Gail Simone comandará nova HQ de Jessica Jones

Gibi terá arte assinada por Phil Noto, de Demolidor
NICO GARÓFALO

Marvel Comics/Divulgação

Uma das roteiristas mais importantes da indústria, Gail Simone comandará uma nova minissérie protagonizada por Jessica Jones. A responsável por HQs como DominoDeadpoolBatgirl e Aves de Rapina, a quadrinista trabalhará em The Variants (“as variantes”, em tradução livre) ao lado de Phil Noto, conhecido por Demolidor, e contará a história do encontro das várias versões da heroína espalhadas pelo multiverso.

Quando o [editor da Marvel Comics] Tom Brevoort me ofereceu esse projeto, reli todas as histórias da Jessica Jones, desde as clássicas e inovadoras de [Brian Michael Bendis] até a fantástica fase de Kelly Thompson (que você definitivamente deveria ler!), e elas são leituras empolgantes e identificáveis”, disse Simone ao Comicbook. “Mas além disso, [a minissérie] está sendo desenhada pelo impossivelmente brilhante Phil Noto, alguém com quem sempre quis trabalhar. Até as capas são impressionantes. Então é uma alegria do começo ao fim. Incrível, espero que as pessoas amem”.

Confira a sinopse oficial de The Variants: “Como seria realmente conhecer uma versão alternativa de si, outro você que fez outras escolhas e viveu uma vida completamente diferente por isso? Essa é a questão que Jessica Jones enfrenta, pois no que parecia ser uma investigação rotineira a leva a encontrar outras encarnações de si mesma de todo o Multiverso. Jessica pode se dar bem consigo mesma? Ela vai querer matar seus outros eus? E ver as vidas que ela poderia ter vivido a jogará em uma espiral autodestrutiva? Isso é o que acontece quando você conhece… The Variantes!

The Variants começa a ser vendida em junho nos Estados Unidos.

Oddtaxi vence como anime do ano no Anime Awards Brasil 2022

Premiação brasileira elege os melhores animes e mangás de 2021
PEDRO HENRIQUE RIBEIRO

Oddtaxi Image: OLM / P.I.C.S.

O anime Oddtaxi venceu como anime do ano no Anime Awards Brasil 2022. Já a categoria de mangá do ano ficou com Haikyuu. A premiação foi realizada neste sábado (12) no canal do Omelete.

Ranking of Kings foi o maior vencedor do ano, com seis troféus, seguido por Oddtaxi, com cinco, e Jujutsu Kaisen, com quatro vitórias.
Oddtaxi, eleito anime do ano, ainda recebeu o prêmio de anime de primavera, melhor roteiro original, direção e trilha sonora. Sonny Boy, Wonder Egg Priority, Attack on Titan, JoJo’s Bizarre Adventure: Stone Ocean e To Your Eternity receberam dois prêmios cada.

Confira abaixo os vencedores de cada categoria e onde assistir ou ler cada um:

MELHOR MANGÁ LANÇADO NO BRASIL
Chainsaw Man (Panini)
Haikyuu!! (JBC)
Terra das Gemas – Houseki no Kuni (NewPOP)
Ao no Flag (Panini)
ON/OFF (NewPOP)
Tomie (Pipoca e Nanquim)

ANIME DO ANO
ODDTAXI (Crunchyroll)
Ranking of Kings (Crunchyroll)
Sonny Boy (Funimation)
86: Eighty-Six (Crunchyroll)
Jujutsu Kaisen (Crunchyroll)
The Heike Story (Funimation)

MELHOR ANIME DE OUTONO
Ranking of Kings (Crunchyroll)
Komi Can’t Communicate (Netflix)
The Heike Story (Funimation)
Blue Period (Netflix)
takt op.Destiny (Crunchyroll)
The Faraway Paladin (Crunchyroll)

MELHOR ANIME DE VERÃO
Sonny Boy (Funimation)
Kageki Shoujo!! (Funimation)
The Aquatope on White Sand
The Case Study of Vanitas (Crunchyroll)
Fena: Pirate Princess
Life Lessons with Uramichi-Oniisan (Funimation)

MELHOR ANIME DE PRIMAVERA
ODDTAXI (Crunchyroll)
86: Eighty-Six (Crunchyroll)
Vivy: Fluorite Eye’s Song (Funimation)
SSSS.Dynazenon (Funimation)
To Your Eternity (Crunchyroll)
Tokyo Revengers (Crunchyroll)

