Agente de modelos Jean-Luc Brunel que ‘fornecia’ garotas para Jeffrey Epstein foi encontrado morto na prisão

Jean-Luc Brunel, 74, cometeu suicídio na madrugada deste sábado, 19, no presídio de La Santé em Paris

O francês Jean-Luc Brunal, no inicio dos anos 90, com algumas das modelos que agenciava Foto: Reprodução / Daily Mail
O francês Jean-Luc Brunal, no inicio dos anos 90, com algumas das modelos que agenciava Foto: Reprodução / Daily Mail

Preso sob suspeita de traficar mais de mil mulheres para o pedofilo Effrey Epstein, o agente de modelos Jean-Luc Brunel, foi encontrado morto nesta madrugada, no presídio de La Santé, em Paris. Segundo a policia, o francês de 74 anos foi visto pendurado em sua cela, em torno de 1h da manhã, por agentes penitencirários

O fato ocorre dias depois de príncipe Andrew, o segundo filho da Rainha Elizabeth, concordar em fechar um acordo  para encerrar o processo de assédio sexual movido por Virginia Roberts. Virginia afirma que o monarca abusou sexualmente dela depois que eles se conheceram por meio de Epstein e Ghislaine Maxwell.

Virginia Giuffre acusava o Príncipe Andrew de abuso sexual há mais de duas décadas, quando tinha apenas 17 anos Foto: Reprodução da internet
Virginia Giuffre acusava o Príncipe Andrew de abuso sexual há mais de duas décadas, quando tinha apenas 17 anos Foto: Reprodução da internet

Além de ser acusado de agenciar mais de mil mulheres e meninas para Epstein, Jean-Luc Brunel estava aguardando julgamento na França por estuprar menores. Sua morte por enforcamento, segundo o jornal inglês “Daily Mail” alimentará teorias da conspiração em torno do caso Epstein, também morto na prisão,  em 2019,  por enforcamento.

Os promotores de Paris confirmaram que Brunel foi encontrado enforcado em sua cela em La Santé, no sul da capital, nas primeiras horas da manhã de sábado. “Uma patrulha noturna encontrou seu corpo sem vida por volta da 1h”, disse uma fonte investigadora. “Um inquérito judicial foi aberto, e as primeiras evidências apontam para suicídio.”

Brunel foi indiciado em Dezembro de 2020, após dois dias de entrevistas por um juiz  especializado de uma unidade anti-pedofilia. Ele foi preso no aeroporto Charles de Gaulle quando tentava embarcar em um avião para Dakar, no Senegal, alegando que apenas sairia de férias.

Outros envolvidos no esquema de tráfico sexual incluem a ex-namorada de Epstein, a socialite britânica Ghislaine Maxwell, 59, que está atualmente presa nos EUA após ser considerada culpada.

O inquérito judicial francês sobre a conduta de Brunel foi aberto em agosto de 2019, quando os promotores ouviram alegações de que Brunel e o segundo filho da rainha compartilhavam uma amante.A americana Virginia Roberts disse a advogados que trabalhava como “escrava sexual” quando foi forçada a dormir com o duque de York depois de ser traficada para ele pelo menos três vezes quando tinha 17 anos.

Esta semana, o príncipe Andrew, 62, concordou em fechar um acordo com Virginia estimado em cerca de 12 milhões de libras, para dar fim ao caso de tem alimentado os tablóides ingleses e tirado o sono da realeza.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.