Apple será julgada por “barrar” apps de saúde no Watch

Um juiz federal dos Estados Unidos definiu recentemente que a Apple deverá responder às alegações de que “monopolizou ilegalmente o mercado de aplicativos de monitoramento de frequência cardíaca do Apple Watch”. Essa acusação, como já informamos, foi feita pela empresa AliveCor em maio do ano passado.

Mais precisamente, o juiz Jeffrey White disse que a AliveCor — cujo aplicativo SmartRhythm (descontinuado há um ano) alertava usuários sobre batimentos cardíacos irregulares — pode tentar provar que a Apple violou a lei federal antitruste com base em seu suposto “controle total” sobre o mercado de aplicativos.

A AliveCor alega que a Apple fez alterações no algoritmo de frequência cardíaca que tornou efetivamente impossível para terceiros informarem um usuário quando fazer um ECG. As alegações do demandante estabelecem plausivelmente que a conduta da Apple foi anticompetitiva.

Além disso, o juiz rejeitou uma alegação separada da AliveCor de que a Apple mantinha um monopólio ilegal sobre o mercado de smartwatches com capacidade para ECG — segundo o magistrado, a pulseira KardiaBand da AliveCor, que pode gravar eletrocardiogramas, “complementa, mas não compete” com o Apple Watch nesse mercado.

A Apple ainda não respondeu à decisão. Vale notar que a AliveCor já entrou com outros processos de violação de patente contra a companhia, muitos dos quais alegam que a Maçã copiou sua tecnologia de detecção e análise cardiológica — que também estão tramitando judicialmente.

VIA REUTERS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.