Juíza proíbe Johnny Depp e Amber Heard de darem autógrafos em porta de tribunal

Julgamento sobre caso de difamação aberto pelo ator contra a ex-mulher começa nesta segunda-feira (11) no estado de Virginia, nos Estados Unidos

Amber Heard e Johnny Depp

Johnny Depp Amber Heard foram proibidos pela justiça de darem autógrafos a fãs na porta do tribunal em que irão comparecer nesta segunda-feira (11). A juíza responsável avisou que não quer que o julgamento “vire um circo” após dezenas de fãs do ex-casal se reunirem na porta do local.

O julgamento, que começa hoje, avalia um caso de difamação aberto por Depp em 2019 contra a ex-mulher após ela afirmar que era uma “figura pública representando a violência doméstica” em um texto escrito para o The Washington Post em 2018.

O ator abriu um processo pedindo uma indenização de 38,4 milhões de libras, o equivalente a cerca de R$ 235 milhões. Em contrapartida, Amber o processou de volta o acusando de “orquestrar uma campanha para manchar sua reputação”, afirmando que o processo inicial era uma “continuação do abuso e assédio” contra ela. Ela pediu uma indenização no dobro do valor – R$ 470 milhões – e imunidade contra as acusações do ex.

Neste primeiro dia de julgamento, foi feita apenas a seleção de 11 integrantes do juri popular e as declarações iniciais de ambas as partes serão feitas na manhã da terça-feira (12).

Plataforma dupla! Sapato de casamento de Nicola Peltz Beckham é um dos favoritos entre as celebridades

A noiva casou com um vestido de alta-costura e elegeu um par exclusivo de saltos-plataforma

Brooklyn Beckham e Nicola Anne Peltz (Foto: Reprodução/ Instagram)
Brooklyn Beckham e Nicola Anne Peltz (Foto: Reprodução/ Instagram)

casamento de Nicola Anna Peltz e Brooklyn Beckham foi um verdadeiro desfile de moda. Além da cerimônia de US$ 3,5 milhões e uma lista de convidados impressionante (incluindo os pais do noivo, David e Victoria Beckham), o vestido branco da atriz e herdeira bilionária era de alta-costura, feito com pela maison Valentino. Para deixar o look ainda mais italiano, Nicola elegeu uma edição exclusiva do par de sapatos da Versace que está entre os acessórios mais quentes do momento, especialmente entre celebridades.

O modelo em questão é o salto de plataforma dupla “Medusa Aevita“, com 15,5 cm de altura. O design debutou na temporada de outono-inverno 2021 da marca, apresentada em março do ano passado, e desde então já vestiu os pés de celebridades, como a própria Donatella Versace e até mesmo Sabrina Sato.

Brooklyn Beckham e Nicola Anne Peltz (Foto: Reprodução/ Instagram)

No Brasil, o item pode ser encontrado por R$ 9,9 mil reais, mas se engana quem pensa que pode levar para o guarda-roupa o mesmo modelo de Nicola Peltz Beckham. Apesar de existir em 6 cores, o par usado pela noiva foi feito exclusivamente em branco, uma cor que não está disponível para o público.

Confira outras celebridades que usaram o sapato mais cobiçado do momento: 

Donatella Versace (Foto: Reprodução/ Instagram)
Donatella Versace (Foto: Reprodução/ Instagram)
Sabrina Sato (Foto: Reprodução/ Instagram)
Sabrina Sato (Foto: Reprodução/ Instagram)

Conheça a Rê.ciclo, marca de moda upcycling que faz sucesso no subúrbio do Rio

Renata Benet, à frente do projeto, transforma roupas paradas em brechós em peças de desejo
Yasmin Setubal

Camisa transformada por Renata Benet para a Rê.ciclo Foto: Divulgação

Ao longo de suas andanças por brechós, a estilista Renata Benet, de 34 anos, observou que algumas peças nunca saíam das araras, como camisas masculinas, que sobravam aos montes pela falta de interesse. Dessa reflexão nasceu o ponto de partida para a criação, em 2019, da Rê.ciclo, marca de upcycling, focada no reaproveitamento de roupas, acessórios e outros materiais já existentes. “O que me move é tentar salvar as peças, porque vemos algumas que ficam mais de um ano paradas. A ideia é pegar aquelas que não vendem e dar uma atualizada”, comenta.

Para dar novo ciclo às roupas garimpadas em lojas de segunda mão, Renata, junto com a sócia, Marcele Cruz, utiliza métodos como corte, costura, pintura, emendas e ajustes. Frases como “soy libre”, silhuetas faciais, flores e corações dão o tom das estampas. As criações são exibidas e comercializadas no Instagram da marca (@re.ciclonovo) e no Coletivo Casa Comun, em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio.

Roupas transformadas por Renata Benet para a Rê.ciclo Foto: Divulgação
Roupas transformadas por Renata Benet para a Rê.ciclo Foto: Divulgação

Apesar do business e da paixão por moda, Renata pontua que o incentivo a práticas de consumo consciente e iniciativas sustentáveis é o que mais a toca. “A indústria da moda é a segunda mais poluente do mundo. Precisamos fazer nossa parte, tentando fomentar essa consciência e ampliar a preocupação com o descarte de peças que acabam indo para o lixo e que podem ter uma vida bem mais longa”.

