado em dezembro de 2019 — à época, ao Estadão, a companhia afirmou que queria ser “a Nintendo dos games para celular”. A empresa é uma das startups brasileiras mais bem posicionadas no mercado internacional, com escritórios em cinco países, incluindo os Estados Unidos, e soma 800 funcionários pelo mundo.

O relatório do RH de 22 páginas, segundo a reportagem, aponta que uma gerente foi promovida com salário 30% inferior ao de um colega homem em cargo similar. Em outro momento, é descrito que um diretor “silenciou as opiniões femininas do time” sobre a sexualização de personagens femininas em games, um dos problemas mais antigos da indústria de jogos eletrônicos. “Nós não estamos neste negócio para quebrar estereótipos, mas para os reforçar”, declarou o executivo, ainda contratado pela Wildlife.

Ainda, há denúncias de que foi pedido a uma funcionária que ela “fosse mais humilde” ao pedir alterações em produtos, de que uma colaboradora foi ignorada em reuniões e de que outra mulher foi desencorajada pelo próprio chefe a sugerir ideias em grupo. O relatório aponta que os funcionários homens do departamento gráfico de marketing criaram um grupo onde pudessem “falar abertamente”, o que, na visão do departamento de RH, seria “um eufemismo para (criar um espaço paracomportamento machista”.

O relatório conclui apontando que esforços para melhorar as condições de trabalho têm sido insuficientes, mas acredita que detalhar os casos pode tornar o ambiente “mais seguro, frutífero e motivador” para os funcionários. Criado como demanda do time de diversidade da Wildlife para entender as denúncias que surgiam, o documento foi publicado em maio de 2020.

No entanto, a reportagem ainda diz que funcionários e ex-colaboradores contam que o ambiente segue igual e que a área de compliance da Wildlife, criada um mês após o relatório do RH, tem dado pouca atenção às denúncias. “Eu registrei minha reclamação e nada foi feito. Sei de alguns casos que foram resolvidos, mas outros continuam sem solução ou desconhecidos da companhia”, conta um ex-funcionário.

Procurada pelo Estadão, a Wildlife não respondeu aos pedidos de esclarecimentos até a publicação do texto.

As denúncias surgem ao mesmo tempo em que o estúdio americano Activision Blizzard virou alvo processos de ex-funcionários, que relatam más condições de trabalho, como assédio sexual e moral com funcionárias mulheres.

Confira cliques de musas da MPB feitos por Thereza Eugenia

Livro com fotos de fotógrafa icônica ganhará segunda edição

Zezé Motta Foto: Thereza Eugenia
Gal Costa Foto: Thereza Eugenia
Fafá de Belém Foto: Thereza Eugenia
Rita Lee em início de carreira Foto: Thereza Eugenia
Alcione tocando trompete Foto: Thereza Eugenia
Zizi Possi com Luiza no colo Foto: Thereza Eugenia
Joanna, cantora famosa dos anos 1980 Foto: Thereza Eugenia
Angela Ro Ro Foto: Thereza Eugenia
Maria Bethânia Foto: Thereza Eugenia
Thereza Eugenia: fotógrafa de 82 anos é referência Foto: Divulgação