MELHOR ANIME DE INVERNO
Wonder Egg Priority (Crunchyroll)
Horimiya (Funimation)
Heaven’s Design Team (Crunchyroll)
SK8 the Infinity (Funimation)
Kemono Jihen
Mushoku Tensei: Jobless Reincarnation (Funimation)

MELHOR AÇÃO
86: Eighty-Six (Crunchyroll)
SSSS.Dynazenon (Funimation)
Jujutsu Kaisen (Crunchyroll)
Vivy: Fluorite Eye’s Song (Funimation)
World Trigger: 2nd Season (Crunchyroll)
JoJo’s Bizarre Adventure: Stone Ocean (Netflix)

MELHOR DRAMA
Wonder Egg Priority (Crunchyroll)
Fruits Basket: The Final (Funimation)
To Your Eternity (Crunchyroll)
Ranking of Kings (Crunchyroll)
Kageki Shoujo!! (Funimation)
86: Eighty-Six (Crunchyroll)

MELHOR COMÉDIA
Komi Can’t Communicate (Netflix)
Miss Kobayashi’s Dragon Maid S (Crunchyroll)
Zombieland Saga: Revenge (Crunchyroll)
Heaven’s Design Team (Crunchyroll)
Welcome to Demon School! Iruma-kun 2nd Season (Crunchyroll)
Life Lessons with Uramichi-Oniisan (Funimation)

MELHOR ROMANCE
Horimiya (Funimation)
Fruits Basket: The Final (Funimation)
My Next Life as a Villainess: All Routes Lead to Doom! X (Crunchyroll)
Taisho Otome Fairy Tale (Funimation)
The Duke of Death and His Maid (Funimation)
Don’t Toy With Me, Miss Nagatoro (Crunchyroll)

MELHOR CONTINUAÇÃO
Miss Kobayashi’s Dragon Maid S (Crunchyroll)
Attack on Titan: The Final Season Part 1 (Funimation)
Welcome to Demon School! Iruma-kun 2nd Season (Crunchyroll)
Fruits Basket: The Final (Funimation)
Re:ZERO -Starting Life in Another World 2nd Season (Crunchyroll)
Laid-Back Camp 2nd Season (Crunchyroll)

MELHOR PROTAGONISTA
Hiroshi Odokawa (ODDTAXI (Crunchyroll))
Bojji (Ranking of Kings (Crunchyroll))
Yatora Yaguchi (Blue Period (Netflix))
Eren Jaeger (Attack on Titan: The Final Season Part 1 (Funimation))
Noé Archiviste (The Case Study of Vanitas (Crunchyroll))
Sarasa Watanabe (Kageki Shoujo!! (Funimation))

MELHOR ANTAGONISTA
Tomura Shigaraki (My Hero Academia Season 5 (Funimation))
Hao (Shaman King (Netflix))
Yuki Mitsuya (ODDTAXI (Crunchyroll))
Akito Souma (Fruits Basket (Funimation))
Ainosuke Shindo “Adam” (SK8 the Infinity (Funimation))
Tetta Kisaki (Tokyo Revengers (Crunchyroll))

MELHOR COADJUVANTE
Kage (Ranking of Kings (Crunchyroll))
Najimi Osana (Komi Can’t Communicate (Netflix))
Tooru Ishikawa (Horimiya (Funimation))
Elma (Miss Kobayashi’s Dragon Maid S (Crunchyroll))
Eris Boreas Greyrat (Mushoku Tensei: Jobless Reincarnation (Funimation))
Ken “Draken” Ryuguji (Tokyo Revengers (Crunchyroll))

MELHOR PERSONAGEM FEMININA
Shouko Komi (Komi Can’t Communicate (Netflix))
Sarasa Watanabe (Kageki Shoujo!! (Funimation))
Hilling (Ranking of Kings (Crunchyroll))
Jolyne Kujo (JoJo’s Bizarre Adventure: Stone Ocean (Netflix))
Kyouko Hori (Horimiya (Funimation))
Mizuho (Sonny Boy (Funimation))

MELHOR PERSONAGEM MASCULINO
Bojji (Ranking of Kings (Crunchyroll))
Hiroshi Odokawa (ODDTAXI (Crunchyroll))
Izumi Miyamura (Horimiya (Funimation))
Vanitas (The Case Study of Vanitas (Crunchyroll))
Hitohito Tadano (Komi Can’t Communicate (Netflix))
Reki Kyan (SK8 the Infinity (Funimation))