“Run, Bambi, Run”: Apple anuncia seu novo podcast original

A investigação sobre a vida de Laurie “Bambi” Bembenek já tem dois episódios disponíveis no Apple Podcasts

Pouco a pouco, a Apple vai fortalecendo sua plataforma Podcasts com uma série de produções originais e exclusivas em uma série de gêneros. Pois hoje, a Maçã anunciou a mais nova chegada ao seu catálogo: a série investigativa “Run, Bambi Run”.

Coproduzido em parceria com a Campside Media, o podcast é apresentado pela jornalista e escritora Vanessa Grigoriadis e tem como foco a história real de Laurie “Bambi” Bembenek, uma policial da cidade de Milwaukee (Wisconsin, EUA) que, nos anos 1980, foi condenada pela morte da ex-esposa do seu marido.

Após sua condenação e prisão, Laurie tramou uma fuga corajosa da cadeia e traçou um plano de anos para tentar provar a sua inocência — ao mesmo tempo em que se tornou um ícone dos tabloides e um símbolo de resistência sob a frase de efeito “Run, Bambi, Run”.

A série é produzida por Grigoriadis e uma grande equipe da Campside Media, incluindo Mark McAdam, Adam Hoff, Josh Dean, Matt Shaer e Kyle Long. Serão oito episódios no total, dois dos quais já disponíveis no Apple Podcasts — os capítulos subsequentes serão liberados às segundas-feiras. [MacMagazine]

Camila Cabello’s Guide to Overcoming Acne and Feel-Good Makeup | Beauty Secrets | Vogue

Camila Cabello’s Guide to Overcoming Acne and Feel-Good Makeup.

Filmed at Fairmont Miramar Hotel & Bungalows

Shop this beauty routine:

Osmosis +Beauty Purify – Enzyme Cleanser: https://shop-links.co/cg0UTniQpVy

Osea Sea Vitamin Boost: https://shop-links.co/cg0UTO8TkZ2

Osea Eye Gel Serum: https://shop-links.co/cg0UUs59lDi

L’Oréal Revitalift Derm Intensives Hyaluronic Acid Face Serum: https://shop-links.co/cg0UVeY0N4G

Osea Atmosphere Protection Cream: https://shop-links.co/cg0UVIPNC6t

Osea Advanced Protection Cream: https://shop-links.co/cg0UWmYwvmr

Laneige Lip Sleeping Mask: https://shop-links.co/cg0UWXB3orq

Han Skincare Cosmetics Serum CC with SPF 30+: https://shop-links.co/cg0UXs70P5g

Westman Atelier Baby Cheeks Blush Stick: https://shop-links.co/cg0UYqsKlcr

Patrick Ta Major Brow Lamination Gel: https://fave.co/3jszJtu

Dior Forever Couture Luminizer Highlighter Powder: https://shop-links.co/cg0Vn3QwkMy

L’Oréal Voluminous Lash Paradise Mascara: https://shop-links.co/cg0VoM9WJEA

Patrick Ta Major Glow Lip Shine: https://shop-links.co/cg0VpjQdMFy

L’Oréal Glow Paradise Lip and Cheek Tint: https://shop-links.co/cg0VpYpd2Ti

Patrick Ta Major Glow Dewy Milk Mist: https://shop-links.co/cg0VqqsGnYf

Keva J | Resort 2022 | Full Show

Keva J | Resort 2022 | Full Fashion Show in High Definition. (Widescreen – Exclusive Video/1080p – Art Hearts Fashion Swim Week) #Miamiswim #ArtHeartsFashion

Thom Franck – Skinny Jean Teen/Thrills

Maria Fernanda Cândido: ‘A ideia de controlar aquilo que enxergam de você é fadada ao fracasso’

Atriz interpreta bruxa brasileira em ‘Animais fantásticos: Os segredos de Dumbledore’; ela também entra em cartaz com ‘O traidor’
Lucas Salgado

Maria Fernanda Cândido no tapete vermelho de ‘Animais Fantástico 3’ Foto: TOLGA AKMEN / AFP

Morando em Paris desde 2017, Maria Fernanda Cândido tem se dividido entre França e Brasil nos últimos anos, conciliando a vida com o marido e os filhos na Europa com a carreira que construiu em terras brasileiras. A nova realidade fez com que voltasse seus olhos para uma carreira internacional. Desde que se mudou para a Europa, trabalhou em produções inglesas/americanas, italianas e francesas. Coincidentemente, dois destes trabalhos chegam aos cinemas nesta quinta-feira: “Animais fantásticos: Os segredos de Dumbledore” e “O traidor”. E os dois filmes possuem um pézinho no Brasil além da presença da atriz.

