Viagens de Uber vão subir 6,5% por alta de combustível

Medida foi anunciada pela empresa na última semana e entra em vigor a partir desta segunda-feira, 14

Escritório da Uber em São Paulo | Glassdoor

Uber informou na última sexta-feira, 11, que vai reajustar o preço das viagens em 6,5% a partir desta segunda-feira, 14, para lidar com a alta no preço da gasolina que tem assustado motoristas da plataforma. Segundo a empresa informou ao Estadão, o reajuste será repassado integralmente para os parceiros e deve ser aplicado no preço final das corridas de forma temporária. 

Segundo um comunicado da empresa, a medida é uma resposta direta ao gasto maior que os motoristas vêm tendo com o preço alto da gasolina em todas as regiões do Brasil. A iniciativa é, também, parte de um pacote de ajuda aos parceiros no valor de R$ 100 milhões, que quer ajudar a diminuir os custos e aumentar os ganhos para o motorista. 

“Sabemos que motoristas estão entre os primeiros a sentir o impacto dos preços recordes dos combustíveis, então estamos implementando essas iniciativas para ajudá-los. Esperamos que essas ações emergenciais colaborem para reduzir os impactos no dia a dia, mas continuaremos ouvindo nossos parceiros, especialmente neste momento”, afirma Silvia Penna, diretora-geral da Uber no Brasil, em comunicado.

Uma das medidas, porém, afeta diretamente o consumidor e é uma diretriz global do Uber. Nos Estados Unidos e Canadá, por exemplo, uma tarifa está sendo aplicada em cada viagem do app, em uma taxa que varia de US$ 0,45 a US$0,55. Os países também veem o crescimento do preço de combustíveis, principalmente com sanções à Rússia e a crise com a Guerra na Ucrânia.

As medidas de repasse no preço aqui no Brasil são válidas a partir desta segunda-feira, 14, e ainda não tem período definido para terminar.

Saída

99, rival do Uber no universo dos aplicativos de transporte, já havia anunciado uma medida semelhante na última semana. Também em caráter temporário, a empresa vai aumentar o repasse para os motoristas para 5% do valor por quilômetro rodado. O aumento na porcentagem quer ajudar no impacto da alta de combustíveis para parceiros da plataforma.

“A plataforma registrou um aumento de demanda acentuado pela flexibilização das regras de isolamento social. A intenção é dar mais proteção aos nossos motoristas parceiros contra as oscilações nos preços dos combustíveis.”, afirmou Thiago Hipólito, diretor sênior de operações da 99, ao Estadão

Ainda, Segundo a 99, o repasse não vai ter impacto no preço das corridas para os usuários do app, mas a empresa afirma estar estudando formas de amenizar o gasto dos motoristas com diferentes iniciativas dentro da companhia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.