MELHOR TALENTO MUSICAL
ReoNa (Shadows House (Funimation))
Hikaru Utada (To Your Eternity (Crunchyroll))
yama (Ranking of Kings (Crunchyroll))
YOASOBI (Beastars 2nd Season (Netflix))
fhána (Miss Kobayashi’s Dragon Maid S (Crunchyroll))
Official HIGE DANdism (Tokyo Revengers (Crunchyroll))

MELHOR ABERTURA
ODDTAXI (Crunchyroll) – “ODDTAXI (Crunchyroll)” (Skirt and DJ PUNPEE)
Komi Can’t Communicate (Netflix) – “Cinderella” (Cidergirl)
Jujutsu Kaisen (Crunchyroll) – “Vivid Vice” (Who-ya Extended)
Miss Kobayashi’s Dragon Maid S (Crunchyroll) – “Ai no Supreme!” (fhána)
Beastars 2nd Season (Netflix) – “Kaibutsu” (YOASOBI)
JoJo’s Bizarre Adventure: Stone Ocean (Netflix) – “Stone Ocean” (Ichigo from Kisida Kyodan and The Akebosi Rockets)

MELHOR ENCERRAMENTO
Shadows House (Funimation) – “NaiNai” (ReoNa)
Ranking of Kings (Crunchyroll) – “Oz” (yama)
86 Eighty-Six (Crunchyroll) – “Alchemilla” (Regal Lily)
Beastars 2nd Season (Netflix) – “Yasashi Suisei” (Yoasobi)
Attack on Titan: The Final Season Part 1 (Funimation) – “Shock” (Yūko Andō)
Laid-Back Camp 2nd Season (Crunchyroll) – “Haru no Tonari” (Eri Sasaki)

PRÊMIO “MOB PSYCHO 100” DE MELHOR ANIMAÇÃO
Wonder Egg Priority (Crunchyroll)
Miss Kobayashi’s Dragon Maid S (Crunchyroll)
Ranking of Kings (Crunchyroll)
The Heike Story (Funimation)
Mushoku Tensei: Jobless Reincarnation (Funimation)
Sonny Boy (Funimation)

MELHOR CGI
Beastars 2nd Season (Netflix)
86 Eighty-Six (Crunchyroll)
SSSS.Dynazenon (Funimation)
Kiyo in Kyoto: From the Maiko House (Crunchyroll)
The Duke of Death and His Maid (Funimation)
Backflip!! (Crunchyroll)

MELHOR TRILHA SONORA
86 Eighty-Six (Crunchyroll)
ODDTAXI (Crunchyroll)
takt op.Destiny (Crunchyroll)
Wonder Egg Priority (Crunchyroll)
Zombieland: Revenge
Blue Period (Netflix)

MELHOR DIREÇÃO
Shingo Natsume (Sonny Boy (Funimation))
Naoko Yamada (The Heike Story (Funimation))
Baku Kinoshita (ODDTAXI (Crunchyroll))
Yousuke Hatta (Ranking of Kings (Crunchyroll))
Ishii Toshimasa (86 Eighty-Six (Crunchyroll))
Akira Amemiya (SSSS.Dynazenon (Funimation))

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL
Kazuya Konomoto (ODDTAXI (Crunchyroll))
Shingo Natsume (Sonny Boy (Funimation))
Keiichi Hasegawa (SSSS.Dynazenon (Funimation))
Nojima Shinji (Wonder Egg Priority (Crunchyroll))
Tappei Nagatsuki e Eiji Umehara (Vivy: Flourite Eye’s Song)
Yuko Kakihara & Misuzu Chiba (The Aquatope on White Sand)

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO
Taku Kishimoto (Ranking of Kings (Crunchyroll))
Deko Akao (Komi Can’t Communicate (Netflix))
Shinzou Fujita (To Your Eternity (Crunchyroll))
Toshizou Nemoto (Super Cub)
Reiko Yoshida (Blue Period (Netflix))
Tadashi Morishita & Miyako Matsumoto (Kageki Shoujo!! (Funimation))

MELHOR STORYBOARD
Sonny Boy (Funimation)
SSSS.Dynazenon (Funimation)
The Heike Story (Funimation)
86 Eighty-Six (Crunchyroll)
Ranking of Kings (Crunchyroll)
Wonder Egg Priority (Crunchyroll)

