Série ‘Bad vegan’ da Netflix mostra chef que foi de estrela vegana a fora da lei

PATRÍCIA KOGUT

Sarma Melngailis em ‘Bad vegan’ (Foto: Netflix)

A quem estiver procurando uma série documental sobre crimes reais recomendo “Bad vegan”. Os quatro episódios chegaram à Netflix e são um convite ao binge-watching. Dá para assistir a tudo em dois dias.

É a história de Sarma Melngailis, uma chef nova-iorquina que, antes de se profissionalizar na gastronomia, cursou economia numa boa universidade. Ainda estudante, sentiu a verdadeira vocação. Mas se empregou por um ano num banco, até que desistiu de vez de fazer o que detestava para começar uma carreira bem-sucedida. De cara, ela brilhou e participou de programas de televisão. Assim, conheceu o chef Matthew Kenney. Eles começaram a namorar e juntos abriram o restaurante Pure Food and Wine, onde serviam pratos veganos e crus. O empreendimento logo se tornou um sucesso. No salão, pequeno, celebridades se reuniam todas as noites para provar as delícias do cardápio. Owen Wilson, Tom Brady e Chelsea Clinton viviam lá. Alec Baldwin não só era frequentador como se encantou com Sarma. Eles acabaram se tornando amigos. O ator conheceu a atual mulher no local. Porém, a parceria de Sarma e Matthew se desfez, e ele deixou o negócio. Foi quando, em 2011, ela se apaixonou por aquele que a levaria à ruína. Shane Fox começou uma conversa com a moça pelo Twitter. Essa ligação acabou em casamento e, depois, em fraude, golpes, dívidas e prisão.

A chef dá longos depoimentos em todos os episódios. Vale conferir.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.