O novo capítulo da saga derivada de “Harry Potter” traz Maria Fernanda como Vicência Santos, que é Ministra da Magia do Brasil. O país é visto rapidamente em cena em um momento em que vemos o Parque Lage, no Rio de Janeiro, com destaque para a imagem do Cristo Redentor. Apesar da presença do Brasil em cena, não foram realizadas filmagens no país.

‘Harry Potter’ no Parque Lage

Maria Fernanda Cândido é Vicência Santos em ‘Animais fantásticos: Os segredos de Dumbledore’ Foto: Reprodução

Na trama, Vicência concorre ao cargo de Chefe Supremo da Confederação Internacional dos Bruxos contra um candidato com discurso de ódio e preconceito. A atriz lembra que o filme se passa em 1932, em um período na vida política europeia em que figuras totalitárias ganhavam notoriedade, mas não nega que a trama possui muita ressonância no mundo contemporâneo, inclusive no Brasil.

— Vicência é uma líder, uma política, uma mulher muito perspicaz e estrategista, mas também com um olhar muito humano, muito sensível com relação ao outro — conta Maria Fernanda. — A questão central do filme é que você tem um grupo que entende que existem pessoas que são superiores a outras. E tem um outro grupo que pensa diferente, que podemos viver de forma harmônica.

Mãe de dois adolescentes apaixonados por “Harry Potter”, Maria Fernanda assistiu aos filmes da saga com os filhos, mas aponta que aceitou trabalhar no projeto antes mesmo de descobrir qual era. Ela foi convidada para um teste secreto e só foi informada sobre qual seria o longa após assinar vários termos de confidencialidade, já numa segunda etapa. O tamanho do papel também não incomodou a atriz.

— É um trabalho de coadjuvante, mas tinha esse interesse enorme em entender o que estava acontecendo e todas as dinâmicas em volta, o que me ajudou a entender qual a função da Vicência dentro deste universo. Não sou eu que estou levando a ação adiante, não sou eu que estou puxando a ação, mas estou reagindo a tudo que acontece. É um tipo de trabalho que me agrada muito — diz.

Já “O traidor” é dirigido pelo cultuado Marco Bellocchio. Exibido na mostra competitiva do Festival de Cannes de 2019, o longa conta a história do mafioso italiano Tommaso Buscetta, que foge da Itália e se estabelece no Brasil, onde começa a se envolver com o tráfico de drogas. Capturado e extraditado, ele torna-se testemunha de clássico processo contra a máfia. A atriz natural de Londrina, no Paraná, interpreta Maria Cristina de Almeida Guimarães, esposa de Buscetta. O filme conta com coprodução brasileira, com investimentos da Gullane Entretenimento.

Vida na Europa

Maria Fernanda Cândido em ‘O traidor’ Foto: Divulgação

— Muitas vezes me perguntam se estou investindo numa carreira internacional, mas não tenho muito esta visão. Estou sempre ligada a bons projetos, não importa onde aconteçam. O que me importa é a obra, a história que vai ser contada, a personagem e as pessoas envolvidas — conta a atriz, que já filmou em português, francês, italiano e inglês. — Tem sido de muito aprendizado, algo muito rico. Cada set de filmagem é uma fotografia daquele caldo cultural. Quando faço um filme na Itália, não estou apenas fazendo um filme, estou bebendo naquela cultura, estou aprendendo hábitos e costumes. Quando trabalho na França, passo pelo mesmo processo, mas tomando um outro caldo cultural. Assim, vou ampliando o meu leque de compreensões e possibilidades.

Recentemente, a atriz também atuou no italiano “Bastardi a mano armata”, de Gabriele Albanesi, e no francês “La chambre des merveilles”, de Lisa Azuelos, mas não deixou de se envolver com projetos no Brasil, como “Vermelho Monet”, de Halder Gomes, e “A paixão segundo G.H.”, de Luiz Fernando Carvalho, inspirado em obra homônima de Clarice Lispector. Também com Carvalho, trabalha em série sobre o bicentenário da Independência, em produção pela TV Cultura.

Por sinal, Maria Fernanda nutre uma grande admiração pela vida e obra de Lispector. Além do filme inédito, ela participou da série “Correio Feminino” para o Fantástico. Em novembro do ano passado, ela fez um monólogo nos palcos franceses com o título “Clarice, ballade au-dessus de l’abîme”, em que unia os textos da autora com elementos biográficos e com o acompanhamento musical da pianista brasileira Sônia Rubinsky. A apresentação repercutiu positivamente e ganhará uma temporada completa no segundo semestre de 2022.

Sem se preocupar com estigmas, a atriz revela que não presta muito atenção em quem a valoriza mais como “musa” do que por seu trabalho no cinema, no teatro e na TV.

— Não temos controle sobre a visão, a idealização ou o pensamento do outro. O mais importante é você saber o que fazer com aquilo que fazem de você. Essa ideia de controlar aquilo que enxergam de você é fadada ao fracasso. Você nunca vai conseguir. O ser humano vai estar sempre sendo construído pelo olhar do outro, nunca vamos escapar disso. Somos produto do olhar externo. A questão é o que você faz com isso.