MELHOR CHARACTER DESIGN
Atsuko Nozaki (Ranking of Kings (Crunchyroll))
Masaru Sakamoto (SSSS.Dynazenon (Funimation))
Baku Kinoshita & Hiromi Nakayama (ODDTAXI (Crunchyroll))
Takashi Kojima (The Heike Story (Funimation))
Saki Takahashi (Wonder Egg Priority (Crunchyroll))
Norifumi Kugai (Sonny Boy (Funimation))

MELHOR PERFORMANCE EM VOZ ORIGINAL
Natsuki Hanae – Hiroshi Odokawa (ODDTAXI (Crunchyroll))
Kanata Aikawa – Ai Ohto (Wonder Egg Priority (Crunchyroll))
Atsumi Tanezaki – Vivy (Vivy: Fluorite Eye’s Song (Funimation))
Aoi Yuuki – Kumoko (So I’m a Spider, So What?)
Ai Fairouz – Jolyne Kujo (JoJo’s Bizarre Adventure: Stone Ocean (Netflix))
Rie Takahashi – Emilia (Re:ZERO -Starting Life in Another World 2nd Season (Crunchyroll))

MELHOR PERFORMANCE EM DUBLAGEM BRASILEIRA
Bruna Nogueira – Rimuru (That Time I Got Reincarnated as a Slime 2nd Season)
Léo Rabelo – Satoru Gojou (Jujutsu Kaisen (Crunchyroll))
Lipe Volpato – Izuku Midoriya (My Hero Academia)
Mari Haruno – Hori Kyouko (Horimiya (Funimation))
Amanda Brigido – Nobara Kugisaki (Jujutsu Kaisen (Crunchyroll))
Bia Menezes – Tooru (Miss Kobayashi’s Dragon Maid S (Crunchyroll))

MELHOR ANIME DUBLADO
Miss Kobayashi’s Dragon Maid S (Crunchyroll) (Wan Marc)
Jujutsu Kaisen (Crunchyroll) (Som de Vera Cruz)
That Time I Got Reincarnated as a Slime 2nd Season (Atma Entretenimento)
Sakugan (Som de Vera Cruz)
JoJo’s Bizarre Adventure (UniDub)
Fruits Basket (DuBrasil)

Anne Hathaway REACTS to Zoë Kravitz as Catwoman (Exclusive)

Anne Hathaway chats with ET about Zoë Kravitz’s portrayal of Catwoman in ‘The Batman,’ years after Anne took on the iconic role in ‘The Dark Knight Rises.’ The actress also dishes on her new show, ‘WeCrashed,’ which premieres March 18 on Apple TV+. Anne opens up about her character’s transformation for the series and what it was like to work with Jared Leto.

Anne Hathaway conversa com o ET sobre a interpretação de Zoë Kravitz como Mulher-Gato em ‘The Batman’, anos depois de Anne assumir o papel icônico em ‘The Dark Knight Rises’. na Apple TV+. Anne fala sobre a transformação de seu personagem para a série e como foi trabalhar com Jared Leto.

Cia. de Teatro Heliópolis celebra 20 anos com olhar feminino sobre o cárcere

Peça ‘Cárcere ou Porque as Mulheres Viram Búfalos’ aborda a questão do encarceramento em massa no Brasil
Peri Pane

Atores da Companhia de Teatro de Heliópolis em cena da peça ‘Cárcere ou Porque as Mulheres Viram Búfalos’, dirigida por Miguel Rocha com texto de Dione Carlos – Weslei Barba/Divulgação

Atrizes e atores formam um corpo coletivo que se move pelo palco. O corpo cai e se levanta. Torna a cair. E se levanta de novo. A repetição dura alguns minutos do ensaio. A Companhia de Teatro Heliópolis resiste há duas décadas.

Esse “corpo coletivo” já é uma marca do grupo, que surgiu no ano 2000 dentro da maior favela de São Paulo, a qual leva no nome. A companhia estreia no próximo sábado (dia 12) sua 12º peça, “Cárcere ou Porque as Mulheres Viram Búfalos”.

A peça surgiu a partir da pesquisa “Cárcere – Aprisionamento em Massa e Seus Desdobramentos”, que ganhou, em 2020, a 35a edição do Programa Municipal de Fomento ao Teatro. A ideia era celebrar os 20 anos do grupo, mas por conta da pandemia a estreia ficou para este ano.

“Reconheço nosso trabalho de resistência. É um pouco o que está nas peças, esse ato repetitivo de cair e se reerguer, cair, levantar e se manter de pé”, diz Miguel Rocha, 42, fundador do grupo ao lado da atriz e produtora Dalma Régia, 40.

Nascidos no Piauí, Dalma e Miguel moram em Heliópolis desde os anos 1990 e são os únicos que estão no grupo desde o primeiro espetáculo, “A Queda para o Alto”, inspirado no romance homônimo de Sandra Mara Herzer (que passou a se chamar Anderson Herzer). A peça mostra a experiência de uma jovem na Febem.

“Já fazia teatro, mas entendi que queria fazer aquele trabalho com pessoas da minha comunidade. Aí juntei um grupo de jovens e adolescentes mais alguns amigos moradores do território de Heliópolis e montamos a peça”, diz Rocha.

De todos os jovens que participaram da primeira peça, apenas Miguel e Dalma continuaram trabalhando com teatro. Mais tarde, o “núcleo duro” do grupo se consolidou com a entrada dos atores Davi Guimarães, Walmir Bess e Alex Mendes.

“É muito complicado sobreviver do teatro e da arte como um todo. Alguns foram ser advogados, enfermeiros, e lembram até hoje da importância dessa experiência. Alguns foram presos”, lembra o diretor.

A violência vivida diariamente na periferia de São Paulo é um tema recorrente no trabalho do grupo. De alguma forma, a nova peça dá sequência aos trabalhos anteriores: “Sutil Violento” (2017) e “(In)Justiça” (2019), indicado ao Prêmio Aplauso Brasil na categoria de melhor espetáculo de grupo e eleito um dos melhores espetáculos do ano pelo Guia Folha.

“A pesquisa sempre parte de um mesmo território, mas em diálogo com o Brasil de hoje. O tema é interligado às nossas questões contemporâneas”, afirma Rocha. Atualmente, mais de 600 mil pessoas estão presas no Brasil, sendo que a maior parte delas são homens negros.

Em “Cárcere ou Porque as Mulheres Viram Búfalos “, a questão do encarceramento em massa no Brasil é apresentada sob o ponto de vista das mulheres. A peça acompanha a trajetória de duas irmãs, Maria das Dores e Maria dos Prazeres, que desenvolvem estratégias para seguir a vida diante da prisão de familiares.

A atriz e produtora Dalma Régia sentiu a necessidade de ter um olhar feminino nesse espetáculo. Surgiu então o convite para a dramaturga e roteirista Dione Carlos, 40, que assina a dramaturgia da peça.

“As Marias da peça representam muitas mulheres deste país”, diz a dramaturga, que também usou no texto muito do que foi ouvido em entrevistas de campo e lido nos materiais de pesquisa.

A peça apresenta mães, filhas e companheiras que são enredadas nas tramas do sistema penitenciário (uma “máquina de moer gente”, como diz uma das personagens) a partir do momento que um homem é preso.

Segundo ela, o título da peça refere-se a um “itan”, uma lenda de Iansã na qual ela se transforma em búfalo para defender seus filhos e suas filhas.

“Já havia uma pesquisa sobre o arquétipo de Iansã, a mulher que governa ao lado de Xangô, nunca atrás. Xangô esteve presente na peça anterior. Iansã reina nesta como um símbolo de força feminina”, afirma.

Para o diretor, a busca pela coletividade parte do sujeito. “São vozes únicas que destoam também. Não há uma busca por um discurso hegemônico. Somos de Heliópolis, da periferia, mas queria fazer um teatro que pudesse dialogar com sujeitos e sujeitas, que não fosse reduzido ao teatro da periferia para a periferia. Quero sensibilizar outras pessoas para questões que talvez elas não vivam e não percebam”.

Além do elenco do grupo, a peça também conta com Antônio Valdevino, Danyel Freitas, Jefferson Matias, Jucimara Canteiro e a participação de Isabella Rocha, 10, filha de Dalma e Miguel. Há ainda trilha sonora ao vivo com percussão e um trio de cordas.

O espetáculo acontece na Casa de Teatro Mariajosé de Carvalho, sede do grupo desde 2010, no Ipiranga, bairro vizinho de Heliópolis. A entrada funciona no sistema “pague quanto puder” para o público em geral e é gratuita para alunos e professores da rede pública.

CÁRCERE OU PORQUE AS MULHERES VIRAM BÚFALOS

  • Quando Sex. e sáb., às 20h, e dom., às 19h. Até 5/6
  • Onde Casa de Teatro Mariajosé de Carvalho – Rua Silva Bueno, 1533, Ipiranga
  • Preço Contribuição voluntária
  • Classificação 14 anos
  • Elenco Antônio Valdevino, Dalma Régia, Danyel Freitas e outros
  • Direção Miguel Rocha
  • Link: https://www.sympla.com.br/produtor/companhiadeteatroheliopolis
  • Texto Dione Carlos

The Boys | 3º ano ganha teaser violento regado a sangue e poderes

Nova temporada chega em 3 de junho ao Prime Video
NICO GARÓFALO

A terceira temporada de The Boys ganhou um novo teaser cheio de ação que antecipa as aventuras que Billy Bruto (Karl Urban) e companhia enfrentarão nos novos episódios. Além de trazer alguns personagens inéditos, como Soldier Boy (Jensen Ackles), a prévia conta com alguns litros de sangue, muitos socos e alguns superpoderes inesperados – confira acima.

As duas primeiras temporadas de The Boys estão disponíveis no Amazon Prime Video, e o terceiro ano chega ao streaming a partir de 3 de junho.

A terceira temporada de The Boys deve trazer a estreia da equipe Payback, com uma atenção especial sendo dedicada à introdução do Soldier Boy (Jensen Ackles) ao universo da série. Um dos super-heróis originais da Vought International, ele é retratado como um idiota ingênuo nos quadrinhos, mas receberá um novo arco na série de TV. 

The Black Keys anuncia novo disco e libera faixa “Wild Child”

Dropout Boogie chega às plataformas em maio
NICO GARÓFALO

Black Keys revelou a primeira faixa de Dropout Boogie, o 11º disco de estúdio da banda. “Wild Child” ganhou um novo clipe que traz a dupla criando um verdadeiro caos em um colégio – assista acima.

Dropout Boogie chega em 13 de maio, um ano depois do último trabalho de estúdio do Black Keys, Delta Kream, de 2021.

Tracee Ellis Ross – Elle Canada April 2022 Cover

Elle Canada April 2022 Cover
Source:  ellecanada.com
Published: April 2022

All people in this magazine cover:

Emily Soto – Photographer Karla Welch – Fashion Editor/Stylist Molly Stern – Makeup Artist Kassie Jackson – Retoucher Tracee Ellis Ross – Entertainer

SoundOn é a nova distribuidora de músicas do TikTok

É isso mesmo, meus amigos, as dancinhas do TikTok foram só o início. A rede dos vídeos curtos (que não são mais tão curtos assim) anunciou o lançamento da SoundOn, uma plataforma de marketing e distribuição de músicas a qual permitirá que artistas subam suas músicas diretamente para o TikTok e outros serviços de streaming, como Spotify e Apple Music.

A plataforma visa diminuir a burocracia no processo de distribuição de músicas e ajudar artistas a alavancarem suas carreiras. Ela permite que artistas enviem suas músicas diretamente para o TikTok e ganhem royalties quando os criadores do app usarem sua música em vídeos. Os músicos serão compensados ​​com base na frequência com que a faixa é usada nos vídeos do TikTok.

A rede pagará 100% dos royalties aos criadores no primeiro ano e 90% a partir do segundo. Nas plataformas da ByteDance (empresa por trás do TikTok) — que inclui a Resso (serviço de streaming), o app de edição de vídeos CapCut e outros —, será possível manter 100% dos royalties.

Além de lidar com os trâmites na distribuição de músicas, a SoundOn também oferecerá outras ferramentas, incluindo insights do público, conselhos da sua equipe de marketing, verificação do TikTok, acesso à guia de músicas do app, posicionamentos editoriais e outras opções de suporte.

Essas características tornam a SoundOn uma ferramenta particularmente atraente para artistas emergentes, já que o impulso extra e o público amplo do TikTok, aliado às facilidades da plataforma, poderão ajudá-los a crescer.

A plataforma esteve em testes desde o ano passado e, a partir de agora, está disponível nos Estados Unidos, no Reino Unido, na Indonésia e no Brasil. Para se inscrever, basta acessar essa página. [MacMagazine]

SANGUE NOVO Fall/Winter 2022 Backstage

Cinco designers emergentes apresentaram as suas coleções durante esta nova edição do Sangue Novo na ModaLisboa. O fotógrafo Marc Medina foi aos bastidores para capturar os looks masculinos, em exclusivo para Fucking Youg!.

Filipe Cerejo foi o vencedor do prémio ModaLisboa x Polimoda e Maria Clara a vencedora do prémio United Colors of Benetton. Os outros designers que mostraram suas coleções foram Ivan Hunga Garcia, Maria Curado e Veehana.